Página 1 dos resultados de 78 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Cancro da mama e inibidores da aromatase : avaliação biológica do exemestano na linha celular MCF-7aro

Melo, Soraia Miliza da Cruz Santiago Mamede de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
49.05033%
Breast cancer remains a public health issue on a global scale, and there is an important general trend to increase more specific interventions to obtain efficacious treatment, with less toxic side effects. Estrogens are pivotal in the growth and development of normal and neoplastic mammary tissue, and mediate their action via the estrogen receptors (ER). Based on this knowledge there are several therapeutic approaches to block estrogen actions: use of estrogen receptor modulators (SERMs), like tamoxifen, and estrogen receptor downregulators (SERDs), such as fulvestrant, which directly target estrogen receptors; or use of aromatase inhibitors (AIs). Aromatase is responsible for the final step of estrogen biosynthesis, and its inhibition has been considered as an important target in the treatment of estrogen-dependent breast cancer. In fact, the use of synthetic AIs has shown to be an effective alternative to the classical treatment with tamoxifen, for post-menopausal women with ER-positive breast cancer. Exemestane is a potent third-generation steroidal aromatase inhibitor used in cancer therapy. However, its mechanism of action as AI in cells is not totally understood neither is the eventual development of resistance in some patients. This work allowed the study of the in vitro effects of exemestane...

Genômica funcional da ativação do genoma e do bloqueio embrionário em bovinos; Functional genome of genome actication and bovine developmental block

Figueiredo, Paula Ripamonte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
49.48659%
Apesar da grande melhora nos resultados de desenvolvimento embrionário in vitro, cerca de 40% dos oócitos bovinos fecundados não completam o desenvolvimento na fase de pré-implantação. Diversos fatores estão relacionados a este fenômeno, conhecido como bloqueio do desenvolvimento embrionário. Partindo da premissa que o bloqueio no desenvolvimento ocorre normalmente, durante a ativação do genoma embrionário, aproximadamente, no 4º ciclo celular em bovinos, formulou-se a hipótese de que os genes transcritos no momento da ativação do genoma embrionário estão relacionados ao bloqueio. Nesta tese, um sistema fluorescente de Differential Display PCR (DDPCR) foi desenvolvido para isolar e identificar fragmentos de mRNAs expressos diferencialmente entre embriões que se desenvolvem mais rápido e com melhor taxa de desenvolvimento e aqueles que apresentam desenvolvimento mais lento e com maior taxa de bloqueio. Dentre 176 fragmentos recuperados, 27 foram clonados, seqüenciados e 30 genes identificados. Dois genes, PI3K e ITM2B foram quantificados pela PCR em tempo real. Os resultados sugerem que duas diferentes ativações do genoma podem estar ocorrendo: o grupo de desenvolvimento rápido ativa genes ligados ao desenvolvimento embrionário e...

Estudo do significado biológico da multinucleação induzida por vincristina em células em cultura; The study of biological meaning of multinucleation induced by vincristine in cultured cells

Nakagawa, Elly Kayoko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
49.19628%
O estudo de agentes que interferem no funcionamento das proteínas relacionadas com o ciclo celular é importante para a compreensão dos processos de transformação e de morte celular. Alterações de ploidia, embora presentes na maioria dos tumores humanos, não têm ainda seu papel conhecido no processo de oncogênese. A alteração do número cromossômico é conseqüência primária de erros que envolvem o fuso mitótico e o cinetócoro. Dessa maneira, drogas que agem sobre os microtúbulos são consideradas aneugênicas potenciais. O presente trabalho enfocou o estudo do mecanismo pelo qual drogas que atuam sobre microtúbulos levam ao aparecimento de células multinucleadas e o significado biológico destas. Os resultados mostraram que a vincristina induziu bloqueio em mitose das células BBnt e MDCK, com conseqüente entrada em interfase no estado multinucleado. As células multinucleadas não apresentaram sinais de morte celular por apoptose, entretanto, quando em prófase apresentaram vários centrossomos, que poderiam originar divisões celulares com fusos multipolares. Estes resultados indicam que essas linhagens celulares possuem pontos de checagem mitótico funcionais e células multinucleadas são viáveis e capazes de prosseguir no ciclo celular. A presença de mitoses com fusos multipolares é indício de que as células multinucleadas passam por divisões anormais...

