Página 9 dos resultados de 1079 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Utilização da torta de girassol na alimentação de suínos nas fases de crescimento e terminação: efeitos no desempenho e nas características de carcaça

Costa,Mara Cristina Ribeiro da; Silva,Caio Abércio da; Pinheiro,João Waine; Fonseca,Nilva Aparecida Nicolao; Souza,Nilson Evelázio de; Visentainer,Jesui Vergílio; Belé,Juliana Contrera; Borosky,Julian Cristina; Mourinho,Fábio Lima; Agostini,Piero da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Quarenta e oito suínos (Landrace x Large White) com peso médio inicial de 22,69 kg (24 machos castrados e 24 fêmeas) foram submetidos a quatro tratamentos (dietas com 0; 5; 10 e 15% de inclusão de TG), com o objetivo de avaliar o uso da torta de girassol (TG) na alimentação de suínos nas fases de crescimento e terminação .Foram avaliados o ganho diário de peso (GDP), o consumo diário de ração (CDR) e a conversão alimentar (CA) durante as fases de crescimento I (20 a 50 kg de peso vivo), crescimento II (50 a 80 kg de peso vivo) e terminação (80 a 100 kg de peso vivo). Ao abate, foram avaliados o peso (PC) e o rendimento de carcaça (RC), a espessura de toucinho (ET), a profundidade do músculo Longissimus dorsi (PM), a área de olho de lombo (AOL), o comprimento de carcaça (CC), o rendimento (RCC%) e a quantidade de carne na carcaça (QCC). Não houve diferença significativa no desempenho entre os tratamentos nos períodos avaliados. O efeito sexo foi significativo e em favor dos machos castrados apenas para o GPD em todas as fases, e para o CDR, na fase de terminação e no período total (20 a 100 kg de peso vivo). Para as características de carcaça, não houve diferença significativa entre os tratamentos e o efeito sexo foi significativo para a ET...

Propriedades funcionais de concentrado protéico extrusado de sementes de girassol

Murate,Elenice H.; Prudencio-Ferreira,Sandra H.
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Propriedades funcionais de concentrado protéico de sementes de girassol extrusado a 135, 143 e 151ºC e com 20 e 24% de umidade (base seca) foram avaliadas. Os resultados demonstraram que a extrusão, dependendo das condições, provocou um aumento nos valores de solubilidade da proteína em água, capacidade de absorção de água e gordura, capacidade e atividade emulsificante, estabilidade da emulsão, capacidade de formação de espuma, porém não alterou a propriedade de estabilidade de espuma do concentrado protéico. A solubilidade das proteínas do concentrado protéico extrusado e não extrusado em função do pH foi menor no intervalo de 4,0 a 6,0 e houve um aumento significativo a partir do pH 7,0 para a amostra não extrusada.

Avaliação de cultivares de girassol em Goiânia - janeiro/93.

BEVITORI, R.
Fonte: In: REUNIÃO NACIONAL DE GIRASSOL, 10., 1993, Goiânia. Resumos. Goiânia: EMBRAPA-CNPSo, 1993. Publicador: In: REUNIÃO NACIONAL DE GIRASSOL, 10., 1993, Goiânia. Resumos. Goiânia: EMBRAPA-CNPSo, 1993.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 33.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Foi conduzido no CNPAF um ensaio final, que faz parte dos ensaios em rede do CNPSo, para avaliar 15 genótipos que obtiveram maior rendimento.; 1993

Composição bromatológica da silagem de quatro genótipos de girassol, ensilados em cinco diferentes idades de corte.

