Página 1 dos resultados de 18 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Ecologia e sistem??tica de Cavern??cola pilosa Barber, 1937 (Hemiptera, Reduviidae)

Oliveira, Maria Ang??lica de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
57.78434%
O Cavern??cola pilosa Barber, 1937 tem sido encontrado em cavernas e ocos de ??rvores, com ampla distribui????o geogr??fica, sempre em estrita associa????o com morcegos, sendo vetor de esquizotripanose de morcegos.Os esp??cimes estudados aqui s??o oriundos de um foco natural encontrado em uma caverna no Distrito de Taquara??u, munic??pio de Palmas, Tocatins [...]. O clima desta regi??o de cerrado ?? caracterizado por um per??odo de elevados ??ndices de precipita????o pluviom??trica, em torno de 250 mm mensais, com umidade relativa do ar de 83 por cento, e outro de baixos ??ndices, quando a umidade relativa do ar chega a 50 por cento, e temperatura m??dia anual variando de 24 a 28?? C e a umidade de 80 a 95 por cento. A caverna, constitu??da de canga ferruginosa em fragmentos de variadas dimens??es e formas, soldados por hidr??xido de ferro, ?? atravessada por um riacho e habitada por milhares de quir??pteros de quatro esp??cies (Anoura geofroyi, Phyllostomus hastatus, Carollia perspicillata e Pteronotus parnellii). A presen??a de ??gua e de grandes quantidades de guano garantem a sobreviv??ncia de dezenas de esp??cies de artr??podes das classes Arachnida, Myriapoda e Insecta. O C. pilosa foi encontrado em locais distantes das entradas...

An??lise funcional dos genes Ferro Super??xido Dismutase-A e Prote??na de Membrana dos Kinetoplast??deos-11 em linhagens de Leishmania selvagens e resistentes ao antimonial trivalente

Tessarollo, Nayara Gusm??o
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
38.689004%
Em nosso estudo caracterizamos a enzima ferro super??xido dismutase-A (FeSOD-A)e a prote??na de membrana dos kinetoplast??deos-11 (KMP-11) em linhagens de Leishmania spp. do Novo Mundo selvagens e resistentes aos antimoniais. Ambas prote??nas apresentam grande relev??ncia no metabolismo do parasito, visto que a enzima FeSOD-A est?? envolvida na defesa antioxidante e KMP-11, presente na superf??cie da membrana dos kinetoplast??deos, pode estar relacionada ao fen??tipo de resist??ncia do parasito ao antimonial. An??lise de Southern blot mostrou a presen??a de polimorfismos na sequ??ncia do gene FeSOD-A entre as linhagens de Leishmania avaliadas. A express??o de FeSOD-A foi analisada utilizando anticorpo policlonal (TcFeSOD) que reconheceu um polipept??dio de 26 kDa em todas as linhagens estudadas. Quantifica????o por qPCR mostrou que o mRNA do gene ?? 3,6X menos expresso na linhagem L. guyanensis resistente LgSbR, por outro lado a prote??na est?? 2,0X mais expressa nessa linhagem. A FeSOD-A est?? 3,0X menos expressa em L. amazonensis resistente LaSbR, mas o n??vel de mRNA foi o mesmo entre as linhagens LaWTS e LaSbR. Ensaios de atividade enzim??tica mostraram que FESOD-A possui maior atividade nas linhagens resistentes de L. braziliensis e L. infantum chagasi (LbSbR e LcSbR) comparado com as linhagens selvagens. A an??lise funcional foi realizada para determinar se a superexpress??o do gene FeSOD-A nas linhagens LbWTS/LbSbR e LcWTS/LcSbR iria alterar o fen??tipo de resist??ncia dos parasitos transfectados. Ensaios de Western blot e de atividade enzim??tica mostraram que o n??vel de express??o da prote??na e atividade da FeSOD-A foram maiores nos parasitos transfectados em compara????o com os n??o-transfectados. An??lise IC50 do SbIII mostrou que a superexpress??o FeSOD-A nas linhagens de LbWTS e LcWTS aumentou 1...

Influ??ncia do G??s de Prote????o Utilizado na Soldagem de A??os Inoxid??veis Ferr??ticos no Ensaio de Dobramento.