Micronúcleos em células tumorais: biologia e implicações para a tumorigênese; Micronuclei in tumor cells: biology and tumorigenesis

Dias, Viviane Miranda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
49.10453%
Micronúcleos são estruturas constituídas por material cromatínico contido por um envoltório nuclear e menores que o núcleo principal. Apesar do amplo uso do teste do micronúcleo na avaliação do potencial genotóxico de diversas substâncias, os trabalhos cujas preocupações sejam elucidar o mecanismo de formação dessas estruturas, seu conteúdo e a fase do ciclo celular em que surgem, são raros. O objetivo do presente trabalho foi estudar a cinética de surgimento de micronúcleos em células A549, provenientes de carcinoma de pulmão humano, submetidas à sincronização. Após duplo bloqueio por ausência de soro fetal bovino e adição de vincristina ao meio, o surgimento de micronúcleos foi acompanhado com o auxílio de um marcador para fase S. Os resultados obtidos indicam que micronúcleos podem surgir tanto durante a mitose quanto na intérfase e possuem capacidade de replicação de DNA, independentemente do núcleo principal. A capacidade de escapar ao duplo bloqueio permite sugerir que o ponto de checagem de ligação ao fuso mitótico em A549 não é funcional. Também foram observadas seqüências amplificadas de EGFR no interior dos micronúcleos. A interpretação do significado dos micronúcleos é importante para a definição de sua relação com a expulsão de oncogenes em células tumorais ou de outras seqüências amplificadas.; Micronuclei are structures composed by chromatin material contained in the nuclear envelope and smaller than the main nucleus. Micronucleus test has been widely used in the genotoxic potential evaluation of different compounds. Although a few report concerning on the mechanism of micronucleus genesis...

O Gene c-myc e o controle do ciclo celular por ACTH em células adrenocorticais de camundongo da linhagem Y-1; The c-myc gene and the control of cell cycle by ACTH and FGF2 in the Y-1 adrenocortical cell line

Lepique, Ana Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2000 Português
Relevância na Pesquisa
79.64396%
ACTH é o hormônio trófico que estimula a esteroidogênese, promove o crescimento e a manutenção do córtex adrenal. Porém, em linhagens adrenocorticais, assim como em culturas primárias, ACTH inibe a proliferação celular. A linhagem Y-1 de células adrenocorticais de camundongo tem as seguintes respostas a ACTH: aumento da esteroidogênese, arredondamento celular, bloqueio do ciclo celular em G1 e indução dos proto-oncogenes fos e jun. Esta linhagem também responde muito Sem a FGF2, um protótipo da família dos FGFs (Fibroblast Growth Factors) que regula diferenciação e proliferação de diversos tipos celulares, sendo estimulada a transitar pelas fases G0→G1→S do ciclo celular. ACTH antagoniza este efeito de FGF2, inibindo parcialmente a entrada em S induzida por FGF2. Este projeto buscou compreender o papel de c-Myc no controle do ciclo celular de Y-1, com ênfase nos efeitos de ACTH e FGF2 na expressão e atividade de c-Myc. Mostramos que os dois principais controles da expressão de c-Myc em Y-1 são transcrição e degradação da proteína, sendo a concentração de c-Myc o único controle sobre o sistema Myc/Max/Mad, uma vez que a expressão de Max e de Mad-1 , Mad-4 e Mxi é constitutiva em células Y-1. FGF2 induz a expressão de c-Myc através da indução da transcrição e aumento da estabilidade da proteína de forma totalmente dependente da via de Erk-MAPK. ACTH...

