Página 18 dos resultados de 69670 itens digitais encontrados em 0.020 segundos

A isquemia cardíaca na diabetes tipo 2 : o papel do metilglioxal

Silva, Joana Crisóstomo da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Em pacientes com diabetes tipo 2 observa-se um risco aumentado de desenvolvimento de doenças cardiovasculares como a isquemia cardíaca que, num pior prognóstico, pode levar ao enfarte do miocárdio, a causa de morte de aproximadamente 75% da população diabética. Os problemas inflamatórios e de stress oxidativo inseridos no quadro diabético fazem da diabetes mellitus, a doença que provavelmente, mais afecta a função vascular, desregulando-a e contribuindo assim para ocorrência de complicações vasculares, especificamente a macro e micoangiopatia diabética. Com o presente trabalho, propôs-se explicar o porquê da maior incidência de acidentes isquémicos cardíacos na população diabética, bem como a pior resposta, por parte desta população, a tais eventos. A bem documentada toxicidade da hiperglicemia presente na diabetes, surge como a principal resposta ao desenvolvimento das complicações associadas à doença. A elevada concentração de glicose nas células traduz-se num aumento da concentração de um seu metabolito secundário, o metilglioxal. Postula-se então que, uma exposição prolongada ao metilglioxal possa induzir, em sujeitos normais, alterações semelhantes àquelas que ocorrem na diabetes. Desta forma...

Conhecimento e atitude de usuários com diabetes mellitus em um serviço de atenção básica à saúde; Knowledge and attitudes of patients with diabetes mellitus in a primary health care system; Conocimiento y actitud de pacientes con diabetes mellitus en un servicio de atención básica de salud

OLIVEIRA, Kelli Cristina Silva de; ZANETTI, Maria Lúcia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Este estudo teve como objetivos caracterizar os usuários com diabetes mellitus tipo 2, segundo variáveis sócio-demográficas e clínicas, e analisar os escores de conhecimento e atitude em relação à doença. Participaram 79 usuários atendidos em um serviço de atenção básica à saúde em 2008. Para a obtenção dos dados, foram utilizados os Questionários de Conhecimento (DKN - A), e de Atitudes Psicológicas do Diabetes (ATT - 19). A população caracterizou-se por adultos e idosos, com idade entre 30 e 80 anos; predominantemente do sexo feminino (63,3%), casada (63,3%) e alfabetizada (96,3%) com obesidade classe II. Quanto ao conhecimento da doença, obtiveram-se escores inferiores a oito, indicando resultado insatisfatório quanto ao autocuidado. Os escores obtidos em relação às atitudes mostram dificuldades para o enfrentamento da doença, apontando os resultados para a necessidade de implantação de Programa de Educação em Diabetes a Unidade de Estudo.; The objective of this study was to characterize patients with type 2 diabetes mellitus, according to sociodemographic and clinical variables, and to analyze scores of knowledge and attitudes regarding the disease. Participants were 79 users who received care in a primary health care service...

Occupation and risk factors for type 2 diabetes: a study with health workers; Ocupação e fatores de risco para diabetes tipo 2: estudo com trabalhadores de enfermagem; Ocupación y factores de riesgo para diabetes tipo 2: un estudio en trabajadores de enfermería

