Página 15 dos resultados de 1079 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Avaliação técnica e econômica da matriz nutricional da enzima fitase em rações contendo farelo de girassol para poedeiras comerciais

Junqueira, Otto Mack; Filardi, Rosemeire da Silva; Ligeiro, Elaine Cristina; Casartelli, Elenice Maria; Sgavioli, Sarah; Assuena, Vinícius; Duarte, Karina Ferreira; Laurentiz, Antonio Carlos de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2200-2206
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Cento e oitenta poedeiras comerciais Isa Brown, com 60 semanas de idade, foram distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 2 õ 2, com dois níveis de fitase (0 e 500 ftu/kg de ração) e dois de farelo de girassol (4 e 8%), totalizando cinco dietas, avaliadas com seis repetições de seis aves. As dietas foram formuladas a partir de uma ração controle, à base de milho e farelo de soja, isenta de fitase e farelo de girassol, valorizando na formulação das dietas a matriz nutricional da fitase. O período experimental foi dividido em quatro ciclos de 28 dias cada. A matriz nutricional preconizada para fitase permitiu o atendimento pleno das exigências das aves, mesmo quando as dietas foram formuladas com níveis nutricionais reduzidos, isso quando desconsiderados os nutrientes presentes na matriz nutricional da enzima, de acordo com recomendação da empresa produtora. A adição de fitase na dieta reduz a excreção de fósforo pelas aves e melhora os parâmetros econômicos. A inclusão de farelo de girassol no nível de 8% prejudica a produção de ovos, mas não afeta os demais parâmetros de desempenho e qualidade dos ovos.; One hundred and eighty Isa Brown laying hens at 60 weeks of age were arranged in a completely randomized design in a 2 õ 2 factorial scheme...

Determinação dos períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

Silva, J.I.C.; Martins, D.; Pereira, M.R.R.; Rodrigues-Costa, A.C.P.; Costa, N.V
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 27-36
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
O objetivo deste estudo foi determinar o período anterior à interferência e o período total de prevenção à interferência da comunidade infestante sobre a cultura do girassol (híbrido M 734). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos por parcelas constituídas por períodos de controle e de presença de plantas daninhas. Para os períodos de controle, o girassol foi mantido livre das plantas daninhas pelos períodos crescentes de 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 125 dias após a sua emergência (DAE). Quanto a convivência, a cultura foi mantida na presença da comunidade infestante pelos mesmos períodos. Foram avaliados a densidade e o peso da matéria seca das plantas daninhas e, no girassol, a altura de plantas, o diâmetro de capítulos e a produtividade de aquênios e de óleo. Para a produtividade de aquênios, o período anterior à interferência foi de 15 DAE da cultura, e o período total de prevenção à interferência, de 39 DAE. O período crítico de prevenção à interferência abrangeu 24 dias do ciclo da cultura. Quanto à produtividade de óleo, o período anterior à interferência foi de 32 DAE, e o período total de prevenção à interferência...

Efeito do nitrogenio na nutrição do girassol

Lobo, Thomaz Figueiredo; Grassi Filho, Helio; Andrade Brito, Iere Caindre
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Publicador: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 380-391
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Nitrogen (N), besides being one of the macro more absorbed by plants, is the that most limits the production of sunflower. The aim of this study was to evaluate the nutrient content in leaves, grains and nutrient export due to nitrogen levels in sunflower cultivation. A randomized experimental block design consisting of five treatments and four replications: T1 - 50 kg N ha(-1) divided by 10, 20 and 20 kg ha(-1), T2 - 70 kg N ha(-1) divided by 10, 30 and 30 kg ha(-1); T3 - 90 kg N ha(-1) divided by 10, 40 and 40 kg ha(-1), T4 - 110 kg N ha(-1) divided by 10, 50 and 50 kg ha(-1), T5 - 130 kg N ha(-1) divided by 10, 60 and 60 kg ha(-1). These applications were made in installments when sowing and 34 and 48 days after sowing. The parameters were evaluated in leaf nutrient content, nutrient content in grains and nutrient export. Under the experimental conditions it was found that the optimum foliar N were purchased at a dosage above 110 kg ha-1 N. With the increasing amount of N supplied in the sunflower crop was exported over this element, but not at the same rate of increase in dosage. The lowest dose of N the lowest rates of export of P, K, Mg, S, B, Cu, Mn and Zn, while increasing the dose of this nutrient decreased the export of Ca.; O Nitrogênio...

