Página 6 dos resultados de 69670 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Knowledge and attitude: important components in diabetes education; Conocimiento y actitudes: componentes para la educación en diabetes; Conhecimento e atitudes: componentes para a educação em diabetes

RODRIGUES, Flávia Fernanda Luchetti; ZANETTI, Maria Lúcia; SANTOS, Manoel Antônio dos; MARTINS, Tatiane Aparecida; SOUSA, Valmi D.; TEIXEIRA, Carla Regina de Sousa
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.41911%
This descriptive cross-sectional study was conducted from March to November 2007 at a research and community services center of a Brazilian university. It aimed to explore the knowledge and attitude of people with diabetes mellitus who were attending a diabetes self-care education program. The sample was composed of 82 adults with diabetes mellitus. Data were collected through the Portuguese versions of the Diabetes Knowledge Questionnaire (DKN-A) and the Diabetes Attitude Questionnaire (ATT-19). Results revealed that 78.05% of the participants obtained scores higher than eight on knowledge about diabetes, which indicates they have knowledge and understand the disease. Scores on attitude ranged from 25 to 71 suggesting difficulty in coping with the disease. We conclude that although participants obtained a good score on knowledge, their attitude did not change so as to more adequately cope with the disease.; Estudio transversal, realizado en un centro de investigación y extensión universitaria brasileño, en el período de marzo a noviembre de 2007. El objetivo fue verificar conocimientos y actitudes de personas con diabetes mellitus que participaban de un programa de educación en el auto cuidado en diabetes. Como método se usó una muestra constituida por 82 adultos con diabetes mellitus. Para recolección de los datos fueron utilizadas versiones portuguesas de los cuestionarios Diabetes Knowledge Questionnaire (DKN-A) y Diabetes Attitude Questionnaire (ATT-19). Los resultados mostraron que 78...

Aposentadoria e as mudanças de vida das pessoas com diabetes tipo 2; Retirement and changes in life style of people with Diabetes type 2

Paloalto, Ma Laura Ruiz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
Trata-se de um estudo qualitativo, que teve como objetivo compreender as mudanças de vida das pessoas aposentadas com diabete tipo 2. Primeiramente se caracteriza a população com diabetes tipo 2 da Clínica Hospital ISSSTE Celaya - México, onde extraiu-se uma amostra de 56 pacientes do quais 39,28% estão entre 60 e 69 anos de idade, 53,6% pertencem ao sexo feminino, 69,6% são casados, 35,7% são do lar, 41% têm nível básico de estudos, 92,8% vivem com algum familiar, 28,57% têm entre 1 e 5 anos de diagnóstico, 87,7% comparecem à consulta pelo menos uma vez ao mês, 60,7% foram em mais de uma ocasião, 39,3% ignoram as causas de hospitalização, 66,1% têm patologia associada, 98,2% fazem tratamento medicamentoso. A seguir se aplica uma entrevista semiestruturada com dez pacientes com diabetes tipo 2 e por meio da Análise de Conteúdo Modalidade Temática, chegou-se a quatro grandes temas: 1) vida dedicada ao trabalho; 2) insegurança em relação ao diabetes tipo 2; 3) alternativas depois da aposentadoria e 4) plano terapêutico para o controle do diabete tipo 2. O resultados evidenciaram que grande parte dos sujeitos tiveram uma vida dedicada ao trabalho, que gerou satisfação e insatisfação. Antes da aposentadoria relatam que não tiveram tempo para o cuidado com o controle metabólico do diabetes...