ALMEIDA, Vitória de Cássia Félix de; ZANETTI, Maria Lúcia; ALMEIDA, Paulo César de; DAMASCENO, Marta Maria Coelho
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
We aimed to analyze the interrelationships between occupation and prevalence of risk factors for type 2 diabetes in workers at a hospital in Fortaleza-CE. Cross-sectional study with 299 subjects and form-based, covering socio-demographic concerns and risk factors for Type 2 Diabetes. Results showed that 40.5% of the sample were nursing workers, 63.9% were women, 68.6% were under 35 years of age, 49.5% had an education level equivalent to high school and 51.9% had no marriage or stable union. Comparison among the prevalence of risk factors in different occupations was significant (p<0.05) for the following factors: abdominal obesity, waist-hip ratio increased, sedentary lifestyle and HDL-cholesterol <35 mg/dl, and the nursing workers showed higher prevalence levels for these three factors. Hence, within the study context, nursing workers are at an increased risk for developing diabetes in comparison with other health professionals.; Objetivou-se analisar as inter-relações entre ocupação e prevalência de fatores de risco para diabetes tipo 2. Participaram 299 sujeitos, trabalhadores de um hospital público de Fortaleza, CE. Para a coleta de dados utilizou-se um formulário, contemplando variáveis sociodemográficas e relativas aos fatores de risco para diabetes tipo 2. Verificou-se que 40...

O diabetes hiperlábil existe como entidade clínica?; Does brittle diabetes exist as a clinical entity?

ELIASCHEWITZ, Freddy Goldberg; FRANCO, Denise Reis
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
A melhor compreensão das causas da instabilidade dos níveis da glicemia em pacientes com diabetes melito tipo 1 (DMT1) e a disponibilidade de novas alternativas para enfrentá-la com sucesso, como a bomba de infusão contínua de insulina e os análogos das insulinas, tornaram relevante o questionamento sobre a existência do diabetes hiperlábil como uma entidade bem como a necessidade de defini-lo. O presente artigo pretendeu descrever o conceito de diabetes hiperlábil à luz dos novos avanços na terapia do DMT1 e propor critérios objetivos para a quantificação da labilidade da glicemia.; The best comprehension about the instability of the glycemia levels in type 1 diabetes mellitus (T1DM) patients and the availability of new alternatives to successfully control it, like insulin pump therapy and the insulin analogues, underlined the questions about the brittle diabetes existence as a clinical entity as well as the necessity of define it. The aim of this article was to describe the concept of brittle diabetes in the light of the latest advances in the treatment of type 1 diabetes and propose objective criteria to evaluate the level of glucose liability.

Short-term diabetes attenuates left ventricular dysfunction and mortality rates after myocardial infarction in rodents

RODRIGUES, Bruno; FIGUEROA, Diego Mendrot Taboas; FANG, Jiao; ROSA, Kaleizu Teodoro; LLESUY, Suzana; ANGELIS, Kátia De; IRIGOYEN, Maria Cláudia
Fonte: Faculdade de Medicina / USP Publicador: Faculdade de Medicina / USP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
OBJECTIVES: To investigate the effects of hyperglycemia on left ventricular dysfunction, morphometry, myocardial infarction area, hemodynamic parameters, oxidative stress profile, and mortality rate in rats that had undergone seven days of myocardial infarction. INTRODUCTION: Previous research has demonstrated that hyperglycemia may protect the heart against ischemic injury. METHODS: Male Wistar rats were divided into four groups: control-sham, diabetes-sham, myocardial infarction, and diabetes + myocardial infarction. Myocardial infarction was induced 14 days after diabetes induction. Ventricular function and morphometry, as well as oxidative stress and hemodynamic parameters, were evaluated after seven days of myocardial infarction. RESULTS: The myocardial infarction area, which was similar in the infarcted groups at the initial evaluation, was reduced in the diabetes + myocardial infarction animals (23 ± 3%) when compared with the myocardial infarction (42 ± 7%, p<0.001) animals at the final evaluation. The ejection fraction (22%, p = 0.003), velocity of circumferential fiber shortening (30%, p = 0.001), and left ventricular isovolumetric relaxation time (26%, p = 0.002) were increased in the diabetes + myocardial infarction group compared with the myocardial infarction group. The diabetes-sham and diabetes + myocardial infarction groups displayed increased catalase concentrations compared to the control-sham and myocardial infarction groups (diabetes-sham: 32± 3; diabetes + myocardial infarction: 35± 0.7; control-sham: 12 ± 2; myocardial infarction: 16 ± 0.1 pmol min-1 mg-1 protein). The levels of thiobarbituric acid-reactive substances were reduced in the diabetes-sham rats compared to the control-sham rats. These positive adaptations were reflected in a reduced mortality rate in the diabetes + myocardial infarction animals (18.5%) compared with the myocardial infarction animals (40.7%...