Parâmetros genéticos entre caracteres quantitativos no girassol como critério de seleção para produtividade de aquênios

Rigon, Carlos Alberto Gonsiorkiewicz; Rigon, João Paulo Gonsiorkiewicz; Capuani, Silvia
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1120-1125
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Two experiments were conducted in southern Brazil in no-tillage system, in order to estimate genetic parameters and the direct and indirect effects of components for achene yield as a selection criterion in sunflower. We analyzed eight sunflower hybrids at two locations, in a randomized complete block design with four replicates, determined through quantitative descriptors: insertion height of the head, and head stem diameter, weight of 1000 achenes, number of achenes per head, mass by achene head and yield achene. Estimates of genetic parameters were based on combined analysis, decomposing interactions in genetic and environmental components. Considering the coefficient of genetic variation, indirect effects of components and heritability, there are higher possibilities for responses to selection in sunflower achenes by descriptors mass and mass of achenes per head, with its indirect association interrelated pathways for the increase in the achenes of yield.; Foram conduzidos dois experimentos no sul do Brasil em sistema de semeadura direta, com objetivo de estimar os parâmetros genéticos e os efeitos diretos e indiretos dos componentes para o rendimento de aquênios como critério de seleção no girassol. Foram avaliados oito híbridos de girassol em duas localidades...

Consumo e digestibilidade de dietas contendo fontes energéticas associadas ao farelo de girassol ou ureia em novilhos confinados

Van Cleef, Eric Haydt Castello Branco; Ezequiel, Jane Maria Bertocco; Fontes, Nivia Araujo; Faturi, Cristian; Oliveira, Priscila Neubern de; Stiaqui, Marcelo Gil
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM) Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 163-168
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Objetivou-se avaliar o consumo e a digestibilidade total e parcial de dietas utilizando milho, casca de soja e polpa cítrica associados ao farelo de girassol ou ureia em novilhos confinados. Foram utilizados quatro novilhos ½ Aberdeen Angus vs. ½ Nelore, providos de cânulas no rúmen e duodeno, com 18 meses de idade e 360 kg de peso médio inicial. As dietas foram constituídas por duas fontes energéticas (milho grão e polpa cítrica) associadas a duas fontes nitrogenadas (ureia e farelo de girassol), totalizando quatro tratamentos, numa proporção volumoso:concentrado de 40:60. O delineamento utilizado foi o quadrado latino com quatro tratamentos e quatro períodos de 21 dias cada. O consumo médio diário de matéria seca foi influenciado (p < 0,05) entre as dietas, e o maior valor foi atribuído à dieta milho e farelo de girassol. A digestibilidade aparente de todos os componentes, exceto da proteína bruta, foi maior (p < 0,05) para as dietas com polpa cítrica. Não houve efeito (p > 0,05) entre as dietas para as digestibilidades ruminal e intestinal. A utilização de coprodutos na alimentação animal não prejudicou a digestibilidade das dietas, sendo indicados como ingredientes de elevado potencial de utilização em dietas para bovinos de corte.; The aim of this study was to evaluate the intake and total and partial digestibility of diets using corn...