Ativação de genes apoptóticos no bloqueio do desenvolvimento em embriões bovinos; Activation of apoptotic genes at developmental block in bovine embryo development

Cortezzi, Sylvia Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
49.882476%
A transição materno-embrionária é um fenômeno complexo caracterizado pela iniciação da transcrição no embrião e a substituição do mRNA materno pelo mRNA embrionário. O mRNA e as proteínas estocadas no oócito são utilizados nas primeiras clivagens e, posteriormente, o embrião deve iniciar a transcrição dos genes necessários ao seu desenvolvimento, que ocorre no estádio de oito células em embriões bovinos. Nesta etapa, podem ser observados embriões competentes a continuar o desenvolvimento, enquanto embriões incompetentes sofrem bloqueio. Pelo fato do bloqueio ocorrer na fase de ativação do genoma embrionário, formulou-se a hipótese de que o bloqueio estaria associado a genes transcritos neste momento, contrariamente à hipótese mais aceita de bloqueio passivo. O objetivo deste trabalho foi de identificar, categorizar e avaliar transcritos diferencialmente expressos entre embriões bovinos de desenvolvimento rápido e lento, além de elucidar possíveis vias de sinalização de morte ou sobrevivência celular. Para isso, foi feita uma hibridação em membrana de macro arranjo contendo genes humanos relacionados a ciclo celular, hibridada com aRNA marcado radioativamente oriundo de embriões bovinos produzidos in vitro de acordo com sua velocidade de desenvolvimento...

Mecanismos moleculares e celulares de citotoxicidade de FGF2 parácrino em células tumorais dependentes de Ras; Molecular and cellular mechanisms of paracrine FGF2 cytotoxicity in Ras-driven tumor cells

Salotti, Jacqueline
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
60.13131%
Descrevemos, recentemente, que FGF2 parácrino dispara senescência nas linhagens celulares murinas Y1 e 3T3-B61, transformadas malignamente por Ras, mas sem ativação das vias apoptóticas (Costa et al., 2008). Nesta tese, estudamos os mecanismos celulares e moleculares desta resposta de estresse irreversível, disparada por FGF2. Focalizamos, principalmente, a linhagem Y1, que carrega uma amplificação do oncogene Kras, mas apresenta um controle parcial da transição G0/G1 → S do ciclo celular. Por estas características fenotípicas, as células Y1 foram utilizadas no estudo dos mecanismos das ações antagônicas de FGF2, isto é, a atividade mitogênica clássica e a nova ação citotóxica que causa senescência. Análises de citometria de fluxo e marcação com BrdU mostraram que FGF2 promove a transição G0/G1 → S (atividade mitogênica), mas bloqueia a progressão através de S e G2/M (atividade antimitogênica). Ensaios de viabilidade celular (MTS e Cyto-Tox) demonstraram que, durante o bloqueio do ciclo celular por FGF2, as células permanecem íntegras e metabolicamente ativas, embora exibam alterações morfológicas, que sugerem estresse celular. Além disso, experimentos de tomada de 3H-timidina em DNA evidenciaram que...

Mecanismos da toxidez de FGF2 em células malignas dependentes de Ras: bloqueio de divisão celular e estresse proteotóxico; Mechanisms of FGF2 toxicity in Ras-driven malignant cells: cell division blockage and proteotoxic stress

Dias, Matheus Henrique dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
70.08203%
FGF2 (Fibroblast Growth Factor 2) é o membro fundador de uma grande família de fatores de crescimento protéicos. Sua atividade se dá através da ligação e ativação de receptores específicos de membrana (FGFRs) com atividade de tirosina quinase. No organismo adulto, a sinalização de FGF2 está envolvida na indução de processos de sobrevivência, proliferação e diferenciação celular; além de cicatrização e angiogênese. Por atuar como um clássico fator de crescimento, a atividade de FGF2 está freqüentemente implicada em mecanismos pró-tumorais. Entretanto, alguns grupos, incluindo o nosso, têm reportado que FGF2 também pode apresentar efeitos antiproliferativos a até citotóxicos seletivamente em células malignas. Em 2008, publicamos um compreensivo relato mostrando que FGF2 bloqueia irreversivelmente a proliferação de linhagens murinas malignas dependentes de Ras. Alterações que levem a atividade aumentada de proteínas Ras estão presentes em diversos cânceres humanos e, freqüentemente, resultando em problemas no tratamento e prognóstico ruim. No presente trabalho, utilizamos principalmente a linhagem murina maligna dependente de Ras Y1 D1G, que apresenta um controle estrito de quiescência/proliferação em função da presença de soro; e é por isso mesmo um bom modelo para a análise dos efeitos de FGF2 sobre o ciclo celular. Análises por citometria de fluxo mostraram que...