Correlates of the incidence of disability and mortality among older adult Brazilians with and without diabetes mellitus and stroke

Andrade, Flavia Cristina Drumond; Guevara, Pilar Eguez; Lebrão, Maria Lúcia; Duarte, Yeda Aparecida de Oliveira
Fonte: BIOMED CENTRAL LTD Publicador: BIOMED CENTRAL LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Background: The combined effect of diabetes and stroke on disability and mortality remains largely unexplored in Brazil and Latin America. Previous studies have been based primarily on data from developed countries. This study addresses the empirical gap by evaluating the combined impact of diabetes and stroke on disability and mortality in Brazil. Methods: The sample was drawn from two waves of the Survey on Health and Well-being of the Elderly, which followed 2,143 older adults in Sao Paulo, Brazil, from 2000 to 2006. Disability was assessed via measures of activities of daily living (ADL) limitations, severe ADL limitations, and receiving assistance to perform these activities. Logistic and multinomial regression models controlling for sociodemographic and health conditions were used to address the influence of diabetes and stroke on disability and mortality. Results: By itself, the presence of diabetes did not increase the risk of disability or the need for assistance; however, diabetes was related to increased risks when assessed in combination with stroke. After controlling for demographic, social and health conditions, individuals who had experienced stroke but not diabetes were 3.4 times more likely to have ADL limitations than those with neither condition (95% CI 2.26-5.04). This elevated risk more than doubled for those suffering from a combination of diabetes and stroke (OR 7.34...

"Suporte social familiar no cuidado de pessoas adultas com diabetes mellitus tipo 2" ; Family support in care for adult type 2 diabetes mellitus patients.

Rossi, Vilma Elenice Contatto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
O diabetes é considerado uma das doenças crônicas mais prevalentes na atualidade. Para seu tratamento, é necessário que a pessoa incorpore no seu cotidiano dieta, atividade física, automonitorização da glicose sanguínea e, com o passar do tempo, uso de medicamento. Desta forma, é importante o envolvimento da família nesse processo, incentivando a pessoa a aderir aos cuidados necessários. O presente estudo, de natureza descritiva, foi desenvolvido na cidade de Passos-MG, com pessoas matriculadas no Programa de Assistência ao Diabético, com objetivo de analisar a influência do apoio social familiar no cuidado de pessoas com diabetes tipo 2. Os dados foram coletados no período entre 1 de setembro a 30 de dezembro de 2004, de 51 pessoas por meio de entrevista individual, utilizando-se a Técnica do Incidente Crítico para obtenção dos relatos positivos e negativos de eventos que envolveram os familiares, que pudessem estar influenciando no cuidado. Foram utilizados dois instrumentos, sendo o primeiro para a caracterização das pessoas participantes e o segundo para a coleta dos incidentes críticos propriamente ditos. Após análise dos relatos, foram definidas quatro categorias principais: alterações na família/amigos...

"Implementação de um atendimento ao paciente diabético utilizando o protocolo Staged Diabetes Management" ; Implementation and evaluation of a health care program for diabetics patients, guided by the Staged Diabetes Management Protocol