Aplicações sucessivas de lodo de esgoto no girassol e efeito residual no trigo e triticale

Lobo, Thomaz F.; Grassi Filho, Helio; Kummer, Ana C. B.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 881-886
Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); The objective of this study was to evaluate the effect of factors of production within two years of application of sewage sludge on sunflower and its residual effect on productivity of wheat and triticale. The study was conducted for two consecutive years with sunflower cultivation and after harvest of the second year wheat and triticale were sown without the application of sewage sludge fertilization. The experimental design of randomize blocks was adopted consisting of six treatments and five repetitions: T0 - without nitrogen fertilization; T1 - chemical nitrogen in accordance with Technical Buletin 100. (100% N chemical fertilizers), T2 - 50% Nitrogen from sewage sludge and 50% in the form of chemical fertilizer, top dressing, T3 - 100% of nitrogen recommended for the crop, from sewage sludge, T4 - 150% of nitrogen from sewage sludge; T5 - 200% of nitrogen from sewage sludge. In the sunflower the sewage sludge promoted a higher grain yield and yield of oil accumulated in the two years of application and did not affect the oil content. In triticale the combination of residual effect of two years with sludge and mineral N fertilization resulted in a greater number of plants and a higher yield. In wheat the best treatment was 150% of the dose of N from sewage sludge residual effect of two applications in sunflower.; Neste trabalho se propôs avaliar o efeito da aplicação do lodo de esgoto durante dois anos sucessivos...

Estimativa da área foliar do girassol por método não destrutivo

Aquino,Leonardo Angelo de; Santos Júnior,Valdeir Celestino dos; Guerra,João Victor Santos; Costa,Marileide Moreira
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Métodos de fácil execução, rápidos e não destrutivos, que possibilitem estimar a área foliar com precisão, são importantes para avaliar o crescimento das plantas nas condições de campo. Objetivou-se no presente trabalho, ajustar equações para estimar a área do limbo foliar e a área das folhas do girassol, em função das medidas lineares do limbo e do número de folhas por planta, incluindo a verificação da possibilidade de modelos comuns para as cultivares BR-122 e M-734. Seis plantas de cada cultivar nos estádios de início de florescimento e de florescimento pleno foram coletadas. As áreas dos limbos foliares foram determinadas por método direto. Foram medidos o comprimento ao longo da nervura principal e a largura de forma perpendicular à inserção do limbo no pecíolo. Foram ajustados os modelos linear, quadrático, cúbico, exponencial e potencial. Os modelos potenciais Ŷi = 1,6329Xi1,7164 e Ŷi = 0,5405Xi1,0212 com a utilização, respectivamente, das medidas da largura e do produto largura e comprimento são os mais adequados para estimar a área do limbo foliar do girassol. O modelo Ŷi = 5,1014Xi2,4383 permite estimar com precisão a área foliar total do girassol em função do número de folhas por planta. A precisão das equações ajustadas para as estimativas da área do limbo foliar ou de folhas por planta não é reduzida quando se ajustam modelos comuns às cultivares BR-122 e M-734.

Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

Silva,Remon Ribeiro da; Reis,Marcelo Rodrigues dos; Mendes,Kassio Ferreira; Aquino,Leonardo Ângelo de; Pacheco,Dilermando Dourado; Ronchi,Cláudio Pagotto
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Objetivou-se neste trabalho determinar os períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol. Foram realizados dois experimentos com o girassol híbrido Helio 250, sendo um conduzido no verão e o outro, no inverno. Para ambos, o delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, e cada unidade experimental foi constituída de cinco linhas de plantas com 6,0 m de comprimento, espaçadas por 0,7 m. No experimento de verão foram avaliados oito períodos de convivência e controle de plantas daninhas: 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70 e 88 dias após a emergência (dae). No experimento de inverno, os períodos foram: 7, 14, 21, 28, 38, 48, 58 e 82 dae. Avaliaram-se a massa da matéria seca e a área foliar das plantas de girassol, produtividade, massa de mil aquênios e massa da matéria seca de plantas daninhas. Estimaram-se os períodos anteriores à interferência (PAI), períodos críticos de prevenção à interferência (PCPI) e períodos totais de prevenção à interferência (PTPI). Considerando-se a produtividade de aquênios no verão, o PAI foi de 16 dae da cultura, o PTPI, de 39 dae e o PCPI abrangeu 23 dias do ciclo da cultura. No inverno, o PAI foi de 12 dae, o PTPI estendeu-se até os 34 dae...

Ação de estimulantes vegetais no desenvolvimento do girassol (Helianthus annuus L.)