Indução de síntese de homoglobina em células K562 por doxorrubicina e aclarrubicina : em busca de um mecanismo comum

Delgado-Cañedo, Andrés
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
50.213784%
As leucemias são neoplasias que afetam o sistema hematopoiético e compreendem 2,53% dos casos de câncer relatados. Entre as leucemias, 27,95% correspondem a casos de leucemia mielóide crônica (LMC), que apresenta como marcador genético o cromossomo Philadelphia (Ph). Presente em mais de 80% dos casos, o cromossomo Ph é derivado da translocação t(9;22) (q34;q11), que origina um gene híbrido entre a região 5´ do gene bcr e 3´do gene abl. O produto deste gene é uma proteína Bcr-Abl na qual a atividade reguladora e nuclear do domínio tirosina quinase, originado da proteína Abl, torna-se constitutiva e citoplasmática. Estas mudanças na atividade tirosina quinase afetam diferentes vias de sinalização, com consequências em vários processos celulares como adesão, proliferação e apoptose. Em nível fisiológico, foi mostrado tanto in vitro quanto in vivo que as células hematopoiéticas precursoras Ph+ se diferenciam principalmente em células eritróides. Entretanto, quase 70% dos pacientes com LMC sofrem anemia, mostrando que, as células Ph+ diferenciadas em células eritróides não conseguem amadurecer até hemácias funcionais. Isto faz da LMC um bom modelo para o estudo da diferenciação de células eritróides e suas características...

Efeito do imatinibe em células provenientes do estroma da medula óssea de camundongos em cultura primária e linhagem celular fibroblástica S17 sob estímulo do fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF) in vitro

Christofoletti, Larissa Duarte
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 107 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
49.257114%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Farmácia, Florianópolis, 2010; A mielofibrose primária (MP) é uma desordem mieloproliferativa crônica caracterizada pela hiperplasia e fibrose medular. A fibrose característica dessa desordem está relacionada à liberação de fatores de crescimento hematopoiéticos, dentre eles o fator derivado de plaquetas, que estimula a proliferação de fibroblastos, com conseqüente depósito de fibras colágenas e reticulínicas. O desenvolvimento de fibras de colágeno no lugar do tecido hematopoiético normal é o responsável pela maioria dos sintomas da doença. O exame histopatológico revela o aumento da reticulina fibrilar, do colágeno e dos fibroblastos na medula óssea (MO). O tratamento da doença é paliativo, visando amenizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Atualmente não existe nenhuma terapia capaz de inibir o processo fibrótico. O objetivo desse trabalho é verificar o efeito do fármaco imatinibe em linhagens de células provenientes do estroma da MO de camundongos e linhagem celular fibroblástica S17 sob estímulo do PDGF in vitro na busca de uma terapia eficaz para a MP. Este fármaco foi desenvolvido para o tratamento da leucemia mielóide crônica e atualmente tem sido alvo de estudo para outras doenças. A partir da realização de cultura primária da medula óssea de camundongos (CP) e cultura das células S17 foi avaliada: a viabilidade celular do estroma medular e das células hematopoéticas pelo método de azul de tripan e 3-(4...