Ferreira Filho, Demostenes; Teixeira, Cleiton Rodrigues; Ferraresi, Valtair Antonio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
48.610317%
O ferro fundido vem sendo substitu??do pelo a??o inoxid??vel ferr??tico em sistemas de exaust??o automotivos, principalmente para atender aos controles mais severos de emiss??o de gases poluentes, aumento da vida ??til, maior efici??ncia do motor e redu????o de peso. Estes componentes encontram-se na forma de tubos circulares e de chapas estampadas, sendo que praticamente todos possuem regi??es soldadas. A soldagem destes materiais, at?? pouco tempo, era realizada somente com arames inoxid??veis austen??ticos, objetivando uma boa qualidade da solda. Arames de a??o inoxid??vel ferr??tico estabilizados ao ni??bio e tit??nio foram desenvolvidos, buscando melhores qualidades para a solda, al??m de redu????o de custos. Existe ent??o, a necessidade de estudos detalhados da soldagem deste material, com rela????o a influ??ncia do g??s de prote????o, principalmente com altos teores de di??xido de carbono, uma vez que eles j?? s??o utilizados no mercado sem estudos aprofundados dos efeitos mec??nicos no cord??o de solda. Os ensaios de dobramento s??o utilizados para avaliar, principalmente na qualifica????o de procedimentos de soldagem, de forma quantitativa. O objetivo deste trabalho ?? estudar a influ??ncia da composi????o do g??s de prote????o (misturas de arg??nio com oxig??nio ou di??xido de carbono) utilizado no processo de soldagem MIG/MAG de a??os inoxid??veis ferr??ticos biestabilizados (UNS 43932 e AISI 441) com os metais de adi????o ER430Ti...

Excesso de ferro altera o status oxidativo, a homeostase de colesterol e glicose e a express?o de PPAR-? em hamsteres.

Bonomo, Larissa de Freitas
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
78.749014%
Dietas ricas em lip?dios, obesidade e estresse oxidativo est?o relacionadas ao desenvolvimento de diabetes tipo II e doen?as cardiovasculares. Estoques elevados de ferro podem promover aumento da forma??o de radicais livres e do estresse oxidativo, favorecendo, assim, o desenvolvimento dessas doen?as, como se observa em popula??es com estoques aumentados de ferro. Portanto, este estudo objetivou avaliar o efeito do excesso de ferro, da dieta rica em lip?dios e da intera??o entre as duas vari?veis sobre fatores de risco para doen?as cardiovasculares: lip?dios s?ricos, estresse oxidativo e glicemia. Al?m disso, foram analisadas a express?o de ?cido ribonucleico menssageiro (RNAm) de genes relacionados ao metabolismo de lip?dios e a produ??o de radicais livres por granul?citos. Foram distribu?dos 52 hamsteres Golden Syrian machos em quatro grupos: C e CF receberam dieta padr?o e H e HF receberam dieta hipercolesterolemiante. Os grupos CF e HF receberam inje??es de ferro dextran (doses di?rias de 10 mg durante cinco dias) no 45? dia de experimento. Ao final de 60 dias, os hamsteres foram eutanasiados para coleta de sangue e tecidos. Os dados foram submetidos ? an?lise de vari?ncia (ANOVA). Diferen?as de p<0,05 foram consideradas significativas. Como esperado...

Efeito da substitui??o do molibd?nio pelo ni?bio e ni?bio-boro em a?os Hadfield no desempenho ao desgaste abrasivo

Silva, Gilson Neves da
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
58.141147%
A motiva??o dessa pesquisa veio no sentido de se viabilizar o desenvolvimento desse tipos de liga de desgaste, que atenda ?s necessidades de aplica??o das mesmas, tanto em termos econ?micos quanto do ponto de vista de propriedades mec?nicas. Hoje em dia, com o aumento de pre?os de alguns insumos, em particular aqueles ligados ao molibd?nio, tanto na forma de ferro-liga ou ?xido, justifica-se todo empenho em se caracterizar novas ligas que visem substituir no todo ou em parte esses materiais que entram na composi??o dos a?os Hadfield. Estudaram-se os a?os austen?ticos do tipo ?Hadfield?, modificados quimicamente em rela??o ao original da ASTM A-128, classe E-2, e ainda alguns tratamentos t?rmicos que objetivaram melhorar propriedades mec?nicas, medidas atrav?s de teste de desgaste (roda de borracha) e impacto por martelamento. Quando no estado bruto de fus?o, essas ligas apresentam estrutura austen?tica com precipita??o intensa de carbonetos, diminuindo a resist?ncia e fragilizando o material. Foram feitos dois caminhos de aquecimento: aquecimento direto at? a temperatura final e outro com patamar a 600?C por 2 horas, antes do encharque final a 1.100?C. O tratamento t?rmico promove a redissolu??o desses carbonetos na matriz austen?tica e um posterior resfriamento em ?gua impede nova precipita??o...