Castro,Paulo R.C.; Gonçalves,M. Bernadete; Silva,Medson J.; Ribeiro,Sergio A.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1983 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Verificou-se em condições de casa de vegetação o efeito de três estimulan tes no desenvolvimento de girassol cultivares Uruguay e Anhandy. A semeadura do girassol foi realizada em 17.08.82, em vasos de cerâmica, sendo que 24 e 43 dias aps a semeadura as plantas foram pulverizadas com Triacontanol (l-hidroxitriacontano ) na dosagem de 0,05 mg/l, Agrostemin (alantoina, triptofano, adenina e outros aminoácidos) 1 g/10 ml/3 1 e Ergostim (ácido N-acetil tiazolidin-4-carboxílico com ácido fólico) 1,5ml/ 1, além do controle. Foi verificado que Ergostim promoveu aumentos no crescimento e no peso da matéria seca das plantas de girassol mais pronunciados do que Agrostemin. Triacontanol aumentou a florescência e reduziu o peso da matéria seca das plantas.

Silagens de grãos de milho puro e com adição de grãos de soja, de girassol ou uréia

Jobim,Clóves Cabreira; Lombardi,Lauzimery; Macedo,Francisco Assis Fonseca de; Branco,Antonio Ferriani
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição química e a estabilidade em aerobiose de silagens de grãos de milho, ensilados com adição de soja crua, girassol ou uréia. Em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, foram avaliados os tratamentos: grãos de milho; grãos de milho mais grãos de soja; grãos de milho mais grãos de girassol; e grãos de milho mais uréia. Foram utilizados, como silos experimentais, tonéis de plástico com capacidade para 200 kg, que permaneceram vedados por nove meses. Avaliaram-se: a composição química, a degradabilidade ruminal da matéria seca e da proteína bruta, o desaparecimento do amido no rúmen e a estabilidade aeróbia das silagens. Todos os tratamentos tiveram efeito sobre a degradabilidade efetiva da matéria seca e da proteína bruta, e também sobre a composição química das silagens, especialmente nos teores de proteína bruta e extrato etéreo. A adição de 20% de grãos de soja, de girassol ou uréia (1%), na silagem de grãos de milho, melhora sua composição químico-bromatológica, porém reduz a degradabilidade efetiva da matéria seca e da proteína bruta. A adição de uréia à silagem de grãos úmidos de milho diminui as perdas de matéria seca e melhora a estabilidade em aerobiose.

Digestibilidade aparente de farelos vegetais tratados para remoção de antinutrientes em dietas para jundiá

Bergamin,Giovani Taffarel; Veiverberg,Cátia Aline; Siqueira,Luciana Valentim; Eggers,Daniel Prois; Radünz Neto,João
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a digestibilidade aparente de farelos vegetais, submetidos ou não a tratamento químico para extração de antinutrientes, em dietas para jundiá (Rhamdia quelen). Foram formuladas três dietas-teste com fontes proteicas na forma comercial sem tratamento - SNT, farelo de soja; CNT, farelo de canola; e GNT, farelo de girassol - e três dietas submetidas a tratamento para redução de ácido fítico, fenóis totais e taninos totais: ST, farelo de soja tratado; CT, farelo de canola tratado; e GT, farelo de girassol tratado. Os tratamentos CNT, CT, GNT e GT apresentaram menor digestibilidade aparente da matéria seca. O tratamento ST apresentou maior digestibilidade da proteína bruta que CT e CNT, mas não diferiu dos demais tratamentos. Os tratamentos GNT, GT e CNT apresentaram as menores digestibilidades da matéria orgânica. A remoção de antinutrientes não afeta a digestibilidade aparente de proteína bruta, matéria seca e matéria orgânica dos farelos de soja e girassol, mas melhora a digestibilidade da matéria seca do farelo de canola.

