Página 13 dos resultados de 1079 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Avaliação de ingredientes alternativos na alimentação de frangos de corte com a adição de enzimas; Evaluation of alternative ingredients in diets of broilers with the addition of enzymes

Bozutti, Samuel Real de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Realizaram-se dois experimentos com o objetivo de avaliar a inclusão dos ingredientes alternativos farelo de girassol e sorgo na alimentação de frangos de corte adicionando-se enzimas. Os experimentos foram divididos em três ensaios independentes, os quais corresponderam a cada fase de criação: fase inicial (1 a 21 dias), onde foram avaliadas as características de desempenho; fase de crescimento (22 a 42 dias), onde foram avaliadas as características de desempenho e as características da carcaça e fase final (43 a 49 dias), onde foram avaliadas as características de desempenho e as características da carcaça. Para cada ensaio foram utilizadas 1.280 aves de ambos os sexos avaliando-se: desempenho (consumo, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de carcaça e rendimento dos cortes comerciais (peito, coxa + sobrecoxa, asa e dorso)), umidade da cama, viscosidade da digesta. Os dados foram submetidos à análise de variância utilizandose o procedimento do programa SAS (Statistic Analisys System, 2001) e como teste de comparação de médias foi utilizado o Teste de Tukey. No primeiro experimento, com farelo de girassol, o delineamento foi o inteiramente casualizado, com 8 tratamentos, em esquema fatorial 2 X 2 X 2 (2 critérios de formulação aminoácidos digestíveis e totais; 2 níveis de inclusão do farelo de girassol 0% e 15%; 2 formas de utilização das enzimas: com adição e sem adição)...

Avaliação da digestibilidade de nutrientes, em bovinos, de alguns alimentos concentrados pela técnica de três estádios

Beran, Fernando Henrique Brussi; Silva, Leandro das Dores Ferreira da; Ribeiro, Edson Luis de Azambuja; Rocha, Marco Antônio da; Ezequiel, Jane Maria Bertocco; Correa, Rômulo Alexandre; Castro, Valdecir de Souza; Silva, Kátia Cristina Fernandes da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 130-137
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Este trabalho foi realizado com o objetivo de determinar a digestibilidade de componentes nutricionais não-degradados no rúmen por meio da técnica de três estádios. Foram avaliados oito alimentos concentrados: grão de girassol integral (GI), torta de girassol com uma (TG1x) e com duas passagens pela prensa (TG2x), grão de soja integral (SI) e parcialmente desengordurado (SD), farelo de soja (FS), farelo de gérmen de milho desengordurado (GM) e concentrado comercial (CC) com 36% de PB. Os alimentos foram incubados no rúmen de bovinos por 33, 20 e 12 horas, correspondendo a taxas de passagens de 3, 5 e 8%/h, respectivamente. Os resíduos não-degradados no rúmen foram submetidos à digestão com solução de pepsina com pH 1,9 durante 1 hora e, posteriormente, em solução de pancreatina com pH 7,8 durante 24 horas, ambas a 38ºC. Nos resíduos desta incubação, foram determinados a MS, MO e os teores de nitrogênio total. A digestibilidade intestinal in vitro da MS não degradada no rúmen, considerando taxa de passagem de 5%/h, variou de 7,88 a 37,72%, sendo que o CC e a SI apresentaram as maiores digestibilidades. A digestibilidade da PB não-degradada no rúmen variou de 13,67 a 81,76% para mesma taxa de passagem. O GI apresentou a menor e o CC e o FS as maiores digestibilidades da PB. A digestibilidade da MO variou de 7...

Composição química e perfil de ácidos graxos da carne de bovinos de diferentes condições sexuais recebendo silagem de milho e concentrado ou cana-de-açúcar e concentrado contendo grãos de girassol