Influ?ncia da adi??o da lama fina de aciaria a oxig?nio nas caracter?sticas f?sicas e microestruturais de pelotas queimadas de min?rio de ferro

Mendes, Jefferson Janu?rio
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
88.71973%
Na ind?stria sider?rgica brasileira estima-se que s?o produzidos anualmente cerca de 230 mil toneladas de lama de aciaria que ? um res?duo sider?rgico t?pico das aciarias a oxig?nio. As principais caracter?sticas qu?micas e granulom?tricas da lama de aciaria s?o as seguintes: cerca de 30% de lama grossa com elevado teor met?lico e granulometria acima de 325# (45?m) e 70% composta pela lama fina, rica em ?xido de ferro, FeO, com granulometria inferior a 325#, (45?m) com um teor de ferro total em torno de 60% em peso. Existem alguns estudos recentes na China, realizados em escala piloto, que investigam o uso da lama fina no processo de fabrica??o de pelotas de min?rios de ferro. No Brasil s?o ainda escassos os estudos de aplica??es da lama fina de aciaria, apesar de possuir uma larga produ??o industrial de pelotas de min?rios de ferro e um montante consider?vel de gera??o anual de lama fina de aciaria. Este trabalho apresenta um estudo da Influ?ncia da adi??o desta lama, em pequenas propor??es, nas caracter?sticas intr?nsecas de pelotas queimadas de min?rio de ferro. As an?lises qu?micas apresentadas utilizaram as t?cnicas de espectrometria de emiss?o at?mica e titula??o. A caracteriza??o mineral?gica foi desenvolvida por difratometria de raio x e microscopia ?ptica. A an?lise de porosidade tamb?m ? apresentada. Ap?s a caracteriza??o...

Redu??o de ?xidos de ferro por rea??o com borohidreto de s?dio

Resende, Valdirene Gonzaga de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
109.52159%
A redu??o qu?mica de ?ons de metais de transi??o em meio aquoso por a??o do ?on borohidreto foi aplicada por v?rios pesquisadores na s?ntese de ligas amorfas do tipo Fe-B. Neste projeto, fez-se o uso de part?culas de ?xidos de ferro suspensas em ?gua, ao inv?s de ?ons em solu??o, na prepara??o de ligas amorfas. Este estudo ? uma nova rota de produ??o de ligas de Fe-B amorfas e ferro met?lico que ? eventualmente formado. Os ?xidos de ferro considerados neste trabalho foram a hematita natural e sint?tica (a-Fe2O3) e goetita sint?tica (a-FeOOH). A caracteriza??o de ambos, precursores e produtos da rea??o, foi realizada principalmente pela espectroscopia M?ssbauer, mas outras t?cnicas anal?ticas complementares tamb?m foram usadas (exemplo: difra??o de el?trons e ILEEMS). Esta combina??o de tentativas relevantes de aproxima??o do material de pesquisa tornou-se poss?vel adquirir uma compreens?o qualitativa e quantitativa dos produtos obtidos. A redu??o qu?mica de um concentrado de min?rio de ferro contendo basicamente especularita formou a primeira (e cronologicamente inicial) parte deste trabalho. Para este estudo explorat?rio foi considerada somente uma mistura do precursor a-Fe2O3/NaBH4. Subseq?entemente, investigou-se a adi??o de diferentes quantidades de borohidreto de s?dio em amostras de hematita e goetita. Neste caso foram usadas tr?s diferentes propor??es em massa entre o ?xido de ferro e o NaBH4...

Oxida??o dos a?os AIS I 304 e AIS I 439 em alta temperatura e rela??o da difus?o do cromo e do oxig?nio com o crescimento do filme de Cr2O.