Injúria potencial de herbicidas de solo ao girassol: III - imazaquin e imazethapyr

Fleck,Nilson G.; Vidal,Ribas A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1994 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Conduziu-se um ensaio em campo na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, em 1989/90. O objetivo do trabalho foi determinar o efeito residual potencial dos herbicidas imazaquin e imazethapyr, aplicados em três doses à superfície do solo (PRE) ou incorporados no mesmo (PPI), na cultura de girassol. Num sistema de rotação soja-girassol, o efeito residual potencial de imazaquin foi mais acentuado que o de imazethapyr. A atividade herbicida de imazaquin e imazethapyr não foi dependente do método de aplicação. Imazaquin e imazethapyr, nas maiores doses, promoveram danos iniciais acentuados. As plantas de girassol recuperaram-se dos sintomas de intoxicação de imazethapyr, os quais diminuíram com o decorrer do tempo, mas não se recuperaram das injúrias causadas pelas maiores doses de imazaquin.

Injúria potencial de herbicidas de solo ao girassol: IV - rendimento de aquênios e componentes do rendimento

Vidal,Ribas A.; Flecks,Nilson G.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1994 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Conduziu-se um ensaio em campo na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, em 1989/90. O objetivo foi determinar o efeito dos herbicidas clomazone, chlorimuronethyl, imazaquin e imazethaphyr, aplicados em três doses à superfície do solo (PRE) ou incorporados no mesmo (PPI), sobre o rendimento de aquênios de girassol e seus componentes. Os herbicidas de solo para controle de plantas daninhas na cultura da soja com maior potencial de dano ao girassol cultivado em sucessão, conforme indicado pelo rendimento de aquênios, foram os seguintes, em ordem decrescente: imazaquin > clomazone > imazethapyr> chlorimuron-ethyl. O efeito mais pronunciado dos herbicidas foi a redução da população de plantas. Este foi o fator que mais influenciou no rendimento do girassol.

Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

Brighenti,A.M.; Castro,C.; Oliveira Jr.,R.S.; Scapim,C.A.; Voll,E.; Gazziero,D.L.P.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Dois experimentos foram conduzidos na Embrapa Soja, Londrina-PR, com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes períodos de interferência de plantas daninhas sobre o rendimento de óleo e a produtividade da cultura do girassol. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os períodos de interferência consistiram em manter a cultura na presença e na ausência das espécies daninhas por 7, 14, 21, 28, 42, 49, 56, 70, 84 e 118 dias após a emergência (DAE) da cultura (total do ciclo). A comunidade infestante existente na área experimental era composta, principalmente, de picão-preto (Bidens subalternans) e plantas voluntárias de trigo. Foram determinados a densidade e o peso da matéria seca das plantas daninhas, o rendimento de óleo e a produtividade da cultura. A presença da comunidade infestante proporcionou perdas diárias de 1,1 e 2,5 kg ha-1 para o rendimento de óleo e a produtividade, respectivamente. Na ausência das espécies daninhas, até 30 DAE, houve ganho diário de 6,5 kg ha-1 de rendimento de óleo e de 14,4 kg ha-1 de produtividade de grãos. A convivência do girassol com as plantas daninhas até 21 DAE não causou efeito sobre o rendimento de óleo e a produtividade da cultura...

Levantamento fitossociológico de plantas daninhas na cultura do girassol

Adegas,F.S; Oliveira,M.F; Vieira,O.V; Prete,C.E.C; Gazziero,D.L.P; Voll,E
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
O levantamento fitossociológico da comunidade de plantas daninhas na cultura do girassol foi realizado em duas épocas distintas: no desenvolvimento inicial da cultura (entre 20 e 40 dias após a semeadura) e na pré-colheita do girassol. As espécies de plantas daninhas foram identificadas e quantificadas pelo método do quadrado inventário (1,0 x 1,0 m), com amostragem de 12 m² por área. Os levantamentos foram realizados em 54 propriedades de seis municípios da região do cerrado e em 38 propriedades de oito municípios da região dos pampas, que são as duas principais regiões produtoras brasileiras. Foram registrados a frequência, a frequência relativa, a densidade, a densidade relativa, a abundância, a abundância relativa, o índice de importância relativa e o índice de similaridade. No total, foram identificadas 60 espécies de plantas daninhas, sendo 17 presentes em ambas as regiões. Asteraceae e Poaceae foram as duas principais famílias, entre as 16 encontradas. As principais espécies presentes no cerrado foram Euphorbia heterophylla, Chamaesyce hirta, Ageratum conyzoides, Commelina benghalensis, Zea mays e Bidens sp. As principais espécies presentes no Rio Grande do Sul foram Bidens sp., Raphanus raphanistrum...