SOUZA, B. P. S.; COELHO, S. G.; GONCALVES, L. C.; VIEIRA, F. A. P.; BORGES, A. L. C. C.; RODRIGUEZ, N. M.; RODRIGUES, J. A. S.; BORGES, I.; SALIBA, E. S.
Fonte: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 57, p. 204-211, 2005. Publicador: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 57, p. 204-211, 2005.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Determinaram-se a composição bromatológica do material original e das silagens de quatro genótipos de girassol (M742, MG4, PM92007 e VDH483) utilizados para produção de grãos, ensilados em diferentes idades de corte após o plantio e aos 90, 97, 104, 111, e 118 dias, e o melhor momento de colheita desses cultivares para ensilagem. Os teores de matéria seca variaram entre as idades e cultivares, sendo observados valores de 12,7% a 42,2% no material original e 11,1% e 40,2% na silagem. Os valores de proteína bruta variaram de 8,3% a 12,6% no material original e de 9,4% a 12,9% na silagem. Foi observada diminuição (P<0,05) nos teores de carboidratos com a ensilagem. Os teores de extrato etéreo do material original e das silagens variaram de 2,2 a 13,3% no material original e de 3,0 a 17,9% na ensilagem. Houve diminuição dos teores de hemicelulose com a ensilagem, sugerindo que essa fração foi utilizada com substrato adicional para fermentação. Os teores de ácido lático diminuíram com o estágio de maturação da planta. Houve diminuição nos valores de digestibilidade in vitro da matéria seca com o avanço do estádio de maturação da planta. O melhor momento de colheita para os genótipos M742, MG4 e VDH483 foi aos 104 dias de idade e para o genótipo PM92007...

Avaliação pela técnica semiautomática de produção de gases das silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 9338)

JAYME, D. G.; GONSALVES, L. C.; MAURÍCIO, R. M.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N. M.; BORGES, A. L. C. C.; BORGES, I.; SALIBA, E. O. S.; PIRES, D. A. A.; GUIMARAES JUNIOR, R.; JAYME, C. G.; PEREIRA, L. G. R.
Fonte: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 61, n. 6, p. 1403-1410, 2009. Publicador: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 61, n. 6, p. 1403-1410, 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Foram avaliadas as silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338), pela técnica semiautomática de produção de gases. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as médias comparadas pelo teste SNK (p<0,05). O genótipo Rumbosol 91 apresentou a maior produção acumulativa de gases para o tempo de 96 horas de incubação com valor de 128,47mL/g de MS, e o menor valor foi observado para o genótipo Victoria 807 com 92,88. Não foram observadas diferenças entre os valores de degradabilidade da matéria seca (DMS) para as silagens avaliadas nos diferentes tempos. O potencial máximo de produção de gases variou de 91,67 para o genótipo Victoria 807 a 125,46mL/g de MS para a silagem do genótipo Rumbosol 46,39 e 43,26%. O maior valor para taxa de passagem (8%) foi observado para o genótipo Victoria 627. As silagens dos genótipos Rumbosol 91 e Victoria 627 mostraram destacado potencial para produção de gases e taxa de produção de gases.; 2009

Estadios de desenvolvimento do girassol para aplicacao de fitohormonios causadores de macho-esterilidade.

DESTRO, D.; ARIAS, E.R.A.; MIGLIORANZA, E.; TOLEDO, J.F.F. de; PALUDZYSZYN FILHO, E.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v. 28, n. 5, p.593-596, maio 1993. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v. 28, n. 5, p.593-596, maio 1993.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Este trabalho foi realizado, em Londrina, PR, no ano agricola 1982/83, para estudar a acao do ethrel e do acido giberelico como fitohormonios indutores de macho-esterilidade em girassol, aplicando-se em diferentes estadios de desenvolvimento dos capitulos. Os resultados obtidos mostraram que a inducao da macho-esterilidade foi acentuada na cultivar Issanka e pouco expressiva no hibrido DK 180. O acido giberelico foi menos eficiente em causar macho-esterilidade na cultivar Issanka quando aplicado em capitulos com 0,0 a 0,5 cm de diametro, sendo mais eficiente para induzir macho-esterilidade quando aplicado com os diametros dos capitulos variando de 0,5 a 2,0 cm. O ethrel nao apresentou efeito gameticida.; 1993

Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de girassol no Nordeste brasileiro na safra 2009.