Avaliação dos efeitos citotóxicos de cardenolídeos em células tumorais

Carvalho, Annelise de
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 121 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
49.202866%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia; Os cardenolídeos são metabólitos secundários encontrados na natureza e assim denominados em razão de sua ação inibitória na bomba de Na+/K+ (Na+/K+ATPase) e decorrentes efeitos sobre o músculo cardíaco. Por esta razão, cardenolídeos, tais como digoxina, digitoxina e ouabaína, são clinicamente utilizados para o tratamento da insuficiência cardíaca congestiva e algumas arritmias atriais. Nos últimos anos, vários estudos relataram a potencial atividade citotóxica, antitumoral e anticâncer de alguns cardenolídeos. Mundialmente, o câncer de pulmão é um dos principais responsáveis pela alta taxa de mortalidade atribuída ao câncer. O tratamento atual deste câncer depende do estágio do paciente e são utilizadas abordagens combinadas ou individuais, tais como excisão cirúrgica, radioterapia e quimioterapia. A taxa de sobrevivência dos pacientes, no entanto, não é elevada, tornando a busca por novos agentes no combate a este câncer uma necessidade. Neste trabalho, foi realizada uma triagem citotóxica, em células tumorais humanas A549, com 64 cardenolídeos e um dos compostos mais citotóxicos (CI50<100 nM) foi selecionado para investigação do seu mecanismo de ação...

Estudo do efeito dos derivados de imidas cíclicas sobre os mecanismos de resistência tumoral e apoptose em células de linhagens tumorais

Machado, Karina Elisa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 170 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
50.19103%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2013.; O câncer foi considerado uma das principais causas de morte no mundo, no ano de 2013, sendo responsável por 7,6 milhões de mortes (cerca de 13% de todas as causas de mortes). Para 2030 estima-se 27 milhões de novos casos. Embora a quimioterapia ainda seja a principal terapia utilizada para o tratamento da doença, a morbidade associada aos quimioterápicos ainda é um obstáculo a ser superado. Dessa forma, a busca por compostos antineoplásicos, que tenham maior eficiência em induzir apoptose nas células tumorais e com insignificantes efeitos colaterais, tornou-se alvo de investigação acadêmica e da indústria farmacêutica. Os compostos derivados de imidas cíclicas vêm sendo descritos como promissores agentes antitumorais. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar o efeito dos derivados de imidas cíclicas sobre os mecanismos de resistência tumoral e apoptose sobre células de linhagem de melanoma murino (B16F10), de leucemia mieloide aguda humana (K562) e de leucemia linfoide aguda humana (Jurkat). Inicialmente, foi investigado o efeito citotóxico de nove derivados de imidas cíclicas sobre células de linhagem de melanoma murino (B16F10)...

Caracterização da participação do sistema de ubiquitinação e degradação proteassômica no bloqueio do ciclo celular mediado pela proteína Vpr do HIV-1

Rego Filho, Carlos Maximiliano Monteiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
69.898413%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.; A proteína acessória do HIV-1 Vpr ativa ATR induzindo um estresse replicativo do DNA. A ativação de ATR resulta num prolongamento da fase G2 do ciclo celular e termina induzindo a célula entrar em apoptose. No presente estudo investigou-se a função do sistema ubiquitina/proteassoma no contexto da atividade de Vpr. Reporta-se que esse sistema essencial para Vpr disparar o ponto de checagem de dano ao DNA na fase G2. Também investigou-se em detalhes as E3 ligases manipuladas por Vpr nesse processo. Foi encontrado que Vpr se liga a DCAF1, uma subunidade de Cul4-A/DDB1 E3 ligase. Mutações no domínio C-terminal da Vpr(R80A) mutante, a qual é capaz de se ligar à DCAF1, é incapaz de realizar a ativação do ponto de checagem do ciclo celular e possui um caráter dominante negativo. Em contraste, a mutação Q65R, na cadeia rica em leucina de Vpr inibe a interação com DCAF1, resultando numa forma inativa de Vpr; portanto, considerar-se-ia, então, que essa interação é requerida porém não suficiente para Vpr induzir o prolongamento de G2. Foi, então, proposto um modelo no qual Vpr recruta, através do seu domínio C-terminal, uma proteína celular desconhecida para ser degradada pelo sistema de ubiquitina- proteassoma e isto causaria o bloqueio do ciclo celular. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; HIV-1 Vpr is a viral accessory protein that activates ATR through the induction of DNA replication stress. ATR activation results in cell cycle arrest in G2 and induction of apoptosis. In the present study...