Adaptação cultural e validação do instrumento diabetes - 39 (D-39): versão para brasileiros com diabetes mellitus tipo 2 - fase 1; Cultural adaptation and validation of the instrument "Diabetes - 39 (D- 39)": version for brazilian with diabetes mellitus type 2 - step 1

Queiroz, Flávia Alline de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
Diabetes mellitus é considerado um importante problema de saúde pública, que, pelas conseqüências decorrentes de suas complicações e tratamento, poderá afetar a qualidade de vida das pessoas acometidas. Os conceitos trazidos pela literatura sobre Qualidade de Vida têm enfocado a percepção das pessoas sobre suas experiências e satisfação em relação a determinadas áreas que compõem a natureza humana. Nas últimas décadas tem crescido o interesse de obter indicadores para avaliar os resultados de intervenções clínicas, de modo a garantir maior resolutividade dos problemas de saúde. Neste contexto surgem os estudos de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde, que se constituem em um modelo multidimensional para incluir os vários aspectos da vida humana, no qual a pessoa é fonte primária de informação, para expressar as conseqüências da enfermidade e do tratamento, na sua vida diária. A literatura traz instrumentos gerais e específicos para avaliar a qualidade de vida em relação à saúde. Entendemos que os instrumentos específicos poderão trazer informações direcionadas a realidade que se pretende atuar. Entre os instrumentos específicos de qualidade de vida das pessoas com diabetes, identificou-se o instrumento D-39 para avaliar a qualidade de vida das pessoas com diabetes mellitus. Desta forma...

Direitos dos usuários com Diabetes Mellitus: do conhecimento à utilização dos benefícios na saúde; Rights of users with diabetes mellitus: the use of the knowledge on health benefits.

Santos, Ellen Cristina Barbosa dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
Trata-se de um estudo exploratório-descritivo de abordagem qualitativa, com o objetivo de analisar o conhecimento do usuário com diabetes mellitus acerca dos direitos e benefícios em saúde advindos da legislação vigente. O estudo foi realizado no Centro de Pesquisa e Extensão Universitária do interior paulista com 12 usuários com diabetes mellitus, vinculados ao Grupo de Educação em Diabetes. A coleta de dados ocorreu no período de setembro a dezembro de 2008, através de entrevista semi-estruturada, norteada pela questão relacionada ao conhecimento do usuário com diabetes mellitus e percepção dos benefícios em saúde advindos da legislação vigente. Utilizou-se também, um questionário contendo variáveis sóciodemográficas, variáveis clínicas e variáveis relacionadas ao monitorização da glicemia capilar para caracterização dos participantes da pesquisa. A análise dos temas foi fundamentada nos documentos oficiais identificados através do levantamento acerca dos direitos do usuário em diabetes e dos princípios da Bioética. Os dados obtidos foram agrupados em três temas: a não-consciência dos usuários com diabetes mellitus acerca dos seus direitos; a co-responsabilidade em saúde no que diz respeito ao fornecimento de informações e à efetivação dos direitos dos usuários e...

Ajustamento familiar no contexto do diabetes tipo 2; Family adaptation in the diabetes type 2 environment

Caixeta, Camila Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.427974%
O diabetes mellitus tipo 2 é um dos principais problemas de saúde pública da atualidade. Esta doença se integra ao ambiente familiar, exigindo da pessoa portadora e de seus familiares ajustamentos para incluir os cuidados exigidos. Tais demandas exercem influencias sobre os indivíduos e sobre a família uma vez que estes se sentem responsáveis por se ajustarem a essa nova realidade a fim de gerenciar os cuidados exigidos. Entende se por ajustamento os movimentos contínuos que a família faz, ao longo do tempo, no sentido de conviver com o diabetes e, inserir as demandas que o diabetes impõe em suas vidas e rotinas. Assim, o objetivo desta pesquisa é compreender os processos de ajustamento da família frente às exigências que o diabetes tipo 2 impõe ao sistema familiar ao longo do tempo. Como referencial teórico, esta pesquisa se ancora nas perspectivas da Abordagem Sistêmica Familiar e, em algumas idéias sobre a experiência humana e os símbolos do Interacionismo Simbólico. Como método de pesquisa e de análise dos dados, utilizou se a Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram 12 famílias que foram dividas em três grupos de convívio com o diabetes: os primeiros cinco anos de tratamento, o período de seis a dez anos...