Fernandes, Alexandre Rodrigo Mendes; Sampaio, Alexandre Amstalden Moraes; Henrique, Wignez; Tullio, Rymer Ramiz; Oliveira, Emanuel Almeida de; Silva, Tiago Máximo da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 705-712
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
O objetivo neste trabalho foi avaliar as características químicas e a composição em ácidos graxos do contrafilé (músculo Longissimus) de tourinhos, novilhos e novilhas da raça Canchim. Os animais foram terminados em confinamento com duas dietas experimentais, uma com silagem de milho e concentrado e outra com cana-de-açúcar e concentrado contendo grãos de girassol. Os teores de umidade, proteína e minerais no músculo não diferiram entre as dietas e as condições sexuais dos animais. A carne de novilhos terminados com a dieta com grãos de girassol apresentou maior teor de lipídios (3,31%) em comparação à dos animais de outras categorias. Os animais que receberam a dieta com grãos de girassol apresentaram maiores concentrações de ácido linoléico conjugado (18:2 cis9, trans-11) (0,73%) e ácidos graxos poliinsaturados (8,12%) no músculo, e também relações mais elevadas de ácidos graxos insaturados:saturados (0,93) e ácidos graxos poliinsaturados:saturados (0,16) em comparação àqueles que receberam a dieta convencional, à base de silagem de milho (0,34%; 6,31%; 0,86; e 0,11, respectivamente). A composição em ácidos graxos da carne de bovinos pode ser melhorada com a utilização de cana-de-açúcar e grãos de girassol na dieta dos animais terminados em confinamento.; The objective in this work was to evaluate the chemical characteristics and the fatty acids composition of beef loin (Longissimus muscle) of young bulls...

Desenvolvimento de grãos e produção de fitomassa do girassol em função de adubações boratadas

Simoneti Foloni, Jose Salvador; Garcia, Rodrigo Arroyo; Cardoso, Celso Luiz; Teixeira, Joao Paulo; Grassi Filho, Helio
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Publicador: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: 273-280
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Sunflower crop is a good option to no-tillage system; however, it is sensible to low B availability, what is common in tropical soils. The objective of this study was to evaluate the crop development, grain yield and grain size as affected by B fertilizer doses applied in the sowing and by leaf application. The experiment was conducted in controlled conditions, with four Borax doses (0; 1; 2 e 3 kg B ha(-1)) in the sowing interacting with four Boric Acid doses (0; 0,5; 1 e 2 kg B ha(-1)) by leaf application. The plants were managed until grain physiological maturity, when stems, leaves and capitula were sampled, besides the counting and weighing of two grain classes separated by size. The B fertilizer applied in the sowing lines increased total dry matter phytomass and grain yield. However, when interacting with high doses of B by leaf application, these values decreased. Grain size was increased with leaf fertilization, when B was not applied in the soil or with only 1 kg B ha(-1) in the sowing line. on the other hand, when B was applied from 2 to 3 kg ha(-1) in the crop sowing, high doses of leaf fertilizer affected grain filling.; O girassol apresenta características favoráveis ao sistema de semeadura direta, se enquadrando em uma rotação de culturas. Contudo...

Composições tecidual e química do lombo de cordeiros alimentados com rações contendo semente de girassol em comedouros privativos

Macedo, Vicente de Paulo; Garcia, Cledson Augusto; Silveira, Antônio Carlos; Monteiro, Alda Lúcia Gomes; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; Spers, Rodolfo Cláudio
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1860-1868
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
O experimento foi realizado objetivando avaliar a composição tecidual e química do músculo Longissimus dorsi de cordeiros Suffolk alimentados em comedouros privativos com ração contendo 0; 6,60; 13,20 ou 19,80% de semente de girassol. Ao nascer, os cordeiros foram numerados, pesados e distribuídos aleatoriamente nos piquetes compondo quatro repetições por tratamento em um total de 16 cordeiros. As rações continham 2,65; 2,78; 2,89 ou 2,93 Mcal/kg de energia metabolizável e 18,38; 18,75; 19,98 ou 21,18% de proteína bruta e foram fornecidas à vontade aos cordeiros. Os cordeiros foram pesados a cada 14 dias e mantidos com as ovelhas até atingirem o peso vivo de abate pré-estabelecido (28 kg). As carcaças foram mantidas durante 24 horas na câmara frigorífica a 5ºC e, posteriormente, foram seccionadas em sete regiões anatômicas para coleta dos lombos esquerdo e direito e obtenção, no músculo Longissimus dorsi, do peso dos componentes do lombo (músculo, osso e gordura) e da composição química e do perfil de ácidos graxos do músculo, do osso e da gordura. A semente de girassol influenciou o peso total do lombo, os pesos de músculo e tecido conjuntivo e o rendimento do tecido conjuntivo. O aumento no percentual de semente de girassol na ração diminuiu a quantidade dos ácidos láurico e palmítico (saturados) e aumentou a dos ácidos oléico e linoléico (insaturados). A qualidade nutricional da carne dos cordeiros melhora com aumento da utilização de semente de girassol na dieta.; The experiment carried out in aiming to evaluate the tissue and chemical composition of longissimus dorsi muscle of Suffolk lambs fed on creep feeding system with ration containing 0.0...

Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

da Silva, José Iran Cardoso; Martins, Dagoberto; Pereira, Maria Renata Rocha; Cardoso, Leonildo Alves; Rodrigues-Costa, Andreia Cristina Peres
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1254-1265
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
The interference of weeds in sunflower cultivation can significantly reduce the productivity of achenes. The objective of this study was to determine the period before interference and total period of interference of the weed community on productivity and achene oil of sunflower cultivation. The experiment was conducted under field conditions in the fieldin Botucatu (SP) in the 2007/2008 agricultural year. The experimental design was a randomized complete block with four replications. The treatments were composed of portions represent periods of control and presence of weeds. For control periods, the culture was kept free of weeds by increasing periods of 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 and 110 days after the emergence (DAE) of sunflower. For periods of coexistence, the culture was maintained in the presence of the weed community for the same periods. We assessed the following variables: diameter of chapters, achene yield, oil yield of sunflower, density and dry matter of weeds and phytosociological indices. The period before the interference was 35 DAE culture to the productivity of achenes, and the total period of interference lasted until 24 DAE. For oil yield, the period before the interference was 25 DAE, whereas the total period of interference lasted for 14 DAE.; A interferência de plantas daninhas na cultura do girassol pode reduzir significativamente a produtividade de aquênios. O objetivo deste trabalho foi determinar o Período Anterior à Interferência e o Período Total de Prevenção à Interferência da comunidade infestante sobre a produtividade de aquênios e de óleo da cultura do girassol. O experimento foi conduzido em campo...

Épocas de adubação nitrogenada na cultura do milho e sua influência na cultura subsequente, girassol, em sistema de semeadura direta

Freire, Luciana Maria da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 92 f. : il. color. , grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; O rendimento de grãos de milho é influenciado pela disponibilidade de nitrogênio no solo durante o ciclo de desenvolvimento da planta. O objetivo deste trabalho foi avaliar em sistema de semeadura direta, os resultados obtidos com a adubação nitrogenada em pré-semeadura e em cobertura na cultura do milho analisando a produtividade de grãos desta cultura e da cultura subsequente, o girassol. O experimento foi conduzido em uma área no sistema de semeadura direta há cinco anos, no Sítio Santo Antônio em Pirassununga, SP no ano agrícola 2004/2005. Utilizou-se o delineamento experimental de parcelas subdivididas, sendo 3 híbridos de milho, 4 épocas de adubação e 5 repetições. A dose em cobertura de 102,5 kg ha-1 N, com o adubo 25-15-10, tendo como fonte de N o nitrato de amônio, foi aplicado nas seguintes épocas: Tratamento 1 (E1): testemunha (sem aplicação antecipada e sem cobertura de N); Tratamento 2 (E2): todo N em cobertura com milho de 3 a 4 folhas expandidas; Tratamento 3 (E3): em cobertura metade da dose de N com milho de 3 a 4 folhas expandidas e o restante de N com milho de 7 a 8 folhas expandidas; e Tratamento 4 (E4): metade da dose de N em pré-semeadura (15 dias antes da semeadura)...

Não-componentes da carcaça e carne de cordeiros alimentados com cana-de-açúcar associada a grãos de girassol e vitamina E

Lima, Natália Ludmila Lins
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 43 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Objetivando-se avaliar peso e porcentagem dos não-componentes da carcaça e teores de matéria mineral (macro e microminerais), proteína bruta, extrato etéreo, umidade, e vitamina E do coração, fígado, língua, pulmões, retículo, rins e carne oriunda do músculo Longissimus dorsi de cordeiros terminados em confinamento com dietas contendo grãos de girassol e vitamina E, utilizou-se 32 cordeiros Ile de France, machos não castrados, dos 15 aos 32 kg de peso corporal. O peso da pele (3,31 kg), a porcentagem do esôfago (0,20%) e do pâncreas (0,18%) foram superiores nos cordeiros alimentados com dietas contendo vitamina E, o peso e porcentagem do aparelho respiratório com traqueia foram superiores quando fornecido dieta sem grãos de girassol. Não houve diferença (P<0,05) quanto ao peso e porcentagem dos demais não-componentes da carcaça. No fígado não foram observadas diferenças (P>0,05) quanto à matéria mineral (1,99 g/100 g), proteína bruta (20,03 g/100 g), extrato etéreo (2,39 g/100 g), umidade (74,78 g/100 g), macrominerais e microminerais...