Otero, Liudmila Miyar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Trata-se de um estudo quase-experimental, prospectivo, comparativo, do tipo antes e depois, realizado no Centro Educativo de Enfermagem para Adultos e Idosos. Objetivo geral: avaliar o impacto do Protocolo Staged Diabetes Management no controle metabólico dos pacientes diabéticos do Centro Educativo de Enfermagem para Adultos e Idosos da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Objetivos específicos: caracterizar a população do estudo, segundo variáveis sociodemográficas — sexo e idade — e clínicas — tipo de diabetes, tempo de diagnóstico e co-morbidade —; descrever a evolução do tratamento e dos sinais e sintomas dos pacientes estudados; descrever e comparar o índice de massa corporal (IMC), perfil glicêmico, lipídico e da pressão arterial dos pacientes diabéticos, antes e depois da implementação do Protocolo SDM; avaliar o conhecimento dos pacientes diabéticos acerca de sua doença, antes e depois da implementação do Protocolo SDM e descrever a satisfação dos pacientes, depois da implementação do Protocolo SDM. A população foi constituída por 54 pacientes diabéticos do tipo 1 e do tipo 2, que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão, de agosto de 2003 a abril de 2005. Para a coleta de dados...

Efeitos do diabetes mellitus sobre a função testicular de ratos Wistar; Study of the diabetes mellitus on testicular function of Wistar rat

Cioffi, Marcia Cury
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Utilizaram-se 27 ratos Wistar, machos com 98 dias de idade, originados do Biotério da FMVZ-USP, com o objetivo de avaliar os possíveis efeitos do diabetes mellitus, sobre a função reprodutiva relacionada ao macho.Os animais foram divididos em três grupos, grupo A (GA) constituído de 10 animais sadios, grupo B (GB) constituído de oito ratos Wistar, com diabetes mellitus induzida quimicamente através da administração intraperitonial de estreptozotocina (65mg/Kg) e grupo C (GC) constituído por nove animais com diabetes mellitus induzida quimicamente pela administração intraperitonial de estreptozotocina (65mg/Kg), associada a insulinoterapia (3UI/rato por dia). Após quatro dias da administração da droga (GB e GC), os animais pertencentes ao grupo C (GC) receberam insulinoterapia (três IU/rato/dia) durante 42 dias. No final do experimento (46 dias após a administração da estreptozotocina), os animais foram sacrificados e foram observados os seguintes resultados; O diabetes mellitus leva ao aumento da glicemia, diminuição do peso corpóreo, diminuição do peso e tamanho testicular, diminuição das concentrações séricas de testosterona e FSH. Porém através da avaliação dos níveis séricos de inibina B, foi constatado que o diabetes não promove nem redução...

Qualidade de vida de idosos diabéticos tipo 2, usuários de um ambulatório de hospital escola; Quality of life of elderly people with type 2 diabetes, users of a clinic in a hospital school.

Aley, Laís Pelissoni Vicente
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
INTRODUÇÃO: O diabetes melito tipo 2 constitui uma doença crônica, caracterizada pelo longo curso clínico, por não apresentar cura e por requerer, de forma variável, gerenciamento contínuo e permanente. Um aspecto que vem suscitando interesse é a qualidade de vida destes pacientes. OBJETIVO: Descrever o perfil e estudar as associações entre a Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) e variáveis sócio-demográficas e clínicas em idosos diabéticos tipo 2. MÉTODOS: Realizou-se um estudo epidemiológico transversal, em 117 idosos diabéticos tipo 2, atendidos no Ambulatório de Diabetes do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. As variáveis independentes foram avaliadas por dois questionários: um sócio-demográfico e um clínico. A variável dependente, a QVRS, foi aferida pelo questionário "Short Form General Health Survey" (SF-36), constituído de oito dimensões. Para analisar os dados realizou-se uma análise bivariada e posteriormente, de regressão múltipla, por meio de modelos lineares generalizados, supondo distribuição de probabilidades gama com função de ligação logarítmica. RESULTADOS: O perfil da qualidade de vida deste grupo é inferior àqueles sem diabetes...

Apoio social, adesão ao tratamento e controle metabólico de pessoas com Diabetes Mellitus tipo 2; Social support, treatment adherence and metabolic control of people with type 2 diabetes mellitus.

