Página 13 dos resultados de 1230 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Universidade de Coimbra

Implantes endoósseos com carga imediata: avaliação clínica e biomecânica

Nicolau, Pedro Miguel Gomes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
162.858125%
Antes do protocolo convencional de Bränemark, os implantes dentários eram colocados em carga logo após a cirurgia, porque se considerava que esta seria uma forma de prevenir a reabsorção óssea do rebordo alveolar. A interposição de um tecido fibroso entre o osso e o implante era a forma ideal de mimetizar o ligamento periodontal. Contrariamente a todos os estudos experimentais da época, Bränemark mostrou que a união directa do osso à superfície do implante era possível e desejável, desde que houvesse um período inicial de cicatrização sem carga e com os implantes mantidos a nível submucoso. Segundo o seu protocolo, a osteointegração requeria um período de pelo menos 3 meses na mandíbula e de 5 a 6 meses na maxila antes de ser efectuada carga oclusal. Desde então, a osteointegração implantar tem-se revelado um sucesso, embora a necessidade deste longo período de cicatrização tenha sido sempre posta em causa. Este protocolo tem sido confrontado por vários outros com apenas um tempo cirúrgico, não tendo sido encontradas diferenças entre estes. Também o tempo de cicatrização foi consideravelmente reduzido em vários estudos sem que isso afectasse o sucesso dos implantes dentários. Actualmente, o procedimento habitual...