OLIVEIRA, I. R. de; CARVALHO, H. W. L. de; CARVALHO, C. G. P. de; TABOSA, J. N.; LIRA, M. A.; FERREIRA, F. M. de B.; SANTOS, M. L. dos; RODRIGUES, C. S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1527-1531.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O objetivo deste trabalho foi averiguar a adaptabilidade e a estabilidade de cultivares de girassol em diferentes ambientes no Nordeste brasileiro, na safra 2009, para fins de recomendação. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições dos quinze tratamentos. A significância da interação cultivares x ambientes indicou comportamento não consistente das cultivares nos ambientes. As cultivares , Agrobel 967 e Aguará 3 devem ser recomendadas para as condições favoráveis de ambientes, por mostrarem boa adaptação (média >média geral e b>1) e as cultivares MG 2, M 734 e BRS GIRA 06 evidenciaram adaptabilidade ampla (média>média geral e b=1), constituindo-se em ótimas alternativas para exploração regional.; 2010; Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2011.

Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de girassol de ensaio final de segundo ano no Agreste Nordestino na safra 2009.

OLIVEIRA, I. R. de; CARVALHO, H. W. L. de; CARVALHO, C. G. P.; TABOSA, J. N.; LIRA, M. A.; FERREIRA, F. M. de B.; SANTOS, M. L. dos; RODRIGUES, C. S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1537-1541.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O objetivo deste trabalho foi verificar a adaptabilidade e a estabilidade de cultivares de girassol da rede de Ensaio Final de Segundo Ano, no Agreste Nordestino, no ano agrícola de 2009. Estas cultivares foram submetidas a diferentes ambientes do Nordeste brasileiro, para fins de recomendação. Para isso, os ensaios foram instalados nos estados de Sergipe, Alagoas e Rio Grande do Norte. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições de dezoito tratamentos. As cultivares V 20041, M 734, BRS GIRA 06, EXP 1452 CL e TRITON MAX justificaram suas recomendações para as condições de ambientes favoráveis. Por outro lado, a cultivar NEON se destacou para as condições de ambientes não favoráveis. As cultivares BRS GIRA 26, HLS 07, HLT 5004 e HELIO 358 apresentaram adaptabilidade ampla em todos os ambientes e se consubstanciam em excelentes alternativas para a agricultura regional.; 2010; Disponível em:. Acesso em: 5 jan. 2011.

Comportamento de genótipos de girassol do ensaio final no segundo ano no Nordeste brasileiro - safra 2009.

OLIVEIRA, I. R. de; CARVALHO, H. W. L. de; CARVALHO, C. G. P. de; TABOSA, J. N.; LIRA, M. A.; FERREIRA, F. M. de B.; SANTOS, M. L. dos; RODRIGUES, C. S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1640-1644.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O objetivo deste trabalho foi averiguar o comportamento de cultivares de girassol, de ensaio de final de segundo ano, quando avaliados em diversas áreas do Nordeste brasileiro, para fins de recomendação. Os ensaios foram realizados nos estados de Sergipe, Alagoas e Rio Grande do Norte. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições de dezoito tratamentos. Constataram-se, na análise de variância conjunta, diferenças significativas para os efeitos de genótipos, ambientes e interação genótipos x ambientes, evidenciando diferenças entre os genótipos e os ambientes e comportamento não consistente destes genótipos nos ambientes avaliados. Os genótipos com rendimentos médios de grãos acima da média geral mostraram melhor adaptação, destacando-se, entre eles, os EXP 1452 CL, BRS G6, M 734, BRS G26, V20041 e NEON, os quais se constituem em ótimas alternativas para exploração comercial na região.; 2010; Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2011.

Desempenho de cultivares de girassol (Helianthus annuus. L.) no Estado do Rio Grande do Norte.

LIRA, M. A.; CARVALHO, H. W. L. de; CARVALHO, C. G. P. de; LIMA, J. M. P. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1700-1703.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento produtivo de diversas cultivares de girassol. O ensaio foi instalado no Município de Canguaretama/RN no ano agrícola de 2007( 6º22 ? S, 35º 07? W, altitude de 5m, temperatura média anual de 25 ºC O solo é classificado como latossolo amarelo de textura arenosa. A precipitação ocorrida durante a condução do ensaio foi de 904,6 mm. O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com quatro repetições. Fez-se uma adubação utilizando-se a fórmula: 60-80-60 kg/ha mais 2 kg/ha de boro.Os materiais avaliados mostraram-se precoces, com uma média de 39 dias para atingir o florescimento inicial. Os rendimentos médios de grãos das cultivares ficaram entre 1.356 kg/ha e 2.581 kg/ha, com média geral de 1.829 kg/ha.Três cultivares apresentaram rendimentos médios de grãos acima de 2.200 kg/ha, sobressaindo-se os materiais M 734, HLA 863 e GIRA 19 e com o teor de óleo superior a 42 %.; 2010; Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2011.

