Últimos itens adicionados do Acervo: Universidade Federal de Ouro Preto

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) é uma universidade pública brasileira mantida pelo governo federal do Brasil. Foi criada em 21 de agosto de 1969 a partir da incorporação de duas centenárias instituições de ensino superior: a Escola de Farmácia fundada em 1839 e a Escola de Minas fundada em 1876, ambas localizadas em Ouro Preto, Minas Gerais.

Página 10 dos resultados de 429 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A educa??o estat?stica com base num ciclo investigativo: um estudo do desenvolvimento do letramento estat?stico de estudantes de uma turma do 3? ano do ensino m?dio

Santana, Mario de Souza
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o Matem?tica. Departamento de Matem?tica, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o Matem?tica. Departamento de Matem?tica, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
O presente trabalho visa estudar as caracter?sticas de letramento estat?stico que se manifestam em estudantes ao se promover uma Educa??o Estat?stica fundamentada em um ciclo investigativo. Tem-se como foco a quest?o: Que caracter?sticas de letramento estat?stico se manifestam em estudantes ao vivenciar um processo de ensino e aprendizagem fundamentado num ciclo investigativo com enfoque cr?tico-reflexivo e que aspectos da condu??o do ciclo interferem na manifesta??o dessas caracter?sticas? Para este fim foi elaborada, testada e avaliada uma proposta did?tica para o processo de ensino e aprendizagem da Estat?stica no Ensino M?dio. As atividades propostas tomam como base as fases do ciclo investigativo de Wild e Pfannkuch (1999) em que se parte de uma problematiza??o at? atingirem-se as conclus?es estat?sticas vivenciando assim a l?gica de uma investiga??o estat?stica. Foram tomados como aportes te?rico-metodol?gicos para elabora??o e condu??o destas atividades pressupostos da Educa??o Matem?tica Cr?tica e do enfoque Ci?ncias, Tecnologia e Sociedade conferindo-lhe uma abordagem cr?tico-reflexiva e fornecendo, tamb?m, reflex?es acerca da necessidade de letrar nossos estudantes para exercer sua cidadania e desenvolverem uma postura mais cr?tica frente ao conhecimento cient?fico e suas intera??es sociais. A concep??o de letramento estat?stico adotada ? a de Gal (2002) que fornece um modelo com elementos de conhecimento e disposi??o necess?rios para que um adulto seja considerado letrado estatisticamente em uma sociedade tecnol?gica. Com o intuito de construir uma resposta ? quest?o de investiga??o estabelecida as atividades foram implementadas em uma turma de 3? ano do Ensino M?dio de uma escola da Rede P?blica estadual de ensino de Minas Gerais. Os dados assim coletados foram analisados buscando-se identificar os aspectos do letramento de Gal (2002) manifestados e avaliar as intera??es entre os participantes que contribu?ram para essa manifesta??o. Os resultados apontam o ciclo investigativo como uma estrat?gia que pode contribuir significativamente no desenvolvimento do letramento estat?stico. __________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: The present study aims to examine the characteristics of statistical literacy that are manifested in students when statistical education is based on an investigative cycle. The study focuses on the question: What characteristics of statistical literacy are manifested by students when involved in teaching and learning based on an investigative cycle with emphasis on a cycle based on a critical-reflective approach and what aspects of the teaching of the cycle interfere in the manifestation of these characteristics? For this purpose a didactic proposal for the teaching and learning of high school statistics was developed...

Representa??es planas de corpos geom?tricos tridimensionais: uma proposta de ensino voltada para a codifica??o e decodifica??o de desenhos

Carvalho, Marlene Lima de Oliveira
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o Matem?tica. Departamento de Matem?tica, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o Matem?tica. Departamento de Matem?tica, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Esta pesquisa tem por objetivo identificar as contribui??es de uma sequ?ncia de atividades envolvendo o uso de materiais manuse?veis e recursos inform?ticos para a codifica??o (produ??o) e decodifica??o (leitura e interpreta??o) de desenhos de figuras tridimensionais. Tamb?m se coloca como objetivo da pesquisa a produ??o de uma proposta pedag?gica para o Ensino M?dio, como produto final da investiga??o. O presente estudo surgiu da preocupa??o com o ensino e a aprendizagem da Geometria Espacial, delimitado, posteriormente, para as representa??es planas de objetos geom?tricos tridimensionais, o foco deste estudo. A pesquisa estruturou-se, teoricamente, nas investiga??es de Parzysz (1988, 1991, 2006) sobre as representa??es planas dos objetos tridimensionais e a exist?ncia das geometrias concreta (G0), espa?o-gr?fica (G1), protoaxiom?tica (G2) e axiom?tica (G3); nos trabalhos de Mitchelmore (1980) sobre os est?gios de desenvolvimento representacional de algumas figuras espaciais desenhadas em perspectiva e nos estudos de Guti?rrez (1998a) sobre atividades desenvolvidas com m?dulos constru?dos com multicubos. A etapa experimental da pesquisa desenvolveu-se atrav?s de um estudo com abordagem qualitativa, com base na concep??o, elabora??o e aplica??o de uma sequ?ncia de atividades...