Resende, Fernando C?sar Teixeira
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.689272%
Um estudo comparativo do comportamento da oxida??o em elevada temperatura em a?os inoxid?veis AISI 304 e AISI 439 foi realizado entre 850 ?C e 950 ?C, em atmosferas de ar ou de ar ?mido. As amostras de 10mm x 10mm x 0,6mm foram polidas com pasta de diamante, e submetidas ? oxida??o em uma termobalan?a com sensibilidade de ?1?g. Os tratamentos isot?rmicos foram executados por 50h. A caracteriza??o qu?mica e microestrutural da superf?cie oxidada foram realizadas por SEM (scanning electronic microscopy), por EDS (energy dispersive spectroscopy) e por XPS (X-ray photoelectron spectroscopy). A taxa de oxida??o do a?o AISI 304 ? menor em ar ?mido, a 850 ?C, mas, acima desta temperatura, sua taxa de oxida??o em ar ?mido ? maior do que no ar seco. Nesta temperatura, em ambas atmosferas, foi formado no a?o AISI 304 um filme protetor de Cr2O3, cuja cin?tica de crescimento seguiu uma lei parab?lica. Entretanto, a 900?C e a 950?C, em ar ou em ar ?mido, a oxida??o parab?lica do AISI 304 ocorre em duas etapas: a primeira corresponde ? forma??o de Cr2O3, e a segunda etapa ? relacionada ? forma??o de uma pel?cula externa de ?xido de ferro, que aumenta consideravelmente a taxa de oxida??o do a?o. A transi??o da camada de Cr2O3 para Fe2O3 foi observada tamb?m em um estudo precedente da oxida??o deste a?o na atmosfera de oxig?nio. Em todas as temperaturas...

Estudo hidrometal?rgico de compostos de tit?nio proveniente do res?duo do processo Bayer

QUARESMA, Danielly da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
49.27227%
Estudos realizados no res?duo do processo Bayer, lama vermelha, para reciclagem desse material t?m sido intensificados por suas caracter?sticas f?sico-qu?micas. O res?duo ? constitu?do por in?meros ?xidos, destes se destaca o ?xido de ferro em teores acima de 30% em peso e ?xido de tit?nio em concentra??es acima de 5% em peso. Este trabalho estuda a possibilidade de extrair ?xido de ferro, objetivando a concentra??o de compostos de tit?nio. A extra??o foi realizada atrav?s do processo de calcina??o da lama vermelha a 900?C seguida de lixivia??o ?cida com concentra??o de H2SO4 a 20% e 30% em volume a 60?C, 80?C e 90?C, com retirada de uma al?quota a cada 30 minutos. Durante o processo de lixivia??o, foi observada extra??o intensa dos compostos de ferro, resultando no aumento da concentra??o de tit?nio na lama vermelha, verificado em todos os experimentos, com destaque para os que foram realizados a 90?C e H2SO4 a 30% em v/v, onde houve extra??o de 95% de ferro e concentra??o de at? 14% de tit?nio considerando o balan?o de massa global. Diante dos dados obtidos, a lama vermelha torna-se um material interessante para ser utilizado como fonte alternativa para obten??o de minerais de tit?nio, os quais s?o encontrados na natureza com um percentual em torno de 8%.; ABSTRACT: Studies performed in the Bayer process residue...

Seasonal variation in the essential oil of Pilocarpus microphyllus Stapf.

TAVEIRA, FRANCISCA Socorro Nascimento; ANDRADE, Eloisa Helena de Aguiar; LIMA, Waterloo Napole?o de; MAIA, Jos? Guilherme Soares
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
38.28833%
Os ?leos essenciais das folhas e galhos finos de Pilocarpus microphyllus, coletado em solo mineralizado com ferro, na Serra de Caraj?s, Sudeste do Par?, Brasil, durante as esta??es chuvosa e seca, foram obtidos por hidrodestila??o e analisados por GC-MS. Os principais compostos identificados foram 2-tridecanona, b-cariofileno, 2-pentadecanona, ?xido de cariofileno e germacreno D. Seus teores percentuais variam com a esta??o, embora os maiores valores tenham sido detectados principalmente na esta??o chuvosa. Para 2-tridecanona e b-cariofileno os valores mais expressivos foram observados nos ?leos de galhos finos, para o primeiro, e nos ?leos das folhas, para o ?timo. Para 2-pentadecanona, ?xido de cariofileno e germacreno D, os valores mais altos foram, tamb?m, nos ?leos das folhas. Em geral, os ?leos das folhas se apresentaram muito distintos em rela??o aos galhos finos, assim como tamb?m no mesmo esp?cime.; ABSTRACT: The essential oils of the leaves and fine stems of Pilocarpus microphyllus, collected on iron mineralized soil of the Serra de Caraj?s, Southeast of Par? State, Brazil, during the rainy and dry seasons, were obtained by hydrodistillation and analyzed by GC-MS. The main identified compounds were 2-tridecanone, b-caryophyllene...