Desempenho produtivo de cultivares de girassol (Helianthus annuus L.) sob condições irrigadas no Rio Grande do Norte.

LIRA, M. A.; GUEDES, F. X.; CARVALHO, H. W. L. de; CARVALHO, C. G. P. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE OLEAGINOSAS ENERGÉTICAS, 1., 2010, João Pessoa. Inclusão social e energia: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1710-1713.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo de cultivares de girassol em regime de irrigação. O ensaio foi conduzido na Estação Experimental da EMPARN, (Ipanguaçu,RN, 05º37? S 36º50? W , 70 m). O solo foi é um Neossolo de alta fertilidade, com adubação de 50-20-20 kg/ha + 2kg de Boro.. Utilizou-se irrigaçãoi por sulco e durante o ciclo da cultura foram aplicados 510 mm de água.. Foram avaliadas 26 cultivares, sendo 24 híbridos e 02 variedades em foi blocos ao acaso, com 04 repetições. As médias de rendimentos de grãos (aquênios) variaram de 2.110 kg/ha a 4.120 kg/ha, com média de 3.218 kg/ha. Sobressaíram-se os híbridos GRIZZLY, T 700, MG 52, NEON, HLS 03 e o HÉLIO 358, com respectivamente, 4.120 kg/ha, 4.097kg/ha, 3.705kg/ha, 3.638 kg/ha, 3.633 kg/ha e 3.610 kg/ha. Os maiores rendimentos de óleo foram obtidos com os genótipos MG 52, HÉLIO 358, HLS 03 e BRS-Gira 11, acima de 1.500kg/ha.; 2010; Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2011.

Análise de crescimento de girassol em Latossolo com diferentes niveis de saturação por bases no Cerrado.

AMABILE, R. F.; GUIMARAES, D. P.; FARIAS NETO, A. L. de.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v. 38, n. 2, p. 219-224, fev. 2003. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v. 38, n. 2, p. 219-224, fev. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Com o objetivo de avaliar o comportamento de cinco cultivares de girassol em um Latossolo Vermelho argiloso, foram realizados quatro ensaios sob quatro niveis de saturaçao por bases (18%, 34%, 56% e 77%) obtidos com aplicaçao de calcario dolomitico. Os dados semanais de crescimento foram ajustados pelas fincoes logisticas, Weibull de tres paramentros e a logistica generalizada de quatro paramentros empregando-se o procedimento NLIN do SAS, bem como os processos interativos do metodo DUD. A funcao logistica forneceu os melhores ajustes dados de crescimento. As cultivares foram categorizadas de acordo com o porte das plantas e tendecias de crescimento a partir da analise de agrupamentos (cluster analysis), usando o medoto das ligascoes completas e a metrica da distancia euclidiana. Todas as cultivares tiveram o crescimento reduzido quando o nivel de saturacao de bases foi de 18%. A cultivar M734 apresentou bom desempenho no nivel de 35% de saturacao por bases. Nos demais casos, os melhores resultados foram obtidos nos niveis de saturacao por bases entre 56% e 77%. As cultivares EMBRAPA 122 e M738 tiveram reducao de crescimento quando a saturacao foi elevada para 7%. EMBRAPA 122 arpresentou maior crescimento e menor altura ao final do ciclo vegetativo.; 0

Acumulo de micronutrientes em plantas de girassol.