Associação entre TCF7L2 e outras variantes genéticas de risco para Diabetes Mellitus Tipo 2 e doença cardiovascular; Association between both TCF7L2 and genetic risk variants for type 2 diabetes mellitus and cardiovascular disease

Sousa, André Gustavo Pires de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.42231%
Introdução: Estudos prévios têm confirmado genes de susceptibilidade para Diabetes Mellitus tipo 2 em diferentes populações. Nesse contexto, os polimorfismos do gene TCF7L2 são considerados as mais importantes variantes genéticas de risco para o diabetes tipo 2, que, por sua vez, é um dos principais fatores de risco cardiovascular conhecidos, especialmente para doença arterial coronariana. Contudo, a hipótese de que variantes de risco do TCF7L2 ou a informação combinada de marcadores genéticos associados ao diabetes também podem predizer eventos cardiovasculares ainda não foi testada. Objetivos: este estudo objetivou avaliar a associação entre o polimorfismo rs7903146 do gene TCF7L2 e doença arterial coronariana em indivíduos diabéticos e não-diabéticos e determinar se a informação combinada de variantes genéticas de risco para diabetes também está associada com eventos cardiovasculares incidentes e diabetes. Métodos: Oitocentos e oitenta e nove indivíduos, que foram referenciados para cateterismo cardíaco, foram avaliados em um formato transversal para lesões coronárias (carga aterosclerótica) e 559 indivíduos do estudo MASS II, um estudo randomizado em pacientes portadores de doença coronariana multiarterial...

Prevalência de diabetes mellitus em mães de crianças com fissuras labiopalatinas; Prevalence of diabetes mellitus in mothers of children with cleft lip and palate

Kostrisch, Lilia Maria von
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.41911%
Introdução: Não foram encontrados na literatura dados sobre a prevalência de diabetes mellitus em mães de crianças com fissura labiopalatina. Dada a relevância do tema esse foi o principal objetivo da presente investigação. Método: Após aprovação do comitê de ética e pesquisa e obtenção do consentimento livre e esclarecido, foram entrevistadas 325 mulheres, mães biológicas de crianças com fissuras labiopalatinas com idades de 0 a 3 anos matriculadas no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo, HRAC-USP. Foi aplicado questionário com 24 questões onde obteve-se a identificação das mães, o tipo de diabetes, os principais sinais clínicos, as comorbidades associadas, hipertensão, obesidade, medicamentos e drogas lícitas e ilícitas usadas durante a gravidez. Também foram aferidos a pressão arterial e o perímetro abdominal das mães e anotados os valores da glicemia de jejum na primeira consulta pré-natal. Resultados: Os resultados obtidos mostraram que 88 mulheres apresentavam diabetes mellitus, sendo 78 com diabetes mellitus gestacional, 05 com diabetes mellitus tipo 1 e 05 com diabetes mellitus tipo 2. A prevalência de diabetes mellitus em mães de crianças com fissuras labiopalatinas foi de 27...

Avaliação do volume e dos índices placentários por meio da ultrassonografia tridimensional, e suas relações com dados clínicos e laboratoriais maternos, em gestantes portadoras de diabetes pré-gestacional; Assessment of placental volume and indices by threedimensional ultrasonography, and respective relationships with maternal clinical and laboratory data in pregnant women with pregestational diabetes

Paula, Carla Fagundes Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
INTRODUÇÃO:O diabetes pré-gestacional apresenta elevados índices de morbidade perinatal, secundários ao ambiente metabólico anormal decorrente de hiperglicemia e com impacto significativo na evolução da gestação. A hiperglicemia, quando acontece em fases iniciais da gravidez, pode levar a alterações muito precoces na placenta, principalmente na fase da angiogênese a qual é regulada por fatores angiogênicos, como o fator de crescimento placentário (PlGF) e a fração solúvel da proteína tirosina quinase semelhante ao fms (sFLT-1). Este estudo teve por objetivo estudar o volume e os índices de vascularização placentária por meio da ultrassonografia tridimensional, em gestantes com diabetes pré-gestacional, e suas relações com dados clínicos e laboratoriais maternos. MÉTODOS: Foram estudadas 45 gestantes com diabetes pré-gestacional em duas avaliações (12 a 16 semanas) e (20 a 25 semanas) onde foram mensurados o volume placentário (VP) e os índices placentários: IV (índice de vascularização); IF (índice de fluxo) e IVF (índice de vascularização e fluxo ) e o índice de pulsatilidade (IP) da artéria uterina. Estes foram comparados com gestantes de grupo controle nas mesmas idades gestacionais. O VP...