Difra??o de raios X em minerais de bauxita e an?lise atrav?s de refinamento pelo m?todo de Rietveld

ERD?CIA, F?lix Anderson Barros
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.77909%
O alum?nio met?lico ? obtido a partir da bauxita, min?rio de grande import?ncia industrial, composta por um ou mais tipos de hidr?xidos de alum?nio, acrescido de uma mistura de compostos contendo s?lica, ?xido de ferro, tit?nia e aluminossilicatos. Em virtude da varia??o na concentra??o relativa desses componentes, em amostras diferentes de bauxita, a determina??o qualitativa e quantitativa da composi??o mineral?gica desse min?rio, tem import?ncia relevante no que se refere ? sua aplica??o tecnol?gica, j? que esta est? diretamente relacionada com o teor desses componentes. Neste trabalho, aplicou-se em oito amostras de bauxita extra?das de uma mina em Paragominas, o processo de refinamento de espectros de difra??o de raios X pelo m?todo de Rietveld, onde foram identificadas e quantificadas as fases cristalinas: gibbsita, caulinita, goehtita, anat?sio, quartzo e hematita. Realizados os refinamentos das amostras, constatou-se que todas apresentavam alto teor de Gibbsita e baixo teor de Goethita o que confere um excelente tipo de bauxita para ser utilizada em processo de extra??o de alumina.; ABSTRACT: The aluminum metal is obtained from bauxite ore, great industrial importance, consisting of one or more types of aluminum hydroxide plus a mixture of compounds containing silica...

Caracteriza??o mineral?gica de azulejos de Salvador e Bel?m dos s?culos XVI, XVII e XIX

SANJAD, Thais Alessandra Bastos Caminha; ANG?LICA, R?mulo Sim?es; OLIVEIRA, M?rio Mendon?a de; COSTA, Walmeire Alves de Melo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
69.117417%
O presente artigo trata da caracteriza??o da composi??o mineral?gica de azulejos antigos pertencentes aos s?culos XVI, XVII e XIX, coletados em Salvador e Bel?m, visando ? identifica??o da sua prov?vel mat?ria-prima e a poss?vel temperatura de queima. Quartzo foi identificado em todas as amostras. As demais fases cristalinas encontradas foram: mullita, cristobalita, calcita, anortita, hematita, gehlenita, diops?dio e wollastonita. Foi poss?vel dividir as amostras em tr?s grupos, em fun??o da poss?vel mat?ria-prima e temperatura de queima: grupo 1 - caulinita e quartzo, T entre 1200? e 1728? C; grupo 2 - quartzo, caulinita, calcita e/ou dolomita e ?xido ou hidr?xido de ferro, T entre 900? e 1200?C; grupo 3 - quartzo, argilominerais (provavelmente caulinita), calcita e/ou dolomita e hidr?xido ou ?xido de ferro, T entre 1200? e 1565? C.; ABSTRACT: The present article is a study about the mineralogical composition of ancient tiles from centuries XVI, XVII and XIX, found in Bel?m and Salvador, in order to interpret the possible raw material and burning temperature. Quartz was identified in all samples. Other crystalline phases found are mullite, cristobalite, calcite, anorthite, hematite, gehlenite, diopside and wollastonite. Based on the probable raw material and probable burning temperature it was possible to organize the samples into three groups: group 1 - kaolinite and quartz...

Geologia, geoqu?mica e petrologia magn?tica do magmatismo b?sico da ?rea de Nova Canad? (PA), Prov?ncia Caraj?s

MARANGOANHA, Bhrenno
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.786323%
O mapeamento geol?gico realizado na ?rea de Nova Canad?, por??o sul do Dom?nio Caraj?s, Prov?ncia Caraj?s, possibilitou a individualiza??o de duas unidades de car?ter m?fico e intrusivas nos granitoides do Complexo Xingu e, mais restritamente, na sequ?ncia greenstone belt do Grupo Sapucaia. S?o representadas por diques de diab?sio isotr?picos e por extensos corpos de anfibolito, com os ?ltimos descrevendo texturas nematobl?stica e granobl?stica, de ocorr?ncia restrita ? por??o SW da ?rea. Ambos apresentam assinatura de basaltos subalcalinos de afinidade tole?tica, sendo que os diques de diab?sio s?o constitu?dos por tr?s variedades petrogr?ficas: hornblenda gabronorito, gabronorito e norito, sendo essas diferen?as restritas apenas quanto ? propor??o modal de anfib?lio, orto- e clinopirox?nio, j? que texturalmente, as mesmas n?o apresentam diferen?as significativas. S?o formados por plagiocl?sio, pirox?nio (orto- e clinopirox?nio), anfib?lio, minerais ?xidos de Fe-Ti e olivina, apresentam um padr?o ETR moderadamente fracionado, discreta anomalia negativa de Eu, ambiente geotect?nico correspondente a intraplaca continental, e assinaturas dos tipos OIB e E-MORB. J? os anfibolitos s?o constitu?dos por plagiocl?sio, anfib?lio, minerais opacos...