SFREDO, G.J.; SARRUGE, J.R.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.25, n.4, p.499-503, abr. 1990. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.25, n.4, p.499-503, abr. 1990.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Em experimento de campo, um estudo do acumulo de micronutrientes pelas plantas de girassol foi conduzido no CNPSo em Londrina, PR, num Latossolo Roxo eutrofico. Foram utilizadas seis doses de NPK e destas foi usada a dose 0-0-0 que proporcionou maior producao de materia seca e de aquenios. Amostras de plantas foram coletadas de 14 em 14 dias, de emergencia ao fim do ciclo. A maior velocidade de absorcao de micronutrientes se deu a partir dos 42 dias apos a emergencia; o cobre e o zinco acumularam em maior quantidade nos aquenios, em relacao ao total absorvido. O acumulo maximo em g de micronutrientes, para producao de 1.000 kg de aquenios foi:Fe = 933; Mn = 787; B = 285; Zn = 255; Cu = 102; e sua exportacao pelos aquenios foi: Fe = 69; n 60: Zn 59; Cu = 23; B = 12.; 1990

Estabilidade de cultivares de girassol no nordeste brasileiro: safra 2010.

CARVALHO, H. W. L. de; OLIVEIRA, I. R. de; CARVALHO, C. G. P.; FERREIRA, F. M. de B.; TABOSA, J. N.; LIRA, M. A.; RODRIGUES, C. S.; CASTRO, C. R.; MENEZES, V. M. M.
Fonte: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE GIRASSOL, 19., 2011, Aracaju. Anais... Londrina: Embrapa Soja: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011. Publicador: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE GIRASSOL, 19., 2011, Aracaju. Anais... Londrina: Embrapa Soja: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; p. 281-284.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O objetivo deste trabalho foi averiguar a adaptabilidade e a estabilidade de cultivares de girassol quando avaliadas em diferentes ambientes do Nordeste brasileiro para fins de recomendação daquelas superiores. Os ensaios foram instalados no ano agrícola de 2010, nos municípios de Poço Redondo, Carira, Cel. João Sá, Frei Paulo e Umbaúba. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições dos dezenove tratamentos. Constatada a presença da interação cultivares x ambientes, estimaram-se ao parâmetros de adaptabilidade e estabilidade pelo modelo de Eberhart & Russell (1966). As cultivares NTO 2.0, M 734, BRSG 26, BRS 323 e BRS 322 mostraram os desvios da regressão semelhantes à unidade, evidenciando adaptabilidade ampla, constituindo-se, assim, em ótimas alternativas para exploração comercial nos diferentes ambientes. STABILITY OF SUNFLOWER CULTIVARS IN THE BRAZILIAN NORTHEAST: CROP 2010. The objective of this study was to investigate the adaptability and stability of sunflower cultivars when evaluated in different environments of the Brazilian Northeast. The essays were installed in the crop year 2010 in Poço Redondo, Carira, Frei Paulo and Umbaúba in Sergipe State; and Cel. João Sá in Bahia State. Verified the presence of cultivar x environment interaction...

Avaliação da produtividade de girassol semado em dezembro em Uruguaiana-RS.

OLIVEIRA, A. C. B. de; TOMAZZI, D. J.; CARVALHO, C. G. P. de.
Fonte: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE GIRASSOL, 19., 2011, Aracaju. Anais... Londrina: Embrapa Soja: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011. Publicador: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE GIRASSOL, 19., 2011, Aracaju. Anais... Londrina: Embrapa Soja: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; p. 343-346.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Com o objetivo de avaliar a produtividade de girassol em Uruguaiana-RS, foi realizado um experimento com semeadura em dezembro de 2010, conduzido na área experimental da FEPAGRO Fronteira Oeste, com delineamento experimental em blocos casualizados com quatro repetições. Foram avaliados os genótipos: BRS 321, BRS 323, Helio 358 e M734. A produtividade média do experimento foi de 2.043 kg.ha-1 . Quanto a variável número de dias para maturação fisiológica (NDF) os genótipos apresentaram comportamentos distintos sendo o mais tardio o M734 com 102 dias e o mais precoce o BRS 321 com 84 dias. The objective of this study was to evaluate grain yield of sunflower at Uruguaiana-RS,in an experiment sowed in December of 2010. It was carried out at FEPAGRO Fronteira Oeste field, in completely randomized blocks, with four replications. The genotypes evaluated were: BRS 321, BRS 323, Helio 358 and M734. The average grain yield of experiment was 2.043 kg.ha. For the NDF (number of days for physiological maturity) the genotypes performed differently and the M734, with 102 days, was the later, and the BRS 321, with 84 days, was the earlier.; 2011

Consumo e digestibilidade aparente de silagens de girassol (Helianthus annuus). I. Matéria seca, proteína bruta e extrato etéreo.