Análise dos gastos familiares com medicamentos e correlatos para o tratamento do diabetes na população brasileira

Zaccolo, Anamaria Vargas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.430493%
Introdução: O diabetes atinge um número cada vez maior de pessoas ao redor do mundo, sendo considerado um problema de saúde pública. Custos diretos para o atendimento ao diabetes representam de 2,5% a 15% dos gastos nacionais em saúde em todo o mundo, taxa que varia de acordo com a prevalência local de diabetes e a complexidade do tratamento disponível. Aspectos econômicos do diabetes foram amplamente estudados nos Estados Unidos e em países da Europa, mas informações desse tipo ainda são escassas no Brasil. Uma fonte potencial de dados para estudos com gastos em saúde no Brasil é a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Objetivos: Avaliar os gastos individuais com medicamentos para o tratamento do diabetes e correlatos entre diabéticos e estimar os custos do tratamento do diabetes e seu impacto no orçamento familiar das famílias que têm, pelo menos, um membro com a doença, a partir de dados contidos na POF 2002-2003. Materiais e métodos: Esta análise é conduzida com os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), de 2002-2003, a qual foi realizada entre julho de 2002 e junho de 2003, e envolveu entrevistas realizadas numa amostra de 48.470 domicílios. Resultados: 1...

Importância do pré-diabetes na predição do risco de diabetes melito tipo 2 e de suas complicações crônicas

Souza, Camila Furtado de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
O diabetes melito (DM) do tipo 2 (DM2) é responsável por 90% dos casos de diabetes e está associado a complicações micro e macrovasculares de elevada morbimortalidade. O DM2 é uma doença de prevalência crescente que impõe grande carga aos serviços de saúde, é de fácil diagnóstico, e medidas efetivas para a prevenção de suas complicações podem ser tomadas. As doenças cardiovasculares (DCV) são responsáveis por 65% da mortalidade de indivíduos com diabetes, tornando-o a sétima maior causa de morte nos Estados Unidos da América. Os indivíduos comprovadamente com maior risco de desenvolvimento de diabetes incluem aqueles com glicemia de jejum alterada (GJA) e tolerância diminuída à glicose (TDG), fases pré-clínicas da doença, e especialmente aqueles com GJA e TDG combinadas. Esses indivíduos fazem parte de um grupo hoje conhecido como pré-diabetes. Aproximadamente 25% dos indivíduos com pré-diabetes desenvolverá DM2 em 3 a 5 anos. A hiperglicemia, na ausência de DM diagnosticado, também foi associada ao aumento no risco de DCV. Mais recentemente, o pré-diabetes também vem sendo associado a complicações microvasculares, antes atribuídas somente ao DM. Muitos estudos demonstraram que mudanças no estilo de vida e intervenções medicamentosas são efetivas em retardar ou prevenir o DM2 em pacientes com pré-diabetes. Dentre os medicamentos que podem ser utilizados com essa finalidade...