Ser exposto: a ?circula??o de crian?as? no Termo de Mariana (1737 ? 1828)

Damasceno, Nicole de Oliveira Alves
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Hist?ria. Departamento de Hist?ria, Instituto de Ci?ncias Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Hist?ria. Departamento de Hist?ria, Instituto de Ci?ncias Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Esta pesquisa se insere nas discuss?es sobre a hist?ria do abandono de crian?as no Brasil durante os s?culos XVIII e XIX. Procuramos entender, atrav?s de an?lises quantitativas e estudos de caso, qual era o significado de ser uma crian?a exposta nos s?culos passados. Para isso, utilizamos como principais fontes os Registros de Receita e Despesa da C?mara Municipal de Mariana e as Listas de Habitantes. Atrav?s delas conseguimos perceber a complexidade da ?circula??o de crian?as?, destacando os diferentes padr?es dessa pr?tica. Retratamos ainda o papel assistencialista da C?mara local, que pode nos demonstrar o que o abandono representava aos cofres p?bicos. Por fim, percebemos que ser abandonado n?o significava ser um desqualificado social; por vezes, crian?as poderiam melhorar a sua representa??o social ao ser exposta.____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This research is part of the discussions about the history of abandoned children in Brazil during the eighteenth and nineteenth centuries. We seek to understand, through quantitative analysis and case studies, what was the meaning of being exposed child in the past centuries. For this...

A "leg?tima Representante": c?maras municipais, oligarquias e a institucionaliza??o do Imp?rio liberal brasileiro (Mariana, 1822-1836)

Andrade, Pablo de Oliveira
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Hist?ria. Departamento de Hist?ria, Instituto de Ci?ncias Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Hist?ria. Departamento de Hist?ria, Instituto de Ci?ncias Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Esta disserta??o prop?e-se a analisar a incorpora??o dos grupos pol?ticos e espa?os de poder locais ao Estado imperial liberal. Para isto foi escolhido como espa?o privilegiado de an?lise a cidade mineira de Mariana no per?odo entre 1822 e 1836. Neste exame procurou-se demonstrar como se compunha a classe dirigente marianense e como ela se adaptou ?s transforma??es que o constitucionalismo imp?s ao arcabou?o institucional do Imp?rio brasileiro. E para se ter uma no??o mais aproximada de como estas transforma??es interferiram na composi??o do poder local foi realizada uma ampla aprecia??o da estrutura??o dos grupos pol?ticos e espa?os de poder locais, nomeadamente das c?maras municipais, no aparato da monarquia portuguesa, tanto em Portugal quanto no Brasil, e das mudan?as que os reformistas ilustrados e liberais propuseram para estas estruturas. Neste sentido, trabalhase com a hip?tese de que muitas das mudan?as efetivadas no Imp?rio liberal e que influ?ram diretamente sobre os modos de exerc?cio do poder local j? estavam sendo propostas desde o final do s?culo XVIII e que, por isso, n?o constitu?ram uma novidade para a classe dirigente de Mariana. Quando esta classe pactuou com d. Pedro em 1822 foi tendo como base princ?pios pol?ticos liberais. Princ?pios que ela adotou e defendeu por meio de sua atua??o na C?mara Municipal. E mesmo quando alguns dirigentes locais apelaram para a luta armada em 1833 foi em defesa do pacto liberal. Pacto que...