KO, H.J.F.; REIS, R.B.; REIS, R.B.; GONCALVES, L.C.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N.M.; BORGES, I.; SALIBA, E. de O.S.; BORGES, A.L. da C.C.; FREITAS, G.A.R. de
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Estudou-se o consumo voluntario e a digestibilidade aparente da materia seca, proteina bruta e extrato etereo de silagens de quatro genotipos de girassol (Rumbosol 91, M734, C11 e S430). Foram utilizados 20 carneiros. O consumo foi avaliado atraves da mensuracao do alimento fornecido e da sobras. a digestibilidade aparente foi calculada a partir dos resultados das analises laboratoriais das amostras de material fornecido, sobre a fezes, Não foram observadas diferencas nos valores de consumo de materia seca e proteina bruta, nem na digestibilidade aparente da materia seca entre as silagens avaliadas. O consumo de extrato etereo foi superior para as silagens dos genotipos M734 e S430. A digestibilidade parente do extrato etereo foi superior para os genotipos M734, C11 e S430, em relacao ao Rumbosol 91. A digestibilidade aparente da proteina bruta do genotipo Rumbosol 91 diferiu das demais. O consumo voluntario da materia seca variou de 50,18 a 74,53g/kg 075/dia, sendo considerado satisfatorio, o que indicou a possibilidade de utilizacao destas silagens na alimentacao animal.; 2002

Momento de colheita de quatro genótipos de girassol (Helliantus annus). III. Qualidade da silagem.

SOUZA, B.P.,S.; COELHO, S.G.; GONCALVES, L.C.; BORGES, I.; RODRIGUES, J. A. S.; BORGES, A.L. da C.C.; RODRIGUEZ, N.M.; SALIBA, E. de O.S.; PEREIRA, A.C.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O experimento visou determinar a qualidade das silagens de quatro genotipos de girassol (M742, MG4, PM92007 e VDH483( ensilados em diferentes epocas de corte (90, 97, 104, 11 e 118 dias apos o plantio). O plantio dos genotipos foi realizado nas dependencias da Embrapa Milho e Sorgo e ensilados em silos de laboratorio de PVC. O s silos foram abertos aos 70 dias de idade apos a ensilagem, sendo determinados os teores dos acidos aceticos, propionico, butirico, , latico pH e teores de NH3/NT. As medias foram comparadas pelo teste SNK (P<0,05). com relacao ao acido acetico, nao foram observadas diferencas estatisticas entre as epocas de colheita e entre os genotipos. Os valores de acido propionico aumentaram gradativamente com o estadio de maturacao da planta en todos os genotipos. Foi observada uma diminuicao nos valores de acido butirico com o avanco do estadio de maturacao da planta. Os teores de acido latico diminuiram com o avancar do estadio de maturacao da planta. Com relacao ao NH3/NT, excetuando-se o genotipo PM92007, todas as silagens foram classificadas como sendo de boa qualidade.; 2002

Frações fibrosas das silagens de quatro genótipos de girassol obtidas em quatro diferentes épocas.

PEREIRA, L.G.R.; GONCALVES, L.C.; TOMICH, T.R.; RODRIGUES, J. A. S.; BORGES, I.; RODRIGUEZ, N.M.; SALIBA, E. de O.S.; BORGES, A.L.C.C.; RIBEIRO, C.G.M.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Foram avaliadas os teores de fibra insoluvel em detergente neutro (FDN), fibra em detergente acido (FDA), hemicelulose (HEM), celulose (CEL) e lignina (LIG) do material original (MO) e das silagens (SIL) de quatro genotipos de girassol (V2000, DK180, M734 e Rumbosol 91) obtidas em quatro diferentes epocas: 30, 37, 44 e 51 dias apos a floracao. Os valores medios observados para o FDN, FDA, HEM, CEL e LIG foram 47,5, 36,4, 11,1, 28,8 e 6,7%, respectivamente. Houve diferenca nos conteudos das fracoes fibrosas entre os genotipos, sendo o Rumbosol 91 o que apresentou os valores mais elevados. As epocas de corte influenciaram as concentracoes da fracoes fibrosas e para a maior parte dos genotipos avaliados, o MO e as SIL obtidas na ultima epoca de corte (51 dias apos floracoo) apresentaram os valores mais elevados. Na comparacao das fracoes do MO e das SIL nao foram encontradas diferencas e de uma forma geral, as fracoes fibrosas avaliadas nao contribuiram como fonte de carboidratos adicionais para a fermentacao microbiana durante o processo de ensilagem.; 2002