Efeitos da resistencia periferica a insulina e do diabetes na prostata ventral de ratos; Effects of peripheral insulin resistance and diabetes in the rat ventral prostate

Daniele Lisboa Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.430493%
O diabetes mellitus leva a complicações em diversos órgãos, incluindo as glândulas acessórias do sistema genital masculino. Na próstata, é bem estabelecido que essa doença acarreta atrofia epitelial, mas ainda não é claro o seu efeito sobre os componentes estromais e sua associação com alterações patológicas. Esse estudo visa esclarecer três aspectos controversos referentes ao impacto do diabetes sobre a próstata: 1) como as condições metabólicas do diabetes crônico não tratado afeta o compartimento estromal, em especial os componentes da matriz extracelular; 2) as possíveis associações entre essa doença e a incidência de alterações neoplásicas e 3) examinar as alterações prostáticas causadas pela resistência à insulina em comparação com o diabetes. A resistência à insulina, induzida pela administração do glicocorticóide dexametasona (1mg mg/Kg pc, durante 5 dias) causa, em curto prazo, efeitos semelhantes aos do diabetes, tais como a atrofia epitelial e alteração fenotípica das células musculares lisas (cml). Contudo, esta situação difere do diabetes pela atrofia das cml e ativação dos fibroblastos. Os efeitos do diabetes (90 dias), induzido experimentalmente pela administração de aloxana (45 mg/Kg pc)...

Frequência de diabetes mellitus tipo 2 em mulheres com história de diabetes gestacional : trabalho de investigação : frequency of type 2 diabetes mellitus in women with history of gestational diabetes mellitus

Henriques, Ângela Cristina Silva
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.42231%
Resumo da tese: Introdução: Segundo o Relatório de Consenso Nacional de Diabetes e Gravidez e de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde, todas as mulheres diagnosticadas com Diabetes Gestacional (DG) e com Prova de Tolerância à Glicose Oral (PTGO) normal no pós-parto, devem ser vigiadas regularmente, pois têm um risco aumentado para desenvolverem Diabetes Mellitus Tipo 2 (DMT2). A American Diabetes Association aconselha a instituição de terapêutica nutricional a indivíduos pertencentes a grupos de alto risco para a diabetes. Objectivos: Rastreio de Diabetes Mellitus Tipo 2 em mulheres com história de Diabetes Gestacional, 4 a 7 anos após o parto. Identificação dos factores de risco para a DMT2. Métodos: Estudo observacional descritivo de 100 mulheres com história de DG seguidas na consulta de Alto Risco Obstétrico para a Diabetes, no Hospital Infante D. Pedro, EPE, entre o período de 2001 e 2004. A avaliação foi efectuada numa consulta de Endocrinologia, na qual foi pedida glicemia em jejum, perfil lipídico, uricemia, PTGO (às mulheres sem diagnóstico de diabetes) e A1c (às diabéticas). Procedeu-se à recolha dos dados biográficos, clínicos (tensão arterial), antropométricos, história obstétrica e alimentar e hábitos de actividade física. Também se recolheram os valores da glicemia em jejum e da PTGO da Prova de Reclassificação do pós-parto. Resultados: Na Prova de Reclassificação do pós-parto...

A educação na pessoa com diabetes tipo 2 para a adesão às atividades de autocuidado

Salvado, Susana Sequeira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 02/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.42231%
A diabetes mellitus (DM) constitui um grave problema de saúde pública a nível mundial, não só pelo aumento da sua incidência, como também pela sua elevada morbilidade e mortalidade. No entanto, uma grande percentagem da mortalidade associada à diabetes pode ser prevenida através da normalização dos níveis de glicemia. A educação na diabetes é o pilar fundamental no tratamento desta patologia, pois os doentes diabéticos, com a ajuda dos profissionais de saúde, devem executar um complexo plano de ações de forma a desenvolver habilidades de autocuidado. O objetivo principal deste trabalho foi explicar a importância da educação na pessoa com diabetes tipo 2 para a sua adesão às atividades de autocuidado. Para tal foi realizado um estudo transversal de natureza exploratório-descritivo, com uma metodologia de caráter quantitativo. Para a recolha de dados foram utilizados dois questionários: um questionário para caraterização sociodemográfica, formação na diabetes e antecedentes pessoais; e outro questionário para a avaliação das atividades de autocuidado com a diabetes, tendo sido traduzido e adaptado para português por Bastos Severo & Lopes (2007). A amostra foi constituída por 100 indivíduos com diabetes tipo 2...