Estudo da incorpora??o de hidrog?nio no a?o l?quido

Henriques, Bruno Rodrigues
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
O hidrog?nio ? reconhecido como sendo um elemento residual sempre prejudicial ao a?o. Ele pode provocar danos severos que, dependendo das circunst?ncias, podem ser descritos como: bolhas, flocos ou escamas, fragiliza??o, fissuras e trincas internas. Existem numerosas fontes de incorpora??o de hidrog?nio durante os processos de fus?o no convertedor, tratamento da panela e lingotamento cont?nuo. Por outro lado, a redu??o do teor de hidrog?nio para n?veis ultrabaixos (<1,5ppm) no processo de desgaseifica??o ainda ? um desafio. A maior parte dos fundamentos termodin?micos e cin?ticos, relacionados com o hidrog?nio, ? conhecida. Contudo, n?o existem muitos modelos capazes de prever a import?ncia e o impacto de diversos par?metros operacionais sobre os teores de hidrog?nio no a?o l?quido, nas v?rias etapas do fluxo de produ??o da aciaria. Portanto, o objetivo desse trabalho ? identificar e quantificar as principais fontes de incorpora??o de hidrog?nio no a?o l?quido, atuantes no processo de produ??o da aciaria da ArcelorMittal Tubar?o, entre as etapas de vazamento do a?o l?quido no convertedor e o in?cio do tratamento da panela na esta??o de desgaseifica??o a v?cuo. Os dados gerados ser?o utilizados para desenvolver um modelo capaz de prever o teor de hidrog?nio no in?cio do tratamento na esta??o de desgaseifica??o a v?cuo. Para tanto...

Efeito do treinamento em nata??o sobre a express?o de RNAs mensageiros de prote?nas reguladoras de c?lcio no m?sculo card?aco de ratos com hipertens?o renovascular

Locatelli, Jamille
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A hipertens?o arterial leva a altera??es na express?o de prote?nas envolvidas na mobiliza??o de c?lcio (Ca2+ ), durante o acoplamento excita??o-contra??o. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do exerc?cio f?sico sobre a express?o de RNA mensageiro das prote?nas reguladoras do c?lcio no tecido card?aco. Para isso, ratos Fischer (p=150-200g) foram submetidos ? cirurgia para a indu??o da hipertens?o renovascular 2R1C, e posteriormente, divididos nos grupos 2R1C SED (sedent?rio) e 2R1C EX (exercitado), sendo que os grupos SHAM (cirurgia fict?cia), foram seus respectivos controles (SED e EX). Ap?s, os animais iniciaram um protocolo de nata??o (1h/dia, 5x/semana, durante 6 semanas) e foram avaliadas a press?o arterial m?dia basal, a freq??ncia card?aca, a hipertrofia de cardiomi?citos e a express?o de algumas prote?nas envolvidas na mobiliza??o de Ca2+ . O exerc?cio atenuou da press?o arterial m?dia (PAM) e a freq??ncia card?aca (bpm) basais no grupo 2R1C EX em compara??o aos animais 2R1C SED. A massa do cora??o (g) foi avaliada e os grupos SHAM EX, 2R1C SED e 2R1C EX mostraram um aumento em compara??o com o grupo SHAM SED. Ao analisarmos os resultados do PCR em tempo real, observamos que os n?veis da Ca2+ -ATPase do ret?culo (SERCA2a) aumentaram ap?s o treinamento com nata??o...

Polpa de a?a? modula a produ??o de esp?cies reativas de oxig?nio por neutr?filos e a express?o g?nica de enzimas antioxidantes em tecido hep?tico de ratos

Guerra, Joyce Ferreira da Costa
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A?a? (Euterpe oleracea Mart.) recentemente foi identificado como uma fonte promissora de antioxidantes naturais. O estresse oxidativo e a redu??o dos mecanismos de defesa antioxidante s?o fatores importantes no desenvolvimento das complica??es do diabetes. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o poss?vel efeito protetor da polpa de a?a? sobre a produ??o de esp?cies reativas de oxig?nio (ERO) por neutr?filos e sobre o sistema de defesa antioxidante hep?tico em ratos controle e diab?ticos. Ratas Fischer foram divididas em 4 grupos de 8 animais de acordo com o tratamento recebido, Controle (C), A?a? (A), diab?tico (D), e diab?tico + a?a? (DA). O diabetes foi induzido por uma ?nica inje??o intraperitoneal de estreptozotocina (35mg/kg de peso corporal) no primeiro dia do experimento. Os grupos C e D receberam dieta padr?o (AIN-93), os grupos A e DA receberam dieta padr?o acrescida com 2% da polpa de a?a?. Ao final de 4 semanas os animais foram anestesiados e eutanasiados. A suplementa??o da dieta com 2% da polpa de a?a? por 30 dias aumentou os n?veis de mRNA para ?-glutamilciste?na sintetase (?-GCS) e glutationa peroxidase (GPx) no tecido hep?tico, aumentou o conte?do de glutationa total e reduziu a produ??o de EROs por neutr?filos em ratos controle. Os ratos diab?ticos apresentaram redu??o na express?o de mRNA que codificam para a Zn-super?xido dismutase (Zn-SOD)...