Efeito de herbicidas aplicados em solo de várzea sobre a cultura do girassol

Erasmo,E.A.L; Costa,N.V; Peruzzo,A.S; Barberato Junior,J.E
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
Objetivou-se neste trabalho avaliar em solos de várzea o efeito de herbicidas préemergentes, aplicados isoladamente e em mistura, sobre a cultura do girassol. A variedade de girassol Embrapa V122 e o híbrido triplo Agrobel 972 foram avaliados individualmente, utilizando-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Foram realizados dois experimentos, e os tratamentos utilizados em ambos foram: oxadiazon (250 g ha-1), oxyfluorfen (240 g ha-1), S-metolachlor (1.440 g ha-1), flumetsulam (120 g ha-1), pendimethalin (1.000 g ha-1), oxyfluorfen+S-metolachlor (192+960 g ha-1), flumetsulam +S-metolachlor (72+960 g ha-1), pendimethalin+S-metolachlor (1.000 + 1.440 g ha-1), pendimethalin+flumetsulam (1.000+72 g ha-1), além de duas testemunhas, sem e com capina. Os dados de altura de planta, diâmetro do caule, diâmetro do capítulo e da produção de grãos foram submetidos aos testes estatísticos multivariados de análise de agrupamento e análise de componentes principais. Os resultados foram semelhantes em ambos os cultivares, com a formação de três grupos principais, sendo o primeiro e o segundo constituídos pelas testemunhas sem e com capina, respectivamente. O terceiro grupo foi constituído pelos herbicidas aplicados isoladamente e em mistura. Dessa forma...

Determinação dos períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

Silva,J.I.C.; Martins,D.; Pereira,M.R.R.; Rodrigues-Costa,A.C.P.; Costa,N.V
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.122058%
O objetivo deste estudo foi determinar o período anterior à interferência e o período total de prevenção à interferência da comunidade infestante sobre a cultura do girassol (híbrido M 734). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos por parcelas constituídas por períodos de controle e de presença de plantas daninhas. Para os períodos de controle, o girassol foi mantido livre das plantas daninhas pelos períodos crescentes de 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 125 dias após a sua emergência (DAE). Quanto a convivência, a cultura foi mantida na presença da comunidade infestante pelos mesmos períodos. Foram avaliados a densidade e o peso da matéria seca das plantas daninhas e, no girassol, a altura de plantas, o diâmetro de capítulos e a produtividade de aquênios e de óleo. Para a produtividade de aquênios, o período anterior à interferência foi de 15 DAE da cultura, e o período total de prevenção à interferência, de 39 DAE. O período crítico de prevenção à interferência abrangeu 24 dias do ciclo da cultura. Quanto à produtividade de óleo, o período anterior à interferência foi de 32 DAE, e o período total de prevenção à interferência...

Fermentação ruminal de ovinos alimentados com alto concentrado e grãos de girassol ou gordura protegida

Homem Junior,A.C.; Ezequiel,J.M.B.; Fávaro,V.R.; Oliveira,P.S.N.; D'Aurea,A.P.; Santos,V.C.; Gonçalves,J.S.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Seis ovinos machos, não castrados, da raça Santa Inês, com média de peso de 30kg, fistulados no rúmen, foram distribuídos em delineamento de quadrado-latino duplo (3x3). Três períodos e três dietas, uma controle, sem inclusão de fonte de lipídio, e duas com inclusão de grãos de girassol ou gordura protegida, foram testados quanto aos parâmetros ruminais. Foram verificadas diferenças (P<0,05) entre as dietas quanto à concentração ruminal de amônia (18mg/dL), mas não houve efeito sobre o pH (6,1), a produção total de ácidos graxos de cadeia curta (98mM), a proporção de acetato (66,4%), de propionato (20%) e de butirato (13%) e sobre a razão acetato:propionato (3,2:1). As bactérias sólido-aderidas isoladas do conteúdo ruminal dos animais recebendo a dieta-controle apresentaram maior teor de nitrogênio (10,7%) que as das dietas com gordura protegida (9,8%) ou com grãos de girassol (9,1%). A produção de nitrogênio pelas bactérias sólido-aderidas da dieta-controle (170mg/g) não diferiu da dieta com grãos de girassol (153mg/kg) ou com gordura protegida (160mg/kg). A inclusão de grãos de girassol ou gordura protegida na dieta com alto concentrado para ovinos propiciou ambiente adequado para fermentação ruminal.