Diabetes em Movimento®-programa comunitário de exercício para pessoas com diabetes tipo 2: efeitos no controlo glicémico, fatores de risco cardiovascular e aptidão física

Mendes, Romeu Duarte Carneiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.427974%
Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto; A atividade física é reconhecida como uma estratégia terapêutica não farmacológica fundamental para o controlo da diabetes tipo 2 e do risco cardiovascular associado. No entanto, a maioria dos diabéticos tipo 2 não pratica exercício de forma regular, quer por uma consciência insuficiente sobre os potenciais benefícios do exercício, quer pela falta de conhecimentos específicos sobre as suas recomendações atuais. Quais são então as recomendações de prescrição de exercício para pessoas com diabetes tipo 2? De que forma se podem prevenir as lesões e eventos adversos agudos associados à prática de exercício nesta população? Será o treino intervalado de alta intensidade (TIAI) um método seguro e eficaz no controlo glicémico agudo? Será um programa comunitário de exercício combinado, de elevada aplicabilidade, e desenvolvido com recursos materiais mínimos e de baixo custo, capaz de induzir benefícios no controlo glicémico, nos principais fatores de risco cardiovascular, e na aptidão física em pessoas com diabetes tipo 2? Para responder a estas questões foram realizados vários estudos: uma revisão sistemática das recomendações internacionais de prescrição de exercício para pessoas com diabetes tipo 2; uma revisão crítica sobre as principais medidas preventivas de lesões e eventos adversos agudos associados ao exercício nesta população; um estudo cruzado...

Efeitos de regras sobre comportamentos de cuidados com os p?s em pessoas com diabetes

NAJJAR, Enise C?ssia Abdo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.42231%
Dentre as complica??es do Diabetes Mellitus (DM) encontra-se a amputa??o de membros inferiores, em decorr?ncia do p? diab?tico. Medidas preventivas simples voltadas para os comportamentos de cuidados com os p?s colaboram de forma significativa para a preven??o do p? diab?tico. Em virtude da gravidade e alta preval?ncia do p? diab?tico, v?rios estudos tem sido realizados com objetivo de identificar vari?veis que contribuem para melhorar a ades?o ?s medidas preventivas de cuidados com os p?s em pacientes com diabetes. Entretanto, ainda n?o est? claro quais os fatores que contribuem para estabelecer e manter comportamentos de cuidados com os p?s. A proposta desta pesquisa foi identificar vari?veis que contribuem para estabelecer e manter comportamentos de cuidado com os p?s e que, desta forma, colaboram para evitar o surgimento do p? diab?tico em pessoas com diabetes. Ela se constituiu em tr?s estudos: o primeiro, descritivo transversal, caracterizou-se como linha de base para os outros dois, que foram experimentais. A pesquisa se desenvolveu em uma unidade b?sica de sa?de na cidade de Bel?m ? Par?. O primeiro estudo investigou: as regras (orienta??es) relacionadas aos cuidados com os p?s apresentadas pelos profissionais de sa?de do programa Hiperdia...

Esquistossomose mansonica em camundongo NOD/Uni (non-obese diabetic), modelo do diabetes Mellitus tipo 1

Lenira Aparecida Guaraldo de Andrade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.430493%
A associação da esquistossomose com diabetes foi estudada em camundongo da linhagem NOD/Uni (non-obese diabetic), modelo para diabetes mellitus tipo 1. Há evidências recentes de que a resposta do tipo Th1 é prejudicial para o hospedeiro e Th2 protege contra o diabetes. A infecção pelo Schistosoma mansoni induz resposta celular do tipo Th2 no fígado humano e de camundongos. A evolução da esquistossomose em hospedeiro onde existe predomínio da resposta Th 1, vigente no diabetes, pode resultar em alteração da expressão das duas doenças. Grupos de camundongos machos e fêmeas NOD/Uni não diabéticos e diabéticos, em vários estágios do desenvolvimento do diabetes foram infectados por 10, 25 ou 50 cercárias da linhagem BH do S. mansoni. Foi constituído também um grupo de camundongas prenhes infectadas e o respectivo controle não infectadas. O grau de glicosúria foi determinado para cada animal ao final da sétima semana de infecção e expresso em mg de glicose/dL de urina. Todos os animais NOD/Uni livres de patógenos específicos foram mantidos em isoladores de PVC flexível, com pressão positiva. A mortalidade de cada grupo experimental foi registrada durante sete semanas da infecção. O sistema porta-hepático foi perfundido para coleta dos vermes adultos que foram fixados para determinação de comprimento. Foi observada a histopatologia pancreática e hepática. As medidas de áreas de granulomas hepáticos foram registradas mediante o uso de um sistema informatizado acoplado à câmara clara no microscópio óptico...