Mecanismo de ativa??o da H+-ATPase de membrana plasm?tica da levedura Saccharomyces cerevisiae por agentes despolarizantes

Pereira, Michele Bueno de Moura
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A H+-ATPase de membrana citoplasm?tica da levedura Saccharomyces cerevisiae ? uma bomba de pr?tons que possui um papel essencial na fisiologia da levedura. A atividade desta enzima ? regulada tanto a n?vel transcricional quanto a n?vel p?s-transcricional e uma importante caracter?stica ? o fato desta enzima ser ativada por glicose, baixo pH e por agentes despolarizantes. A via de ativa??o da H+-ATPase por agentes despolarizantes ainda n?o ? conhecida. Neste trabalho sugerimos uma via de transdu??o de sinal semelhante a do fosfatidil inositol como parte do mecanismo de ativa??o ATP?sica pelo Cianeto carbonil mclorofenilhidrazona. Nesta via esta droga ativaria a enzima fosfolipase C que hidrolisaria o fosfatidilinositol-bifosfato em dois componentes, diacilglicerol e inositol tri-fosfato. O inositol trifosfato gerado estaria desencadeando a mobiliza??o de c?lcio extracelular e de estoques intracelulares. O aumento dos n?veis de c?lcio livre citos?lico, juntamente com a forma??o de diacilglicerol, poderia estar levando a ativa??o da prote?na quinase C, que uma vez ativa, estaria fosforilando a H+-ATPase em dois res?duos de amino?cidos essenciais para a mudan?a conformacional da enzima, tornando-a ativa. ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: The plasma membrane H+-ATPase from the yeast Saccharomyces cerevisiae is a proton pump that plays an essential role in the yeast physiology. The activity of this enzyme is regulated at both transcriptional and post-translational levels and a remarkable characteristic is the fact that it is activated by glucose...

Caracteriza??o molecular de cepas de Staphylococcus aureus isoladas no Hospital Municipal de Ipatinga-MG

Cordeiro, M?nica Mendes
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Infec??es causadas por Staphylococcus aureus resistente ? meticilina podem ter consequ?ncias graves para os pacientes de servi?os de sa?de. Diversas medidas de controle s?o implementadas no sentido de conter a dispers?o destes microrganismos, mas nem sempre s?o suficientes. O objetivo deste trabalho foi identificar cepas de S. aureus sens?veis (MSSA) e meticilina-resistentes (MRSA) pertencentes ao banco de dados do Laborat?rio de An?lises Cl?nicas da Prefeitura Municipal de Ipatinga/ MG isoladas de amostras cl?nicas de pacientes colonizados por S. aureus internados no per?odo de abril de 2008 a abril de 2009. Durante um ano foram identificados 439 isolados e deste conjunto, 50 (11,4%) apresentaram caracter?sticas morfol?gicas e fenot?picas de S. aureus e destes seis (12%) isolados mostraram resist?ncia a pelo menos um dos 18 antibi?ticos testados, enquanto nenhuma cepa foi resistente ? vancomicina. Para analisar a estrutura populacional de S.aureus foi utilizada a t?cnica de PCR - eletroforese em gel de poliacrilamida desnaturante (DGGE). Inicialmente, o DNA gen?mico foi extra?do e os amplicons espec?ficos para as regi?es V5-V3 do 16S DNAr bacteriano foram obtidos e analisados por DGGE. Nossos resultados sugerem grandes varia??es gen?ticas anos isolados de S. aureus. As cepas de MRSA tamb?m foram caracterizadas atrav?s da an?lise da express?o de genes envolvidos em resist?ncia utilizando a t?cnica de qRT-PCR. Nossos resultados mostram uma varia??o significativa no perfil de express?o entre os genes mecA-1...

Ensaio comunit?rio mascarado para avaliar a efetividade de uma vacina contra a leishmaniose cut?nea na microrregi?o de Caratinga, Minas Gerais, Sudeste do Brasil, 2002-2007.