Boas, Lilian Cristiane Gomes Villas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Trata-se de um estudo seccional, de abordagem quantitativa, cujo objetivo geral foi analisar a relação entre o apoio social percebido, a adesão às atividades de autocuidado, a adesão ao tratamento medicamentoso e o controle metabólico de pessoas com diabetes mellitus tipo 2. Como objetivos específicos, pretendeu-se caracterizar a amostra segundo características sociodemográficas, clínicas, hábitos de vida e controle metabólico; avaliar a percepção das pessoas com diabetes mellitus tipo 2 frente ao apoio social; avaliar a adesão ao autocuidado e ao tratamento medicamentoso das pessoas com diabetes mellitus tipo 2. O estudo foi desenvolvido em unidade ambulatorial, no período de maio a novembro de 2008. Mediante os critérios de inclusão e exclusão, a amostra ficou constituída por 162 pessoas; para a coleta dos dados, foram utilizados o Inventário da Rede de Suporte Social, o Questionário das Atividades de Autocuidado com a Diabetes e a Medida de Adesão aos Tratamentos. Resultados: 94 (58%) participantes eram do sexo feminino, a média de idade foi de 59,39 (DP=8,02) anos, 114 (70,4%) eram casados, 67 (41,4%) aposentados ou pensionistas, 129 (79,6%) procedentes de Ribeirão Preto e/ou região, média de escolaridade de 5...

Controle Pós-Transcricional em Timócitos e Linfócitos T CD3+ periféricos de camundongos NOD Durante a Emergência do Diabetes Mellitus do Tipo 1; Post-transcriptional control in thymocytes and peripheral CD3+ T Lymphocytes of NOD mice during the emergence of type 1 diabetes

Fornari, Thaís Arouca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
O presente trabalho refere-se ao estudo do papel dos microRNAs no controle pós-transcricional das células T de camundongos Non Obese Diabetic (NOD) modelo que reproduz o diabetes mellitus do tipo 1 (DM-1). Durante o desenvolvimento do trabalho, procurou-se esclarecer a hipótese de que os microRNAs controlam os níveis de determinados RNAs mensageiros (mRNAs) das células T durante a indução ou perda de tolerância imunológica. Portanto, a expressão alterada dos microRNAs estaria contribuindo com o processo da autoimunidade. Sendo assim, o objetivo do estudo foi identificar os perfis de expressão e as redes de interação entre um conjunto de microRNAs e seus respectivos mRNAs alvos nos timócitos e nos linfócitos T CD3+ periféricos durante o desenvolvimento do diabetes mellitus do tipo 1 (DM-1) em camundongos NOD. Para avaliar a expressão de genes codificadores de mRNAs, sendo estes possíveis alvos de microRNAs, utilizou-se a tecnologia de microarrays. O uso de programas de análise e para a construção das redes foi imprescindível. Acreditase que fenômenos complexos como a regulação pós-transcricional de células T e seu envolvimento no processo de tolerância imunológica, bem como o surgimento de doenças autoimunes...

Estudo comparativo de redes gênicas de expressão de genes associados à diabetes mellitus tipo 2 (DM2) e genótipos de risco da doença; Comparative study of gene networks of genes associated with type 2 diabetes mellitus (DM2) and the risk genotypes for the disease

Vaquero, André Ramos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
INTRODUÇÃO: O polimorfismo dentro do gene TCF7L2, rs7903146, é, até o momento, o marcador genético mais significantemente associado ao risco de diabetes mellitus tipo 2, sendo também associado à doença arterial coronariana. Contudo, pouco ainda se conhece sobre o papel funcional desse polimorfismo na patologia dessas doenças. O objetivo desse projeto foi investigar esse papel funcional, no fenótipo de células vasculares de músculo liso de 92 indivíduos, usando abordagens de comparação de níveis de expressão gênica e de comparação de correlações de expressão gênica, de modo que tais comparações fossem representadas visualmente como redes de interação gênica. MÉTODOS: Inicialmente, foram comparados os níveis de expressão de 41 genes (genes que possuem ou estão perto de variantes genéticas associadas ao diabetes mellitus tipo 2 e outros genes relacionados às vias de sinalização de diabetes mellitus tipo 2 ou às vias de proliferação celular) entre indivíduos com o alelo associado ao risco de diabetes mellitus tipo 2 (CT e TT) e indivíduos sem o alelo de risco (CC) do rs7903146. Com a finalidade de se observar se os genes estavam se relacionando de modo diferente entre os grupos genotípicos, foram comparados os padrões de correlação de expressão dos 41 genes. RESULTADOS: Quanto às comparações de níveis de expressão entre os grupos...