Avaliação da qualidade de óleos de soja, canola, milho e girassol durante o armazenamento

Fuentes, Paula Heidy Aguilera
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 134 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2011; No Brasil o prazo de validade de óleos vegetais é determinado pelas indústrias produtoras que estabelecem prazos que variam entre 6 meses e 1 ano. Durante este período os óleos produzidos deveriam apresentar características de qualidade estabelecidas pela legislação brasileira através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Neste trabalho a qualidade dos óleos de soja, canola, milho e girassol embalados em PET foram avaliados por um período de um ano. Foram realizadas análises de índice de peróxido, acidez, umidade por Karl Fischer, ponto de fumaça, perfil de ácidos graxos, índice de iodo, análise sensorial e de compostos voláteis no #headspace#. Os valores máximos de índice de peróxido foram atingidos no 330º dia de armazenamento para os óleos de soja A (7,35 mEq/Kg óleo); canola (8,71 mEq/Kg óleo), milho (3,90 mEq/Kg óleo) e girassol (9,36 mEq/Kg óleo). No 270° dia de armazenamento obteve-se o valor máximo de IP para o óleo de soja B (5,39 mEq/Kg óleo). Foi observado um aumento linear significativo (p < 0...

Desempenho, características de carcaça e componentes corporais de ovinos deslanados alimentados com silagem de girassol e silagem de milho; Performance, carcass traits and body components in hair sheep fed with sunflower Silage and corn silage

Sousa, Vandenilce Sandra de; Louvandini, Helder; Scropfner, Edvânia dos Santos; Pimentel, Concepta Margaret McManus; Abdalla, Adibe Luiz; Garcia, José Américo Soares
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Com objetivo de avaliar o desempenho, a carcaça e componentes corporais de borregos deslanados, alimentados com silagem de girassol em comparação com a silagem de milho, foram utilizados doze ovinos machos com aproximadamente sessenta dias de idade, com peso vivo médio 9,5 ± 0,4 kg divididos em dois tratamentos com seis repetições cada. Os animais receberam individualmente 300 g de concentrado por dia e, como volumoso, silagem de girassol ou silagem de milho ad libitium, conforme seu tratamento. O controle da ingestão da dieta foi feito três vezes por semana e a pesagem dos animais a cada quinze dias. O abate ocorreu aos noventa dias de confinamento, com avaliação das seguintes variáveis: peso vivo, peso de carcaça quente, peso de meia-carcaça, comprimento de carcaça, cobertura de gordura, pele (espessura e peso), pernil, lombo, paleta, costeleta, costela-fralda, pescoço, rins, fígado, coração, pulmão e traquéia. Foi realizada ainda a retirada da 12a costela para posterior análise. Não houve diferença significativa entre os dois tratamentos para ganho de peso e conversão alimentar. Com exceção da cobertura de gordura, que foi maior nos cordeiros alimentados com girassol (P < 0,05), não se observaram diferenças significativas entre as características de carcaça e análise da 12a costela. A silagem de girassol pode ser utilizada como uma fonte alternativa de volumoso na alimentação de cordeiros...

Efeito de doses de boro no crescimento vegetativo de girassol em diferentes classes de solos

Euba Neto,Manoel; Fraga,Vânia da Silva; Dias,Bruno de Oliveira; Souto,Jacob Silva
Fonte: Universidade Federal de Viçosa Publicador: Universidade Federal de Viçosa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
A baixa disponibilidade de boro (B) no solo é um dos fatores que mais limita a produção do girassol, planta oleaginosa caracterizada por ampla adaptabilidade climática. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência de doses de boro, aplicadas em distintas classes de solos, no desenvolvimento do girassol cultivar Hélio 863. As amostras foram coletadas na camada de 0-20 cm dos solos: Argissolo Acinzentado (PAC); Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA); Neossolo Litólico (RL); Argissolo Vermelho eutrófico (PVe); Neossolo Flúvico (RY) e Vertissolo Háplico (VX). O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 6 x 4 (solos x doses), com quatro repetições. A unidade experimental foi representada por uma planta por vaso. Os solos apresentaram efeito significativo (p < 0,01) sobre todos os parâmetros de crescimento estudados. As plantas de girassol cultivadas nos solos RY, VX, PAC e RL apresentaram a maior área foliar, os maiores capítulos, o maior teor de boro foliar e maior número de folhas e altura de plantas, respectivamente. A adubação com boro não influenciou a produção de fitomassa seca do girassol cv. Hélio 863.