Análise econômica de programa para rastreamento do diabetes mellitus no Brasil; Economic analysis of a screening program for diabetes mellitus in Brazil

Georg, Alvaro E; Duncan, Bruce B; Toscano, Cristiana M; Schmidt, Maria Inês; Mengue, Sotero; Duarte, Cláudio; Polanczyk, Carísi A
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
OBJETIVO: Diabetes mellitus é um problema de saúde pública com elevado ônus social e econômico, cujo diagnóstico é desconhecido em metade dos indivíduos portadores. Em 2001, o Ministério da Saúde realizou a Campanha Nacional para a Detecção do Diabetes Mellitus. Assim, o objetivo do estudo foi estimar o impacto econômico e o rendimento desse rastreamento populacional. MÉTODOS: Baseado no número de rastreados com resultados positivos (glicemia capilar em jejum >;100 mg/dl ou fora do jejum >;140 mg/dl), foram estimados os prováveis casos novos de diabetes mellitus e construído modelo de decisão analítico. Dados primários e secundários foram utilizados para estimar os custos (em Reais) e o rendimento (casos novos de diabetes mellitus detectados) do rastreamento com o pressuposto de pagador único. Análises de sensibilidade foram conduzidas para avaliar o efeito de alguns parâmetros nessas estimativas. RESULTADOS: Considerando-se a prevalência de diabetes mellitus não diagnosticado na população-alvo de 4,8%, o número provável de novos casos de diabetes mellitus diagnosticados foi de 518.579. Isso, pressupondo que um terço dos participantes com teste positivo procurou a confirmação (23 casos por 1.000 rastreados). O custo por novo caso de diabetes mellitus diagnosticado a partir desses pressupostos seria de R$89. Em análises de sensibilidade...

Prevalência de diabetes e hipertensão no Brasil baseada em inquérito de morbidade auto-referida, Brasil, 2006; Prevalencia de diabetes e hipertensión en Brasil basado en pesquisa de morbilidad auto-referida, Brasil, 2006; Prevalence of diabetes and hypertension based on self-reported morbidity survey, Brazil, 2006

Schmidt, Maria Ines; Duncan, Bruce B; Hoffmann, Juliana Feliciati; Moura, Lenildo de; Malta, Deborah Carvalho; Carvalho, Rosa Maria Sampaio Vilanova de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.42231%
OBJETIVO: Estimar a prevalência de diabetes e de hipertensão auto-referidas e seus números absolutos no Brasil. MÉTODOS: Foram analisados dados referentes aos 54.369 indivíduos com idade >;18 anos entrevistados pelo sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), realizado nas 27 capitais brasileiras em 2006, que responderam positivamente a questões sobre pressão alta e diabetes. Os percentuais de hipertensão e diabetes auto-referidas estimados na amostra foram projetados para a população brasileira segundo idade, sexo e estado nutricional, utilizando o método direto de padronização. RESULTADOS: A prevalência de diabetes foi de 5,3%, maior entre as mulheres (6,0% vs. 4,4%), variando de 2,9% em Palmas (TO) a 6,2% em São Paulo (SP). A prevalência de hipertensão foi de 21,6% (21,3;22,0), maior entre as mulheres (24,4% vs. 18,4%), variando de 15,1% em Palmas a 24,9% em Recife (PE). As prevalências aumentaram com categorias de idade e nutrição. Estimou-se haver no Brasil um total de 6.317.621 de adultos que referem ter diabetes e 25.690.145 de adultos que referem ter hipertensão. CONCLUSÕES: As prevalências de diabetes e hipertensão auto-referidas são elevadas no Brasil. O monitoramento destas e outras condições de saúde pode ser feito por estratégias como a do VIGITEL...