Colaboração médico-farmacêutico no manejo de pacientes com diabetes mellitus tipo 2: expectativas e resultados; Physician-pharmacist collaboration in the management of patients with type 2 diabetes mellitus: expectations and outcomes

Aguiar, Patricia Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Nos últimos vinte anos houve um aumento substancial no número de revisões sistemáticas e ensaios clínicos que avaliaram intervenções farmacêuticas para pacientes com doenças crônicas, em especial o diabetes. No entanto, existem poucos estudos que avaliam criticamente tais publicações, bem como modelos de prática desenvolvidos no contexto do sistema público de saúde brasileiro. O presente trabalho teve como objetivos avaliar revisões sistemáticas e ensaios clínicos controlados randomizados sobre serviços clínicos farmacêuticos para pacientes com diabetes e avaliar o efeito de modelo de colaboração médico- farmacêutico conduzido em ambulatório de cuidado secundário para pacientes com diabetes tipo 2 não controlada. Para tanto, busca abrangente da literatura foi conduzida nas bases de dados PubMed, SCOPUS, LILACS, Scielo e DOAJ por revisões sistemáticas e ensaios clínicos controlados randomizados. As revisões sistemáticas foram avaliadas em relação à qualidade da apresentação textual e metodológica, sendo identificados campos para melhorias futuras. A seguir, foi realizada uma descrição dos componentes-chave das intervenções e fontes de heterogeneidade clínica e metodológica entre os ensaios clínicos controlados randomizados. Ainda...

Ácidos graxos, índices de qualidade da gordura da dieta e o diabetes gestacional; Fatty acids, indices of dietary fat quality and gestational diabetes.

Barbieri, Patricia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.37005%
Os ácidos graxos e índices de qualidade da gordura da dieta tem papel importante na homeostase glicêmica, mas estudos sobre o consumo alimentar desses nutrientes e sua associação com o diabetes mellitus gestacional (DMG) são escassos. O objetivo do presente estudo consistiu na investigação da relação entre o diabetes gestacional e a ingestão usual de ácidos graxos específicos e de índices de qualidade da gordura da dieta de mulheres no segundo trimestre gestacional. Estudo transversal conduzido entre 799 gestantes adultas de Ribeirão Preto-SP-Brasil. Para a estimativa da dieta usual o Multiple Source Method foi utilizado, empregando-se dois IR24h obtidos a partir da 24a semana gestacional. As gestantes foram entrevistadas enquanto realizavam teste oral de tolerância à glicose e os critérios da International Association of Diabetes and Pregnancy Study Groups foram empregados para o diagnóstico do DMG. A associação entre os tercis de ácidos graxos da dieta durante a gestação e o DMG foi avaliada por análises de regressão logística, ajustadas por idade, escolaridade, paridade, semana gestacional, IMC pré-gestacional e atual, DMG prévia, histórico familiar de diabetes, tabagismo, prática de atividade física...