Modelos para ajuste da produção de gases em silagens de girassol e milho

Mello,Renius; Magalhães,André Luiz Rodrigues; Breda,Fernanda Cristina; Regazzi,Adair José
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
O objetivo deste trabalho foi identificar entre os modelos Brody, Von Bertalanffy, Gompertz, France, Logístico, Logístico modificado e Logístico bicompartimental, aquele que apresenta maior qualidade de ajuste à curva de produção cumulativa de gases em silagens de girassol e milho. Os critérios adotados foram: coeficiente de determinação, quadrado médio do resíduo, análise gráfica das curvas observadas e estimadas, análise gráfica de dispersão dos resíduos estudentizados, erro percentual médio, eficiência relativa e número de iterações para atingir a convergência. Os modelos Brody, France e Logístico bicompartimental apresentaram os maiores valores de coeficiente de determinação em ambos os substratos, e a diferença entre eles pode ser considerada desprezível. Estes modelos apresentaram, também, os menores valores de quadrado médio do resíduo em silagens de girassol, e a diferença entre eles foi considerada desprezível. Os modelos Brody e France apresentaram menor quadrado médio do resíduo em silagens de milho. Todos os modelos apresentaram dispersão positiva dos resíduos em ambos os substratos após 144 horas de incubação. O modelo Brody apresentou menor erro percentual médio e número de iterações em ambos os substratos. Os modelos Logístico bicompartimental e France apresentaram maior eficiência relativa...

Injúria potencial de herbicidas de solo ao girassol: I - clomazone

Vidal,Ribas A.; Flecks,Nilson G.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1993 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Conduziu-se um ensaio de campo na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, em 1989/90. O objetivo deste trabalho foi determinar o efeito residual potencial do herbicida clomazone, aplicado em três doses à superfície do solo (PRE) ou incorporado no mesmo (PPI), sobre a cultura de girassol. Através de ensaio complementar, realizado em casa-de-vegetação em 1990, procurou-se determinar o local de absorção de clomazone por plântulas de girassol. A localização de clomazone no solo foi muito importante na determinação de sua injúria para o girassol. A campo, clomazone promoveu injúria mais acentuada nas plântulas, quando aplicado em PRE do que em PPI. Clomazone, aparentemente, foi mais absorvido pelo hipocótilo do que pelo sistema radicular das plantulas de girassol. No entanto, nas maiores doses, a fitotoxicidade em PPI se acentuou com o decorrer do tempo, a ponto de desaparecerem as diferenças entre épocas de aplicação.

Injúria potencial de herbicidas de solo ao girassol: II - chlorimuron-ethyl

Fleck,Nilson G.; Vidal,Ribas A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1993 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Conduziu-se um ensaio de campo na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS em 1989/90. O objetivo do trabalho foi determinar o efeito residual potencial do herbicida chlorimuron-ethyl aplicado em três doses à superficie do solo (PRE) ou incorporado no mesmo (PPI), sobre a cultura de girassol. A atividade de chlorimuron-ethyl (etil 2-((((4-cloro-6-metoxipirimidina-2 il)amino)carbonil)amino)sulfonil)benzoato) não foi dependente de sua posição no solo. Chlorimuron-ethyl promoveu injúria inicial acentuada, constatando-se pouca ou nenhuma resposta ao aumento da dose para matéria seca da parte aérea do girassol, área foliar e estatura das plântulas. Contudo, avaliação de estatura das plantas, realizada na maturação fisiológica, indicou que os danos promovidos pelo herbicida reduziram-se com o decorrer do tempo. Concluiu-se que, aparentemente, num sistema de sucessão soja-girassol, o efeito residual potencial de chlorimuron-ethyl ao girassol é pequeno.