Mendes, Alekson Mendon?a
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A complexidade eco-epidemiol?gica da LTA tem dificultado o desenvolvimento de estrat?gias eficazes para a preven??o e controle da doen?a. Portanto, o desenvolvimento de uma vacina segura e efetiva ainda permanece a forma mais promissora para prevenir a LTA. O objetivo do presente estudo foi determinar a redu??o da incid?ncia da LTA de uma s?rie temporal de 18 anos, ap?s 5 anos do uso I.M. de duas doses da vacina produzida com Leishmania (Leishmania) amazonensis mortas. Um ensaio comunit?rio mascarado foi executado em 108 pequenas ?reas geogr?ficas de uma regi?o end?mica de LTA em Bom Jesus do Galho, Caratinga, C?rrego Novo, Entre Folhas, Imb? de Minas e Ubaporanga localizadas na microrregi?o de Caratinga, leste do Estado de Minas Gerais, no per?odo de 2002 a 2007. Estas comunidades depois de estratificadas pelo tamanho populacional (N = 11.773) foram randomizadas atrav?s de amostra simples para receber vacina (N=50) ou placebo (N=58). Um total de 5.606 indiv?duos de 5 a 59 anos e que n?o apresentavam hist?ria de LTA e apresentavam IDRM negativo, foram eleitos para participar do ensaio. As taxas de incid?ncia observadas nas ?reas vacinadas ou controles foram comparadas atrav?s da an?lise de co-vari?ncia ajustada pela incid?ncia m?dia anual pr?-vacinal. Diferen?as entre grupos foram consideradas significantes quando P < 0.05. N?o foi observada diferen?a significativa (p= 0...

A influ?ncia de fatores nutricionais na resposta ao teste de Montenegro, em indiv?duos vacinados anti leishmaniose tegumentar americana

Ara?jo, Alexandra Paiva
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A leishmaniose tegumentar americana (LTA) ? uma doen?a cr?nica causada por esp?cies do g?nero Leishmania e altamente prevalente em regi?es tropicais e subtropicais do mundo. No Brasil, ? considerada altamente end?mica, com uma incid?ncia de 40.000 casos em 2002 (Desjeux, 2004). Uma vacina composta por promastigotas mortas de Leishmania (Leishmania) amazonensis foi desenvolvida por Mayrink e colaboradores e ?, atualmente, uma das possibilidades que se tem para a preven??o da LTA. No entanto esta tem apresentado uma baixa imunogenicidade quando avaliada pelo Teste de Montenegro (TM), com aproximadamente 20 a 30% de n?o convers?o do TM em indiv?duos ap?s vacina??o. V?rios fatores poderiam estar relacionados a esta baixa convers?o do TM. Dentre estes, fatores nutricionais como os elementos tra?o (cobre, ferro, sel?nio e zinco) apresentam uma rela??o com a resposta imunol?gica, tanto pela necessidade destes para a prolifera??o e matura??o das c?lulas do sistema imune, quanto da mudan?a de seus n?veis s?ricos em processos inflamat?rios e infecciosos. Diante destes dados e da n?o exist?ncia de estudos sobre a influ?ncia desses elementos tra?o na resposta imunol?gica humana induzida pela vacina anti-LTA, o objetivo deste estudo foi avaliar a rela??o entre fatores nutricionais e a resposta ao TM em indiv?duos vacinados anti-LTA. O estudo foi realizado em uma subamostra (n = 172) de um ensaio comunit?rio para avalia??o da efic?cia da vacina anti-LTA...

Clonagem e express?o do cDNA codificante para a toxina do veneno de Lasiodora sp, LTx2, em vetor de express?o pET11a.

Dutra, Alexandre A. de Assis
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
O veneno de cobras, escorpi?es, aranhas e outros animais venenosos ? uma fonte rica em toxinas. Uma caracter?stica importante de algumas toxinas ? o fato de serem esp?cie espec?ficas. Neste trabalho, n?s realizamos a clonagem da seq??ncia codificante para a toxina LTx2 da aranha Lasiodora sp. no vetor de express?o pET11a. Esta toxina foi previamente identificada, atrav?s da varredura de uma biblioteca de cDNA da gl?ndula de veneno desta aranha. A an?lise de similaridade, feita com o programa de alinhamento local BLAST, mostrou que esta toxina apresenta similaridade com as toxinas huwetoxina-II e huwetoxina-VII da aranha Selenocosmia huwena, bem como com as toxinas LTx1 e LTx3 da Lasiodora sp. Ap?s a clonagem no vetor de express?o, n?s sequenciamos o produto da clonagem pelo m?todo de Sanger e verificamos que o mesmo foi inserido no frame correto. A indu??o da express?o da toxina recombinante foi feita usando IPTG na concentra??o de 0,6 mM, por 3-4 horas. Atrav?s de ensaios imunoqu?micos, n?s constatamos que neste sistema a prote?na recombinante ? expressa sobretudo na forma de corpos de inclus?o. Definimos ent?o, uma estrat?gia para obter a toxina sol?vel renaturada. Utilizando uma solu??o contendo ur?ia na concentra??o de 6 M realizamos a desnatura??o dos corpos de inclus?o...