Momento de colheita de quatro genótipos de girassol (Helliantus annus). I. Frações fibrosas.

SOUZA, B.P.S.; COELHO, S.G.; GONCALVES, L.C.; BORGES, I.; RODRIGUES, J. A. S.; BORGES, A.L. da C.C.; RODRIGUEZ, N.M.; SALIBA, E. de O.S.; GUIMARAES JUNIOR, R.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
O experimento visou determinar as fracoes fibrosas dos materiais originais e das silagens de quatro genotipos de girassol (M742, MG4, PM92007 e VDH483) ensilados em diferentes epocas de corte (90, 97, 104, 111 e 118 dias apos o plantio). O plantio dos genotipos foi realizado nas dependencias da Embrapa Milho e Sorgo e ensilados em silos de laboratorio de PVC, Os silos foram abertos aos 70 dias apos a ensilagem, sendo determinados os teores de fibra insoluvel em detergente neutro (FDN), fibra insoluvel em detergente acido (FDA), hemicelulose, celulose e lignina da silagem e do material original. As medias foram comparadas pelo teste SNK (p<0,05). Nao foi observada tendencia de aumento, diminuicao ou estabilizacao dos teores de FDN com o avanco do estadio de maturacao da planta, ja para a FDA foi observado um aumento dos teores com a maturacao. Houve uma diminuicao significativa nos teores de hemicelulose e lignina com a ensilagem. As fracoes fibrosas dos genotipos avaliados contribuiram como fonte de substrato adicional para a fermentacao, principalmente a fracao hemicelulose.; 2002

Avaliação das silagens de girassol (híbrido M734) obtidas em diferentes épocas de ensilagem pela técnica in vitro semi-automática de produção de gases.

MAURICIO, R.M.; PEREIRA, L.G.R.; GONCALVES, L.C.; TOMICH, T.R.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N.M.; PIRES, D.A. de A.; JAYME, C.G.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 39., 2002, Recife. A produção animal e a sociedade brasileira: anais. Recife: UFRPE: SBZ, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.970483%
Para que o girassol possa ser utilizado com sucesso na forma de silagem, é necessario que se determine o ponto ideal de ensilagem. O objetivo desse experimento foi avaliar atraves da tecnica de producao de gases Reading Pressure Technique as silagens do hibrido M734 ensilado com 30, 37, 44 e 51 dias apos a floracao. O liquido ruminal foi obtido de tres carneiros machos fistulados. As leituras de pressao dos gases foi feita atraves de um transdutor de pressao as 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15, 19, 24, 30, 36, 48, 72, 96 h apos incubacao. O volume de gas produzido foi estimado por uma equacao de regressao entre pressao e volume. A cinetica ruminal foi descrita matematicamente atraves dos parametros potencial maximo de producao de gases, lag phase, taxa de producao de gases (u) e degradabilidade efetiva da MS para diferentes taxas de passagem (2, 5 e 8 %h) por um modelo matematico unicompartimental. Verificou-se que o corte da cultura em estadios mais tardios levaram a reducao no potencial maximo de producao de gases (162, 155, 144 e 139 ml), elevacao da lag phase (2,4, 2,5, 2,8 e 2,9 h) e diminuicao da taxa de fermentacao (0,023, 0,022, 0,017 e 0,017 ml/h) para as epocas 30, 37, 44 e 51 dias apos a floracao, respectivamente. Fato esse provavelmente e associado a diminuicao dos teores de substratos prontamente fermentaveis durante a maturacao da cultura. As melhores epocas de ensilagem do hibrido M734 foram aos 30 e 37 dias apos o florescimento.; 2002