Efeitos biológicos e atividade terapêutica de nanocápsulas de selol em carcinoma de pulmão de células não pequenas

Souza, Ludmilla Regina de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
49.321636%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2014.; O selol é uma mistura oleosa de selenitotriacilgliceróis efetivo contra as células de câncer e menos tóxico às células normais em comparação às formas inorgânicas de selenito. No entanto, sua hidrofobicidade é um obstáculo à sua administração in vivo. Neste contexto, desenvolveu-se para o presente estudo uma formulação de nanocápsulas contendo selol estabilizadas pelo copolímero poli (vinil, metil-éter-co-anidrido maléico) (PVM/MA) (SNP). O objetivo deste trabalho foi caracterizar a formulação de nanocápsulas de selol e avaliar sua efetividade contra células de carcinoma de pulmão do tipo não-pequenas (CPCNP) em modelos in vitro e in vivo. As nanocápsulas de selol mostraram-se monodispersas e estáveis. As linhagens celulares de CPCNP utilizadas nos ensaios in vitro foram carcinoma de células escamosas (NCIH 2170) e adenocarcinoma (A549). Ambos selol livre (S) e SNP reduziram significantemente a viabilidade das células de adenocarcinoma pulmonar (A549), enquanto S reduziu mais pronunciadamente a viabilidade das células não tumorais em comparação a SNP. Células da linhagem NCIH 2170 não foram responsivas ao selol livre e encapsulado nas condições estudadas. O efeito supressor de SNP sobre as células A549 foi principalmente associado ao bloqueio na progressão do ciclo celular na fase G2/M...

Influ??ncia do ant??geno sol??vel de ovos de Schistosoma mansoni sobre a ativa????o e progress??o do ciclo celular de linf??citos T de indiv??duos infectados e n??o infectados por Schistosoma mansoni e/ou Necator americanus

Azevedo, Ana Carolina Campi
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Português
Relevância na Pesquisa
49.90451%
A infec????o pelo S. mansoni ?? muito freq??ente em regi??es com condi????es prec??rias de saneamento b??sico, resultando em elevadas preval??ncias de esquistossomose nas popula????es entre 10 e 20 anos de idade. A patologia desta infec????o ?? caracterizada pela forma????o de granulomas em torno dos ovos liberados pelos vermes adultos, no interior do sistema portahep??tico. Sabe-se que, os pacientes portadores da infec????o cr??nica apresentam uma modula????o da capacidade proliferativa em resposta ao ant??geno sol??vel de ovos de S. mansoni (SEA) e, este estado parece ser ben??fico para o hospedeiro e tem sido considerada fundamental para o equil??brio hospedeiro-parasito. Em contrapartida, indiv??duos n??o infectados residentes em ??rea end??mica para esquistossomose apresentam uma elevada reatividade celular em resposta a estes ant??genos. Neste trabalho, comparamos a influ??ncia do SEA na progress??o do ciclo celular de linf??citos T do sangue perif??rico de pacientes portadores de infec????o cr??nica pelo S. mansoni (XTO), de indiv??duos n??o infectados residentes em ??rea end??mica (NEG) e de indiv??duos n??o infectados, por??m n??o residentes em ??rea end??mica, denominados por DS. Nossos resultados mostraram que pacientes XTO apresentam uma modula????o da resposta ao SEA e...

Cytotoxic effect of sulforaphane in human osteosarcoma cells; Efeito citotóxico do sulforafano em células de osteossarcoma humano