Comportamento do girassol quando cultivado em área tratada com o herbicida 2,4-D¹

Gazziero,D.L.P.; Brighenti,A.M.; Castro,C.; Prete,C.E.C.; Voll,E.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Com o objetivo de determinar o período adequado de semeadura da cultura do girassol (Helianthus annuus), em relação à aplicação de 2,4-D, foi realizado um experimento em condições de campo da área experimental da Embrapa Soja, Londrina-PR, durante o ano agrícola 1995/96. Os tratamentos estabelecidos foram doses do herbicida 2,4-D (0,0, 536 e 1.005 g e.a. ha-1 ) e épocas de semeadura da cultura. Dessa forma, a semeadura foi realizada um dia antes da aplicação do produto (-1 dia), no dia da aplicação (0 dia) e a 1, 4, 7, 10 e 13 dias depois da aplicação do herbicida. Os resultados indicaram que o girassol sofreu injúrias mais severas nas três primeiras épocas de semeadura (-1, 0 e 1). Aumentando o tempo entre a aplicação das doses do herbicida e a semeadura do girassol, observaram-se menores danos causados à cultura. O experimento permitiu concluir que áreas tratadas com o 2,4-D nas doses de 536 e 1.005 g e.a. ha-1 podem ser cultivadas com girassol, desde que se mantenha um intervalo mínimo de quatro dias entre a aplicação do herbicida e a sua semeadura.

Aplicação simultânea de dessecantes e boro no manejo de plantas daninhas e na nutrição mineral das culturas de soja e girassol

Brighenti,A.M.; Castro,C.; Menezes,C.C.; Oliveira,F.A.; Fernandes,P.B.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar o controle de plantas daninhas em pré-semeadura da soja (Glycine max) e do girassol (Helianthus annuus), por meio de aplicações de herbicidas dessecantes, isolados ou em combinação com boro, bem como a resposta dessas culturas à aplicação desse micronutriente. Nas parcelas de soja, foram aplicados os tratamentos glyphosate (1,44 kg e.a. ha-1), glyphosate potássico (2,48 kg i.a. ha-1), diuron (0,2 kg i.a. ha-1) + paraquat (0,4 kg i.a. ha-1), e paraquat (0,400 kg i.a. ha-1). Nas parcelas de girassol, foram aplicados os tratamentos glyphosate (0,54 kg e.a. ha-1), glyphosate (0,72 kg e.a. ha-1), glyphosate potássico (1,24 kg i.a. ha-1), paraquat (0,4 kg i.a. ha-1), glyphosate (0,72 kg e.a. ha-1) + flumioxazin (0,025 kg i.a. ha-1) e glyphosate (0,72 kg e.a. ha-1) + carfentrazone (0,02 kg i.a. ha-1). Ambos os experimentos continham as testemunhas capinada e sem capina. As subparcelas dos dois experimentos foram constituídas pela ausência ou presença de B, junto à calda de pulverização, na fonte ácido bórico [H3BO3 - 17% B]. A adição de ácido bórico à calda de pulverização não prejudicou o controle das plantas daninhas pelos tratamentos dessecantes, exceto para a mistura formulada de paraquat + diuron. Houve aumento dos teores de boro no solo e nas folhas da cultura da soja e do girassol quando foram associados os tratamentos com herbicidas dessecantes e o ácido bórico. É viável a aplicação de herbicidas dessecantes e ácido bórico...

Patogenicidade de Alternaria helianthi (Hansf.) e Alternaria zinniae (Pape) ao girassol a partir de sementes

Salustiano,Maria Eloísa; Machado,José da Cruz; Pittis,Janice Elaine
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de Alternaria helianthi e Alternaria zinniae no desempenho de sementes de girassol. Os efeitos de Alternaria helianthi sobre o desenvolvimento inicial do girassol foram observados por meio de inoculação das sementes e plantas com 10 dias de idade. Plantas de girassol inoculadas com suspensão de esporos apresentaram um elevado índice de doença com redução no estande, no peso verde e altura de plantas, comprometendo assim o desempenho inicial da planta. Resultados semelhantes foram obtidos na inoculação de sementes e plantas de girassol com Alternaria zinniae, mantidas em ambiente controlado. O alto índice da doença induziu a redução do estande, peso verde e altura de plantas.