Paleoambiente da forma??o mosquito e a implanta??o do sistema des?rtico ?mido da forma??o corda, jur?ssico superior, Centro-Oeste da Bacia do Parna?ba

RABELO, Cleber Eduardo Neri
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
38.325679%
O Mesoz?ico foi marcado por mudan?as geol?gicas significativas, decorrentes de soerguimentos resultante da orogenia Gonduanide, que possibilitou a implanta??o de sistemas des?rticos concomitantemente com expressivos eventos magm?ticos. Na Bacia do Parna?ba, Nordeste do Brasil, estes eventos est?o registrados nas unidades silicicl?sticas do Tri?ssico, os arenitos da Forma??o Samba?ba, representadas pelos derrames bas?lticos e arenitos fluviais e e?licos subordinados da Forma??o Mosquito e pelos arenitos fl?vio-e?licos da Forma??o Corda. O estudo de f?cies e estratigr?fico realizado em afloramentos e testemunhos de sondagem na regi?o entre Formosa da Serra Negra e Montes Altos, Estado do Maranh?o, possibilitou reconstituir o paleoambiente do topo da Forma??o Mosquito e da Forma??o Corda, e inferir condi??es paleoclim?ticas para a por??o centro-oeste da Bacia do Parna?ba durante o Jur?ssico. Foram identificadas vinte f?cies sedimentares agrupadas em cinco associa??es de f?cies (AF) representativas de uma plan?cie vulc?nica com dep?sitos fluviais espor?dicos e arenitos e?licos subordinados (AF1-Forma??o Mosquito), sucedida pela instala??o de um sistema des?rtico ?mido (AF2-AF5; Forma??o Corda). A plan?cie vulc?nica (AF1) constitui derrames bas?lticos intercalados com arenitos finos a grossos (arenitos intertrap) compostos por gr?os arredondados a subangulosos de quartzo...

Paleoambiente e diag?nese da forma??o Itaituba, carbon?fero da bacia do Amazonas, com base em testemunho de sondagem, regi?o de Uruar?, Par?

SILVA, Pedro Augusto Santos da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
49.148657%
A Forma??o Itaituba de idade carbon?fera representa a sedimenta??o carbon?tica de dep?sitos transgressivos do Grupo Tapaj?s da Bacia do Amazonas. A sucess?o Itaituba ? interpretada como dep?sitos de plan?cie de mar? mista, constitu?dos de calc?rios fossil?feros, dolomitos finos, arenitos finos a grossos e subordinadamente siltitos avermelhados, evaporitos e folhelhos negros. A an?lise de f?cies e microf?cies do testemunho de sondagem da regi?o de Uruar?, Estado do Par?, permitiu individualizar dezenove f?cies agrupadas em cinco associa??es: plan?cie de mar? (AF1), canal de mar? (AF2), laguna (AF3), barra biocl?stica (AF4) e plataforma externa (AF5). AF1 ? composta por arenito fino com rip-up clasts e gretas de contra??o, marga com gr?os de quartzo e feldspato, dolomudstone laminado com gr?os terr?genos e dolomito fino silicificado, com intercala??o de argilito com gr?os de quartzo disseminados, dolomitizado e localmente com s?lica microcristalina. AF2 consiste em arenito m?dio a grosso com estratifica??o cruzada acanalada, recoberta por filmes pel?ticos nos foresets, arenito muito fino a fino com acamamento wavy, siltito laminado com falhas sinsedimentares e acamamento convoluto. AF3 ? constitu?da de siltito vermelho maci?o, mudstone com f?sseis...