Remédios, Catarina Fortuna dos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
60.07324%
O osteossarcoma é o tipo mais comum de tumor maligno do osso. Esta doença apresenta uma elevada incidência em crianças e adolescentes. Adicionalmente, metástases, ocorrendo principalmente nos pulmões, afectam uma percentagem considerável dos pacientes com osteossarcoma. Os tratamentos actuais incluem ressecção cirúrgica, quimioterapia e radioterapia, mas os pacientes com osteossarcoma apresentam uma baixa capacidade de resposta a estas opções de tratamento. Assim, é urgente desenvolver novas abordagens de tratamento. O sulforafano é um fitocomposto que exibe actividade quimiopreventiva e quimioterápica. Numerosos estudos têm demonstrado que o sulforafano modula muitos eventos associados ao cancro, como susceptibilidade a agentes carcinogénicos, ciclo celular, apoptose, angiogénese e metastização. Apesar de bem caracterizados em diversos tumores, os efeitos do sulforafano são ainda insuficientemente conhecidos no osteossarcoma, assim como o mecanismo de acção subjacente. O objectivo desta dissertação foi avaliar os potenciais efeitos citostático e apoptótico do sulforafano e revelar o mecanismo de acção por trás destes efeitos. Para isso, a linha celular de osteossarcoma humano MG-63 foi exposta a sulforafano (no intervalo de 0 a 20 μM) durante 24 e 48 h. Parâmetros como confluência...

Caracterização das topoisomerases Illa E IIIB de Trypanosoma cruzi

Umaki, Adriana Castilhos Souza
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
49.04336%
Resumo: DNA topoisomerases catalizam a interconversão de isômeros topológicos de DNA e são necessárias para a resolução de estresse torcional no DNA e para a liberação de moléculas concatenadas. DNA topoisomerase III pertence à subfamília IA das topoisomerases que catalizam a remoção de superenovelamentos negativos através da clivagem de DNA simples fita. As topoisomerases III participam de processos celulares como replicação, recombinação homóloga e reparo de DNA e são importantes para a manutenção da integridade do genoma. Neste trabalho nós investigamos as topoisomerases III de Trypanosoma cruzi (TcTOPO3_ e TcTOPO3_). Para avaliar a função de TcTOPO3, nós inativamos sequencialmente ambos os alelos de cada um dos genes substituindo-os por cassetes contendo marcadores de seleção (neo ou Higro) através de recombinação homóloga. Nós observamos que mutantes para ambos os genes TcTOPO3 são viáveis, entretanto o mutante Tctopo3_ exibe dificuldade no crescimento, enquanto o mutante Tctopo3_ cresce de forma similar aos parasitas selvagens, sugerindo as enzimas TOPO3 possuem diferentes funções na célula e que uma enzima não pode substituir a outra em suas funções. Com a finalidade de avaliar a resposta à danos celulares em mutantes TOPO3 de T. cruzi submetemos os parasitas ao inibidor de replicação hidroxiurea (HU). Nossas análises por citometria de fluxo mostraram que mutantes Tctopo3 são capazes de progredir no ciclo celular inclusive após exposição a altas doses de HU (30 mM)...

Classificação morfológico, critérios de malignidade, expressão gênica de C-MYC e imunoistoquímica de C-MYC, p53, p21 e p27 no tumor venéreo transmissível canino; Morfhological classification, malignancy criteria, gene expression of myc and immunohistochemical of c-myc, p53, p21 and p27 in canine transmissible venereal tumor

Lima, Caroline Rocha de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.301465%
The present concept about carcinogenesis is that normal cells are transformed into tumor by mutations that activate oncogenes, inhibit tumor suppressor genes or trigger genetic instability. However, studies suggest that some neoplastic types can behave like infectious agents and be transmitted from one host to another, similar to what occurs with the canine transmissible venereal tumor (TVT). The TVT histogenesis is not fully known, because the studies are controversial and do not bring about the results elucidating cell line that characterized the neoplasm. However, research continues in order to elucidate this question and identify the ancestral genetic TVT. Recently, a cytomorphological classification was proposed for the TVT, including plasmacytoid types, linfocitoide and mixed. Nevertheless, many features of the development and behavior of this dogs transmissible neoplasm are still poorly understood. Accordingly, we evaluated the different morphological patterns of the tumor, the macroscopic aspects, the criteria of malignancy, the molecular identification of the tumor, by inserting the element LINE-1 in the C-MYC gene, the immunohistochemical expression of the C-MYC, p53, p21 and p27, and the relationship between the proteins C-MYC...