Avaliação nutricional e energética do farelo de girassol para aves

Tavernari,F.C.; Morata,R.L.; Ribeiro Júnior,V.; Albino,L.F.T.; Dutra Júnior,W.M.; Rostagno,H.S.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Foram realizados dois ensaios de metabolismo a fim de determinar a energia metabolizável aparente (EMA), por meio do método de coleta total de excretas com frangos, e a energia metabolizável verdadeira (EMV) e a digestibilidade verdadeira dos aminoácidos do farelo de girassol, por meio do método de alimentação forçada com galos cecectomizados. No primeiro ensaio, foi utilizado o delineamento experimental inteiramente ao acaso com 80 frangos Cobb, distribuídos em dois tratamentos, ração referência (RR) e RR mais 20% de inclusão de farelo de girassol e oito repetições e cinco aves por unidade experimental. No segundo ensaio, foi utilizado o delineamento experimental inteiramente ao acaso com 14 galos Leghorn, distribuídos em dois tratamentos, farelo de girassol e jejum, sete repetições e um galo por unidade experimental. O farelo de girassol apresentou 90,0% de matéria seca, 28,1% de proteína bruta, 4.42kcal/kg de energia bruta, 22,4% de fibra bruta, 2,9% de extrato etéreo, 0,8% de fósforo e 0,3% de cálcio. A EMV, a EMV corrigida, a EMA e a EMA corrigida determinadas foram 3.013; 2.200; 2.141 e 1.983kcal/kg, respectivamente. A lisina foi o aminoácido essencial que apresentou a menor digestibilidade e a arginina...

Comportamento ingestivo e respostas fisiológicas de cabritos alimentados com dietas contendo torta de girassol oriunda da produção de biodiesel

Agy,M.S.F.A.; Oliveira,R.L.; Carvalho,G.G.P.; Leão,A.G.; Ribeiro,O.L.; Bagaldo,A.R.; Ribeiro,R.D.X.; Ribeiro,M.D.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Avaliou-se o efeito de dieta com torta de girassol, oriunda da produção de biodiesel, sobre o comportamento ingestivo e a resposta fisiológica de 32 cabritos ½ sangue Boer, não castrados, com peso médio inicial de 15,3±3,2kg e idade média de 135 dias. Utilizou-se delineamento inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos 0; 8; 16 e 24% de inclusão da torta de girassol e oito repetições. O tempo despendido com ruminação, ócio e mastigação total não foi influenciado pela dieta, e observou-se efeito linear crescente sobre o tempo de ingestão em min/período e em min/dia. A eficiência de ingestão e ruminação da matéria seca e da fibra em detergente neutro também não diferiu entre dietas. Quanto às respostas fisiológicas, as frequências respiratória e cardíaca e as temperaturas retal e superficial não sofreram influência da dieta. Concluiu-se que a torta de girassol pode ser incluída até 24% da matéria seca em dietas de cabritos ½ sangue Boer sem comprometer o comportamento ingestivo e os parâmetros fisiológicos desses animais. O fornecimento de dietas com até 24% de matéria seca de torta de girassol não interfere no estresse calórico de cabritos.

Influência da temperatura e do teor de humidade do solo na área foliar e acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha, do milho e do girassol

Andrade,J. A.; Abreu,F. G.
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.298896%
O crescimento foliar e a acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha (Pisum sativum L., var. Ballet), do milho (Zea mays L., var. Lorena) e do girassol (Helianthus annuus L., var. Flora-sol) foram estudados em função da temperatura e do teor de água num solo Pmg(Évora) e num Cb (Lisboa), entre Junho de 1995 e Novembro de 1996. Mediu-se a temperatura do solo a 2 e 4 cm de profundidade, a temperatura do ar e a humidade do solo. A área foliar das plântulas foi estimada a partir de medições do comprimento e da largura de cada folha. A acumulação de matéria seca foi avaliada pela pesagem da parte aérea das plântulas após secagem em estufa. Os dados foram analisados com base no conceito de tempo térmico. Para teores de humidade superiores a 50% da capacidade utilizável de cada solo, a área foliar durante o estabelecimento da ervilha e do milho aumentou linearmente com a temperatura acumulada, enquanto que a do girassol aumentou exponencialmente durante o mesmo período. A relação entre a acumulação de matéria seca de qualquer das culturas e a temperatura acumulada foi exponencial. O tipo de solo influenciou significativamente o “início da expansão foliar” da ervilha e do girassol, a “taxa térmica de expansão foliar” do milho e a acumulação de matéria seca da ervilha e do milho. O “início da expansão foliar” da ervilha ocorreu mais cedo no solo Cb enquanto que o do girassol ocorreu mais cedo no solo Pmg. A expansão foliar do milho foi mais rápida no solo Pmg. A acumulação de matéria seca da ervilha foi mais rápida no solo Cb...