Avalia??o nutricional, defesas antioxidantes e perfil de lip?deos s?ricos em ratos treinados submetidas ? dieta hipercolestrol?mica

Gon?alves, Allan Cristian
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Embora muito se tenha estudado a respeito do metabolismo lip?dico e par?metros associados ao estresse oxidativo decorrente da natureza do metabolismo aer?bio, algumas quest?es permanecem em aberto. Em rela??o ao exerc?cio f?sico e ?s adapta??es provocadas pelo treinamento sobre o metabolismo aer?bio de lip?deos bem como sobre indicadores de estresse oxidativo, h? pontos que n?o est?o totalmente elucidados. Acredita-se que estudos com animais submetidos ? dieta hipercolesterol?mica podem contribuir com mais informa??es de maneira que se fa?a avan?ar no conhecimento acerca desses t?picos. V?rios trabalhos relatam que atividade f?sica tem demonstrado atuar beneficamente sobre fatores determinantes do metabolismo lip?dico, que podem ser verificados atrav?s de indicadores s?ricos e da avalia??o nutricional. Tais efeitos mostram-se mais efetivos quando o exerc?cio ? combinado com dieta equilibrada. Neste estudo, 48 ratas Fisher adultas foram distribu?das em quatro grupos: Exerc?cio (nata??o 30 min/dia, 5 dias/semana) com Dieta Hipercolesterol?mica (EH), Exerc?cio com Dieta Controle (EC), Sedent?rio com Dieta Hipercolesterol?mica (SH) e Sedent?rio com Dieta Controle (SC). Ap?s 9 semanas os animais foram sacrificados 48 horas ap?s a ?ltima sess?o de treinamento...

Leishmania amazonensis prejudica resposta de c?lulas dendr?ticas via inibi??o da express?o de CD40 mediada por ectonucleotidases e pela ativa??o do receptor de adenosina A2B

Figueiredo, Amanda Braga de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Infec??es por Leishmania podem resultar num amplo espectro de manifesta??es cl?nicas, e o resultado da doen?a ? determinado pela esp?cie do parasito e a resposta imune do hospedeiro. C?lulas dendr?ticas desempenham um papel essencial na modula??o da resposta imune, incluindo durante a infec??o por Leishmania. O ATP extracelular exibe propriedades pr?-inflamat?rias, enquanto a adenosina ? um importante mediador antiinflamat?rio. Baseados nessas observa??es, nosso objetivo foi investigar os efeitos da infec??o por Leishmania na resposta de c?lulas dendr?ticas e a participa??o da sinaliza??o purin?rgica nesse processo. C?lulas dendr?ticas derivadas de medula ?ssea de camundongos C57BL/6J foram infectadas com promastigotas metac?clicas de L. amazonensis, L. braziliensis ou L. major marcadas com CFSE (numa propor??o de 3 parasitos por c?lula dendr?tica). C?lulas infectadas reduziram a express?o de MHCII e CD86, independentemente da esp?cie de parasito utilizada. A express?o de CD40 foi significativamente maior em c?lulas dendr?ticas infectadas com L. braziliensis ou L. major, quando comparadas a c?lulas dendr?ticas n?o infectadas. Por outro lado, a express?o de CD40 n?o foi alterada em c?lulas dendr?ticas infectadas com L. amazonensis, e estas c?lulas apresentaram uma capacidade reduzida de induzir a prolifera??o de linf?citos T...

Efeito do tratamento com benzonidazol sobre o curso da infec??o pela cepa Y do Trypanosoma cruzi em camundongos submetidos ? altera??o dos estoques de ferro pelo uso da desferrioxamina