Avalia????es morfofisiol??gicas de Ipomoea batatas L. em fun????o da concentra????o de ferro; Morphophisyological evaluations of Ipomoea batatas L. as a function of the iron concentration

Adamski, Janete Mariza
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-Gradua????o em Fisiologia Vegetal; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-Gradua????o em Fisiologia Vegetal; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.652554%
Iron is an essential element for growth and development of plants and is involved in essential metabolic processes such as photosynthesis and respiration. However, homeostasis of this metal is essential, both excess and deficiency are harmful. One of the characteristic symptoms of deficiency is chlorosis, caused by the decrease in chlorophyll biosynthesis. On the other hand, the free iron in excess can cause oxidative stress. Study of the effects of different concentrations of iron in morphological, physiological or biochemical parameters are essential to a better understanding of this nutrient homeostasis in plants. In the present work, plants of sweet potato were submitted under hydroponics system, to different concentrations of ferric-EDTA in nutrient solution: 0.45; 0.9; 4.5 and 9.0 mmol dm-3. Photosynthetic and growth characteristics, nutrient absorption, antioxidant enzymes, stomatal density and diameter, ultra structure of root and leaves cells and histochemical iron in the leaves were evaluated. The toxicity of iron in excess (9.0 mmol dm-3) led to the appearance of brown spots on leaves, often forming necroses, with significant reductions in growth. In these plants, the activity of superoxide dismutase and ascorbate peroxidase increased. Also...

Caulinita em solo da Amazônia: caracterização e permutabilidade

COUCEIRO,Paulo Rogério da Costa; SANTANA,Genilson Pereira
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1999 Português
Relevância na Pesquisa
47.77839%
O presente trabalho descreve, basicamente a caracterização dos constituintes da fração argila, principalmente da caulinita e sua permutabilidade com alguns cátions metálicos, em solo Amazônico. Para tanto, amostras de Latossolo Amarelo foram coletadas em um perfil de estrada da Usina Hidrelétrica Balbina, Km 12, próximo ao município de Presidente Figueiredo (AM). Estas foram secadas ao ar (TFSA), desagregadas e separadas granulometricamente nas frações areia, silte e argila. As amostras da fração argila foram tratadas com H2O2/HC1 para eliminar a matéria orgânica e óxido de ferro. As amostras da fração argila sem tratamento e tratada foram caracterizadas por difração de raios X de pó e espectroscopia no infravermelho. Os constituintes químicos da fração argila tratada foram determinados por espectrometria de absorção atômica, volumetria e gravimetria. Os resultados obtidos mostraram que as amostras da fração argila sem tratamento apresentaram a seguinte constituição: gibsita goethita, quartzo, matéria orgânica e caulinita. A fração argila tratada apresentou basicamente quartzo c caulinita...

CHEMICAL AND PHYSICOCHEMICAL CHARACTERISTICS OF NUT AND SHELLS OF DIFFERENT DWARF CASHEW CLONES (Anacardium occidentale, L.); CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS E FÍSICO-QUÍMICAS DA AMÊNDOA E CASCA DA CASTANHA DE DIFERENTES CLONES DE CAJUEIRO ANÃO (Anacardium occidentale, L.)

FILHO, MEN DE SÁ DE SOUZA; MAIA, GERALDO ARRAES; Universidade Federal do Ceará; FROTA DE HOLANDA, LUCIANO FLÁVIO; ORIÁ, HUMBERTO FERREIRA; DE FIGUEIREDO, RAIMUNDO WILANE
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.127646%
The objective of this work was to verify the existence of differences, considering chemical and physicochemical characteristics, of the dwarf cashew clones and the common type of cashew tree. The following determinations were done in the shell and in the nut: humidity, ash, ethereal extract, proteins, total carbohydrates, free acidity, peroxide of the oil fraction iron, calcium and phosphorus. The cashew nut and shells of the clones in study revealed high levels of protein, lipids and total carbohydrates, and a high calcium, phosphorus and iron content.; O presente trabalho teve como objetivo verificar a existência ou não de diferenças quanto ao aspecto químico e físico-químico entre o cajueiro anão e o cajueiro comum. Procedeu-se às seguintes determinações na casca e na amêndoa: umidade, cinzas, extrato etéreo, proteína, carboidratos totais, acidez livre, índice de peróxido do óleo, ferro, cálcio e fósforo. As amêndoas de castanha de caju dos clones em estudo apresentaram elevados teores de proteína, extrato etéreo e carboidratos totais, sendo boa fonte de cálcio, fósforo e ferro.