DIABETES MELITO GESTACIONAL Y LAS IMPLICACIONES PARA EL CUIDADO DE ENFERMERÍA EN EL PRENATAL; GESTATIONAL DIABETES MELLITUS AND THE IMPLICATIONS FOR THE NURSING CARE IN THE PRENATAL PERIOD; DIABETES MELITO GESTACIONAL E AS IMPLICAÇÕES PARA O CUIDADO DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL

Schmalfuss, Joice Moreira; Universidade Federal da Fronteira Sul; Prates, Lisie Alende; Universidade Federal de Santa Maria; de Azevedo, Melissa; Schneider, Vânia; Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 19/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.37837%
E s u na r evisión i ntegrativa d e l a l iteraturacuya finalidad fue identificar los cuidados de enfermeríaprestados a las mujeres con diabetes melito gestacionaldurante la atención prenatal, evidenciados en la literaturacientífica, entre los años de 2004 y 2013. Los datos fueronobtenidos en las bases LILACS y BDENF, utilizando losdescriptores “diabetes gestacional”, “cuidado prenatal” y“enfermería”. Fueron seleccionadas siete publicaciones. Seevidenció la existencia de huecos en la atención prestadaa las mujeres con diabetes gestacional y la importanciadel papel desempeñado por el enfermero en el contextode cuidado de la gestante, favoreciendo la prácticadel autocuidado. El número restricto de publicacionessobre la temática apunta la necesidad de inversiones enproducciones referentes a ese segmento de población.; This integrative literature review aims to identifythe nursing care provided to women with gestationaldiabetes mellitus during the prenatal care, evidenced inthe scientific literature, between 2004 and 2013. Datacollection was undertaken in the LILACS AND BDENFdatabases, using the descriptors “gestational diabetes”,“prenatal care”, and “nursing”. Seven publications wereselected. Evidence was found for the existence of gaps inthe care given to women with gestational diabetes...

Associação entre tempo sentado e diabetes mellitus em idosos: um estudo de base populacional; Association between time spent sitting and diabetes mellitus in older adults: a population-based study

Silva, Rafael de Carvalho da; Universidade Federal do Triângulo Mineiro; Meneguci, Joilson; Universidade Federal do Triângulo Mineiro; Martins, Talita Inácio; Universidade Federal do Triângulo Mineiro; Santos, Álvaro da Silva; Universidade Federal do
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Original paper; Avaliado por Pares; Estudo transversal; Entrevista; Questionário Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.37837%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n4p379 Em meados do século passado, transformações na economia e sociedade brasileira somaram-se para desencadear uma rápida transição demográfica, que se caracterizou pelo aumento de idosos. Assim, presenciou-se um envelhecimento populacional, que foi acompanhado pelo aumento da incidência de doenças crônicas não transmissíveis. Alguns fatores de risco estão bem estabelecidos para o desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis, como excesso de peso, consumo de tabaco e álcool, alimentação inadequada e inatividade física. Adicionalmente, o comportamento sedentário mostrou-se relacionado a importantes efeitos deletérios à saúde, como, por exemplo, diabetes mellitus tipo 2, obesidade e mortalidade.O estudo teve como objetivo investigar a associação entre tempo sentado e diabetes mellitus em idosos. Estudo transversal, realizado em 24 municípios integrantes da Superintendência Regional de Saúde de Uberaba, MG. Os indivíduos selecionados responderam um questionário estruturado e foram submetidos à avaliação antropométrica. Foram analisados 3.265 idosos. A prevalência de diabetes mellitus foi de 20,0% e a mediana de tempo sentado de 240...

The diabetes-related attitudes of health care professionals and persons with diabetes in Argentina