Francisco, Amanda Fortes
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Neste trabalho foi verificado o efeito do tratamento com o ?nico f?rmaco utilizado no Brasil para o tratamento da Doen?a de Chagas em camundongos submetidos a altera??es nos estoques de ferro. Utilizaram-se camundongos Swiss machos com trinta dias de idade, divididos em sete grupos experimentais: (1) n?o infectado n?o tratado - NINT; (2) infectado n?o tratado - INT; (3) tratado com Benzonidazol (Bz) - BZ; (4) infectado e tratado com Desferrioxamina (DFA) por 21 dias (DFA-21); (5) infectado e tratado com Bz e DFA por 21 dias (BZ/DFA-21); (6) infectado e tratado com DFA por 35 dias (DFA-35) e (7) infectado e tratado com BZ e DFA por 35 dias (BZ/DFA-35). Os animais dos grupos DFA-35 e BZ/DFA-35 receberam 5mg/animal/dia de DFA durante os 14 dias que precederam ? infec??o (500 formas sangu?neas da cepa Y do T. cruzi via intraperitoneal). Os animais tratados com Bz receberam o f?rmaco a partir do primeiro dia de infec??o e por mais 21 dias. Ap?s a infec??o, o grupo DFA-21, BZ/DFA-21, DFA-35 e BZ/DFA-35 receberam DFA por mais 21 dias. Foram avaliadas as curvas de parasitemia diariamente, per?odo pr?-patente, per?odo patente, pico de parasitemia, dia do pico de parasitemia e taxa de mortalidade. Hemocultura, PCR e ELlSA negativos foram utilizados como crit?rios para definir cura parasitol?gica. Os animais foram necropsiados no 10o e 16o dia p?s infec??o (dpi) sendo determinados os n?veis de ferro hep?tico...

Estudo de caracteriza??o e aplica??o dos res?duos s?lidos gerados na fabrica??o de precipitado de carbonato de c?lcio como corretivo da acidez do solo

Mello Filho, Carlos Henrique Ramos
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
A ind?stria de carbonato de c?lcio ? uma atividade produtiva geradora de res?duos s?lidos impactantes para o meio ambiente por conterem alta concentra??o de elementos alcalinos (CaO, CaCO3 e Ca(OH)2). Este trabalho visa ? caracteriza??o e a classifica??o dos res?duos s?lidos gerados no processo de hidrata??o de uma ind?stria de carbonato de c?lcio, segundo as normas NBR s?rie 10.000 da ABNT, e a determina??o do potencial e efici?ncia de utiliza??o dos res?duos s?lidos como corretivo da acidez do solo. Inicialmente os res?duos estudados foram submetidos ? an?lise de massa bruta, ensaios de lixivia??o , solubiliza??o, ensaios de pH, Difratometria de Raio-X, Espectrometria de Emiss?o At?mica, via Plasma Indutivamente Acoplado (ICP-AES), an?lise granulom?trica e an?lise de teor de umidade. A determina??o do potencial e efici?ncia dos res?duos como corretivo da acidez do solo procedeu-se atrav?s da an?lise dos atributos da qualidade dos corretivos do solo (PN, PRNT, teores de Ca e Mg, granulometria). As an?lises laboratoriais ocorreram quando da vig?ncia da NBR s?rie 10000/87, por esta raz?o nas discus?es dos resultados foram levadas em considera??o as NBR s?rie 10000/87 e NBR s?rie 10000/2004. Segundo a NBR 10000/87 os res?duos s?o classificados como classe II (n?o-inerte) devido ao par?metro dureza total(CaCO3)= 1884...

Avalia??o dos par?metros de CRI e CSR do coque produzido em forno industrial, forno de soleira aquecida e box test

Casagrande, Catia Moreira
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
O controle de processo de uma planta industrial de produ??o de coque metal?rgico depende de vari?veis operacionais e intr?nsecas do coque. A busca de modelos de controle e m?todos que simulam o forno industrial de coqueria torna-se necess?ria. As qualidades f?sicas, qu?micas e metal?rgicas do coque s?o importantes na fabrica??o do ferro-gusa. O objetivo geral deste trabalho ? avaliar novos m?todos em escala piloto em rela??o ? qualidade do coque, antes da mistura de carv?o ser enfornada no forno industrial. Neste trabalho, os carv?es e misturas de carv?es foram caracterizados por meio de an?lises f?sicas, qu?micas e petrogr?ficas. Com o conhecimento das caracter?sticas dos materiais, os ensaios de forno industrial, forno soleira aquecida e box test foram realizados com a finalidade de produzir o coque para avalia??o da qualidade do mesmo. Avaliaram-se os dados de ?ndice de reatividade do coque (CRI) e ?ndice de reatividade ap?s rea??o de CO2 (CSR) do coque produzido em forno industrial, forno de soleira aquecida e box test, como tamb?m o modelo de previsibilidade do CSR adotado do Valia (1989). Posteriormente, estes resultados em escala piloto e o modelo de previsibilidade foram correlacionados com o coque produzido em forno industrial. A varia??o dos resultados de CRI e CSR do coque em forno de soleira aquecida foi maior em rela??o ao forno industrial e box test. O modelo de previsibilidade utilizado no trabalho possui boa correla??o com o forno industrial...