Fontes energéticas associadas ao farelo de girassol ou à ureia em dietas para novilhos

Van Cleef,E.H.C.B.; Ezequiel,J.M.B.; Gonçalves,J.S.; Fontes,N.A.; Oliveira,P.S.N.; Stiaque,M.G.
Fonte: Archivos de Zootecnia Publicador: Archivos de Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Objetivou-se avaliar o desempenho e as características da carcaça de novilhos alimentados com milho ou polpa cítrica associados ao farelo de girassol ou ureia. As dietas foram constituídas por duas fontes energéticas (grão de milho e polpa cítrica) associadas a duas fontes proteicas (farelo de girassol e ureia), totalizando quatro tratamentos, numa proporção volumoso: concentrado de 40:60. Foram utilizados 24 novilhos, ½ Aberdeen Angus × ½ Nelore (18 meses de idade e peso médio de 329 kg), distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, terminados em confinamento por 80 dias. Foram avaliados consumos, ganho de peso e características da carcaça dos animais. Consumo de matéria seca (CMS), proteína bruta (CPB) e fibra em detergente neutro (CFDN) foram influenciados (p<0,05) pelas dietas experimentais. A dieta polpa cítrica e ureia (PU) apresentou os menores (p<0,05) CMS (8,30 kg), CPB (1,03 kg) e CFDN (3,31 kg). O ganho de peso médio diário acompanhou o comportamento de CMS, CPB e CFDN e o menor valor (p<0,05) foi observado nos animais da dieta PU. Nas características de carcaça, as dietas com milho associado à ureia (MU) ou ao farelo de girassol (MFG) e polpa cítrica associada ao farelo de girassol (PFG) mostraram altos (p<0...

Influência de formas de nitrogênio e do ph na correção da deficiência de ferro no girassol

Prado,Renato Mello; Vara,Esteban Alcántara
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.224739%
Objetivou-se avaliar o efeito do uso de solução nutritiva com ácido, amônio, nitrato e aplicação de solução ácida foliar em plantas de girassol com deficiência de ferro. O experimento foi realizado com a cultura do girassol (Sungro 393) em câmera de crescimento do Laboratório de Nutrição Vegetal da Universidade de Córdoba, Espanha. Inicialmente, as plantas foram cultivadas durante 11 dias, em vasos contendo 0,5 L de solução nutritiva completa (40 µM de Fe). Em seguida, as plantas foram submetidas ao estresse, renovando com a mesma solução nutritiva, diminuindo a concentração de Fe a 5 µM e acrescentando 15 mM de NaHCO3 e CaCO3 a 0,5 g L-1. Nas plantas com a deficiência de ferro, foram aplicados cinco tratamentos, sendo: (a) controle sem Fe, mantendo a mesma solução nutritiva anterior; (b) solução nutritiva com nitrato 2mM Ca(NO3)2; (c) solução nutritiva com amônio, 2mM (NH4)2SO4; (d) solução nutritiva com HCl diluído, pH 3,5; (e) pulverização das folhas com 0,5 mM H2SO4 e com 5 repetições. Realizou-se avaliação da medida indireta da clorofila e a medida do valor pH da solução nutritiva, a partir de 0; 2; 5 e 7 dias após a aplicação dos tratamentos e, na última avaliação, realizou-se a análise química foliar...