Gagliardino,Juan J.; González,Claudio; Caporale,Joaquín E.
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.37837%
OBJECTIVE: To test diabetes-related attitudes of health care team members (HCTMs) and people with diabetes in a developing country, in this case, Argentina. METHODS: The third version of the Diabetes Attitudes Scale (DAS-3) was randomly administered, in person, to 252 HCTMs (nurses, nutritionists, physicians, podiatrists, and social workers) and 279 people with type 1 or type 2 diabetes mellitus in several provinces of Argentina in 2004. Data from 531 completed questionnaires were included in the study. The data were statistically analyzed using analysis of variance, covariance, chi-square, and t-tests. RESULTS: Although few, the differences in attitudes of HCTMs and people with diabetes were significant. The two groups expressed only slight agreement on DAS-3 statements such as "seriousness of type 2 diabetes," "value of tight control," and "psychosocial impact of diabetes;" and disagreed completely on "patient autonomy." No significant differences were recorded between people with type 1 or type 2 diabetes regarding "seriousness of the disease," but from both groups, those individuals who had previously attended a diabetes education course assigned this statement a higher score (P < 0.01). CONCLUSIONS: The unfavorable trend among the participants...

Disparities in undiagnosed diabetes among United States-Mexico border populations

Stoddard,Pamela; He,Guozhong; Vijayaraghavan,Maya; Schillinger,Dean
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.37837%
OBJECTIVE: To compare the prevalence of undiagnosed diabetes among populations with diabetes living on the United States (U.S.)-Mexico border, examine explanations for differences between groups, and investigate differences in metabolic outcomes by diagnosis status. METHODS: Data come from the U.S.-Mexico Border Diabetes Prevention and Control Project survey (2001-2002), which used a stratified, multistage design. The sample included 603 adults (18 years or older) with diabetes. Undiagnosed diabetes was defined as a fasting plasma glucose (FPG) value of > 126 mg/dL and no report of diagnosis. Logistic regression was used to compare the odds of being undiagnosed among border populations with diabetes. Metabolic outcomes included FPG, glycosylated hemoglobin, and mean arterial blood pressure. RESULTS: One in four adults with diabetes (25.9%) living on the U.S.-Mexico border was undiagnosed. Mexicans (43.8%) and Mexican immigrants (39.0%) with diabetes were significantly more likely to be undiagnosed than were U.S.-born Hispanics (15.0%; P < 0.05 for either comparison) or non-Hispanic whites (6.6%; P < 0.001 for either comparison). Mexicans were more likely to be undiagnosed than were all U.S. adults (14.7%; P < 0.001) with diabetes. Significant differences in the likelihood of being undiagnosed remained between all groups with diabetes after adjustment for sociodemographic and healthcare-related covariates...

Quality of diabetes care: a cross-sectional study of adults of Hispanic origin across and along the United States-Mexico border

Díaz-Apodaca,Beatriz A.; de Cosío,Federico G.; Canela-Soler,Jaume; Ruiz-Holguín,Rosalba; Cerqueira,Maria Teresa
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.37837%
OBJECTIVE: To assess and monitor the quality of care provided to Hispanics diagnosed with diabetes living in the border region between the United States of America and Mexico. METHODS: From April 2001 to November 2002, Phase I of the U.S.-Mexico Border Diabetes Prevention and Control Project, a prevalence study of type 2 diabetes and its risk factors, was conducted along the U.S.-Mexico border using two-stage cluster sampling of towns and households within towns. A questionnaire was administered on diabetes (self-reported) and lifestyle and a physical examination and blood sample were obtained. Of the 4 027 study participants, 521 (13.0%) reported receiving a pre-study diagnosis of diabetes. Of those, 466 were of Hispanic origin (226 on the Mexican side of the border and 240 on the U.S. side). RESULTS: Results indicated 42.1% of Hispanics on the U.S. side of the border (95% confidence interval [CI] 35.8%-48.6%) and 37.6% of Hispanics on the Mexican side (95% CI 31.3%-44.3%) had controlled diabetes (defined as glycosylated hemoglobin A1c < 7.0 %), and only one (on the Mexican side of the border) received optimal diabetes care, defined according to international criteria for systolic blood pressure and body mass index as well as health provider provision of yearly examinations of foot and eyes as preventive care measures for early detection of diabetes complications. CONCLUSIONS: Adult Hispanics diagnosed with diabetes and living on the U.S.-Mexico border region are not receiving adequate diabetes-related care...