Comportamento do mangan?s durante o sopro de oxig?nio em convertedor

Bar?o, Celso Dias
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Atrav?s de levantamento bibliogr?fico, estudo com dados operacionais e experi?ncias industriais, foram investigados os par?metros operacionais e de processo, sobre o comportamento do mangan?s na opera??o de fabrica??o de a?o em convertedor com sopro de oxig?nio. Os resultados mostraram que os principais fatores que influenciam no comportamento do mangan?s s?o: a quantidade de mangan?s carregado, o volume de esc?ria formado, o n?vel de oxida??o e a temperatura. De acordo com an?lise realizada em um banco de dados com mais de 10.000 corridas, cuja amplitude permitiu empreender uma estratifica??o de valores dos par?metros operacionais, foi observado que s?o obtidos maiores teores de mangan?s de fim de sopro, com o aumento da temperatura, eleva??o no teor de mangan?s do gusa, redu??o no teor do sil?cio do gusa ou em corridas com menores n?veis de oxida??o. __________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: A literature survey coupled with an analysis of operational database containing more than 10,000 heats data and industrial experiences has allowed assessing the influence of operational and process parameters upon manganese behavior in the BOF process. The results have shown the main factors of the influence in manganese behavior...

Influ?ncia do metabolismo extracelular de ATP em infec??es por parasitos do g?nero leishmania

Silva, Eduardo de Almeida Marques da
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Varia??es nos quadros cl?nicos da leishmaniose, observadas tanto na doen?a em humanos quanto em murinos, sugerem a exist?ncia de uma diferencia??o, dependente da esp?cie, na capacidade de parasitos do g?nero Leishmania causarem les?es no hospedeiro. A procura de fatores que diferenciam as esp?cies de Leishmania quanto ? sua virul?ncia se faz, ent?o, necess?ria para o entendimento dos mecanismos pelos quais esses parasitos causam danos aos seus hospedeiros, possibilitando a descoberta de novas ferramentas de potencial terap?utico contra a leishmaniose. Componentes da via de metabolismo do ATP extracelular s?o candidatos potenciais para fatores de virul?ncia desses parasitos, visto que tanto o ATP quanto a adenosina, produto da hidr?lise de AMP, s?o capazes de influenciar a resposta imunol?gica do hospedeiro e, conseq?entemente, o estabelecimento do parasito. Essa hip?tese ? suportada pelo fato da Leishmania necessitar da utiliza??o da via de salva??o de purinas pela a??o de enzimas, dentre elas as apirases, sobre o ATP extracelular, que possui propriedades imunoestimulantes, para gerar adenosina, produto da hidr?lise do AMP pelas 5?-nucleotidases, cuja import?ncia para o metabolismo do parasito e para a regula??o da resposta imune est? bem descrita na literatura. Para testar essa hip?tese...

Avalia??o da atividade in vitro de nanoemuls?es e nanoc?psulas de fluconazol contra candida spp.

Sousa, Eliana Camargo
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Com o n?mero crescente de pacientes sob imunossupress?o induzida por doen?as ou f?rmacos, as infec??es f?ngicas disseminadas est?o se tornando problemas s?rios de sa?de, principalmente em ambiente hospitalar, e novas abordagens para a terapia antif?ngica precisam ser investigadas. Grande parte das infec??es disseminadas ? provocada pela esp?cie Candida albicans sendo o fluconazol o f?rmaco de escolha, mas o surgimento de fen?menos de resist?ncia f?ngica tem sido relatado. Com o intuito de investigar o efeito do fluconazol associado a nanoestruturas sobre esp?cies de Candida, neste trabalho foram desenvolvidas nanoemuls?es e nanoc?psulas de poli-e- caprolactona contendo fluconazol. An?lises morfol?gicas e f?sico-qu?micas das nanoestruturas foram realizadas revelando formato esf?rico e tamanho m?dio variando de 136,5 a 180,2 nm para as nanoemuls?es (NE) e de 203,6 a 213,6 nm para as nanoc?psulas (NC). Ambas as dispers?es apresentaram caracter?sticas homog?neas e demonstraram estruturas monodispersas. O percentual de encapsula??o do fluconazol nas NE e NC foi de 49,2 ? 0,65 e 45,6 ? 0,52, respectivamente. Procedimentos de purifica??o por di?lise direta foram efetuados e as nanoestruturas foram testadas contra suspens?es celulares de Candida albicans e Candida parapsilosis e seus efeitos avaliados por turbidimetria...