Diabetes como causa básica ou associada de morte no Estado de São Paulo, Brazil, 1992; Diabetes as underlying or associated cause of death in the State of S. Paulo, 1992

Franco, Laercio J.; Mameri, Cecília; Pagliaro, Heloisa; Iochida, Lúcia C.; Goldenberg, Paulete
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1998 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
INTRODUÇÃO: As estatísticas de mortalidade, em geral, baseiam-se na análise das causas básicas de óbito. No caso do diabetes, sua importância é sempre subestimada, pois os diabéticos geralmente morrem devido às complicações crônicas da doença, sendo estas que figuram como a causa básica do óbito. Para atenuar esse problema, deveriam ser analisadas todas as causas mencionadas no atestado de óbito. Como contribuição ao problema foi analisada a freqüência das menções do diabetes nas declarações de óbito e as principais causas associadas. METODOLOGIA: Os coeficientes específicos e a mortalidade proporcional por diabetes, como causa básica ou associada, foram calculados com base nas informações extraídas dos atestados de óbito, através do sistema ACME (Automated Classification of Medical Entities), para o Estado de São Paulo, em1992. RESULTADOS E CONCLUSÕES: De um total de 202.141 óbitos, o diabetes foi mencionado em 13.786 (6,8%), sendo a causa básica em 5.305 (2,6%). A proporção foi maior para mulheres do que para homens (10,1 vs 4,6% como causa mencionada e 6,1 vs 2,9% como causa básica). Entre os óbitos com menção de diabetes no atestado, as principais causas básicas foram: diabetes (38,5%)...

Conhecimento e atitudes: componentes para a educação em diabetes; Conocimiento y actitudes: componentes para la educación en diabetes; Knowledge and attitude: important components in diabetes education

Rodrigues, Flávia Fernanda Luchetti; Zanetti, Maria Lúcia; Santos, Manoel Antônio dos; Martins, Tatiane Aparecida; Sousa, Valmi D.; Teixeira, Carla Regina de Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.425254%
Estudo transversal, realizado em um centro de pesquisa e extensão universitária brasileiro, no período de março a novembro de 2007. O objetivo foi verificar conhecimentos e atitudes de pessoas com diabetes mellitus que participavam de um programa de educação para o autocuidado em diabetes. Como método usou-se amostra constituída por 82 adultos com diabetes mellitus. Para coleta de dados foram utilizadas versões portuguesas dos questionários Diabetes Knowledge Questionnaire (DKN-A) e Diabetes Attitude Questionnaire (ATT-19). Os resultados mostraram que 78,05% tiveram escores superiores a 8 em relação ao conhecimento em diabetes, indicando conhecimento e compreensão acerca da doença. Quanto à atitude, os escores variaram entre 25 e 71 pontos, sugerindo dificuldade no enfrentamento da doença. Conclui-se que, apesar de os participantes terem obtido bom escore para o conhecimento, ainda assim não modificaram a atitude para o enfrentamento mais adequado da doença.; Estudio transversal, realizado en un centro de investigación y extensión universitaria brasileño, en el período de marzo a noviembre de 2007. El objetivo fue verificar conocimientos y actitudes de personas con diabetes mellitus que participaban de un programa de educación en el auto cuidado en diabetes. Como método se usó una muestra constituida por 82 adultos con diabetes mellitus. Para recolección de los datos fueron utilizadas versiones portuguesas de los cuestionarios Diabetes Knowledge Questionnaire (DKN-A) y Diabetes Attitude Questionnaire (ATT-19). Los resultados mostraron que 78...