Efeito do protocolo de sincronização celular na produção de clones bovinos.

PERECIN, F.; YAMAZAKI, W.; FERREIRA, C. R.; MÉO, S. C.; BIASE, F. H.; MERIGHE, G. K. F.; SARAIVA, N. Z.; TETZNER, T. A. D.; MEIRELLES, F. V.; GARCIA, J. M.
Fonte: Acta Scientiae Veterinariae, v. 35, supl. 3, p. s1181, 2007. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE TECNOLOGIA DE EMBRIÕES, 21., 2007, Salvador. Anais... Salvador: UFRGS, 2007. Publicador: Acta Scientiae Veterinariae, v. 35, supl. 3, p. s1181, 2007. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE TECNOLOGIA DE EMBRIÕES, 21., 2007, Salvador. Anais... Salvador: UFRGS, 2007.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1267
Português
Relevância na Pesquisa
49.333535%
Os métodos de sincronização da célula doadora de núcleo para uso em clonagem baseiam-se no bloqueio reverslvel do ciclo celular em pontos especlficos. Idealmente, espera-se que esse bloqueio não provoque prejulzo à viabilidade do embrião reconstituldo após a transferência de núcleo. Este trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência do processo de clonagem (taxa de eletrofusão, produção de blastocistos e estabelecimento de prenhez) a partir de dois protocolos de sincronização celular: privação de soro fetal bovino (SFB) ou cultivo celular até confluência. Oócitos bovinos foram recuperados por aspiração folicular postmortem e maturados in vitro (MIV) por 18h em TCM-199 suplementado com 10% de SFB, 1 ug/mL FSH, 50ug/ mL hCG, 1 ug/mL estradiol, 0,2mM piruvato de sódio e 83,4~g/mL amicacina em atmosfera úmida de 5% de CO2 em ar a 38,5°C. Oócitos apresentando extrusão do primeiro corpúsculo polar foram selecionados, corados com 10ug/mL de Hoechst 33342 e enucleados em fluido sintético de oviduto (SOF) tamponado com HEPES, suplementado com 10% de SFB e 7,5ug/mL de citocalasina B. A reconstituição oocitâria foi realizada com dois grupos de fibroblastos bovinos: Grupo A - cultivados sob privação de SFB por 3 a 5 dias (Dulbecco's Modified Eagle Medium -DMEM suplementado com 0...

Potencial antitumoral do composto 7-epi-clusianona em linhagens celulares de câncer de mama humano cultivadas como monocamadas e esferoides.; Antitumoral potential of 7-epi-clusianone in human breast cancer cell lines cultured in monolayer and as spheroids.

Sales, Bianca Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.945547%
A biodiversidade de plantas brasileiras é uma fonte muito rica de moléculas bioativas, dentro da proposta da busca por novas drogas antitumorais, avaliamos neste estudo o potencial antiproliferativo do composto 7-epi-clusianona. Foram utilizadas duas linhagens celulares derivadas de tumor de mama humana, Hs 578T e MCF-7, cultivadas em monocamada e como esferoides. O IC50 após 48 horas de tratamento das células é de 20 μM para Hs 578T e 6 μM para MCF-7. A análise do ciclo celular mostrou que o composto é capaz de reter as células em fase G1/G0 em ambas as linhagens em 2D, mas não em 3D. O composto é capaz de induzir as células a senescência celular, como mostrado pelo ensaio de detecção de β-galactosidase. Esses dados indicam que o composto 7-epi-clusianona é uma molécula promissora, que demonstrou potencial antitumoral em células de tumor de mama. A cultura tridimensional se mostrou mais resistente ao tratamento com 7-epi-clusianona, portanto estudos mais abrangentes são necessários para melhor entendimento dos efeitos do composto sobre esse tipo de cultura.; Brazilian flora is considered one of the most diverse in the world and natural products are some of the important sources of new antitumoral compounds. The aim of this study was to evaluate the antiproliferative potential of 7-epi-clusianone. Two cell lines derived from human breast tumor were used...