Página 1 dos resultados de 25969 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Effects of gonadotropin-exposed medium with high concentrations of progesterone and estradiol-17 beta on in vitro maturation of canine oocytes

VANNUCCHI, Camila Infantosi; FAUSTINO, Marcelo; MARQUES, Mariana Groke; NICHI, Marcilio; ASSUMPCAO, Mayra Elena Ortiz D`Avila; VISINTIN, Jose Antonio
Fonte: SPRINGER Publicador: SPRINGER
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.613%
During the process of maturation in the oviduct, canine oocytes in the germinal vesicle stage are exposed to decreasing levels of estradiol-17 beta and increasing levels of progesterone. However, hormone concentrations in the microenvironments in which they act are higher than serum concentrations. Therefore, the aim of the present study was to compare the meiotic competence of canine oocytes harvested from anestrous bitches in culture medium containing high concentrations (20 mu g ml(-1)) of estradiol-17 beta and/or progesterone in association to gonadotropins (luteinizing hormone and follicle-stimulating hormone) using three different maturation periods (48, 72, and 96 h). Oocytes were cultured in tissue culture medium (TCM-199) and arranged in four experimental groups: group control, group E2 (estradiol-17 beta), group P4 (progesterone), and group E2 + P4. Regardless of the maturation period, groups P4 and E2 + P4 presented statistically higher rate of germinal vesicle breakdown oocytes compared to the group control and group E2. There were no significant differences among groups on germinal vesicle, metaphase I, metaphase II, and degenerated or unidentifiable oocytes rates. The mean percentage of metaphase II oocytes was higher at 96 h when compared to 72 h. Results of the present research indicate no influence of estradiol-17 beta supplementation...

Cytoplasmic maturation of bovine oocytes: Structural and biochemical modifications and acquisition of developmental competence

FERREIRA, E. M.; VIREQUE, A. A.; ADONA, P. R.; MEIRELLES, F. V.; FERRIANI, R. A.; NAVARRO, P. A. A. S.
Fonte: ELSEVIER SCIENCE INC Publicador: ELSEVIER SCIENCE INC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.672742%
Oocyte maturation is a long process during which oocytes acquire their intrinsic ability to support the subsequent stages of development in a stepwise manner, ultimately reaching activation of the embryonic genome. This process involves complex and distinct, although linked, events of nuclear and cytoplasmic maturation. Nuclear maturation mainly involves chromosomal segregation, whereas cytoplasmic maturation involves organelle reorganization and storage of mRNAs, proteins and transcription factors that act in the overall maturation process, fertilization and early embryogenesis. Thus, for didactic purposes, we subdivided cytoplasmic maturation into: (1) organelle redistribution, (2) cytoskeleton dynamics, and (3) molecular maturation. Ultrastructural analysis has shown that mitochondria, ribosomes, endoplasmic reticulum, cortical granules and the Golgi complex assume different positions during the transition from the germinal vesicle stage to metaphase II. The cytoskeletal microfilaments and microtubules present in the cytoplasm promote these movements and act on chromosome segregation. Molecular maturation consists of transcription, storage and processing of maternal mRNA, which is stored in a stable, inactive form until translational recruitment. Polyadenylation is the main mechanism that initiates protein translation and consists of the addition of adenosine residues to the 3` terminal portion of mRNA. Cell cycle regulators...

Efeito da pré-maturação sobre o desenvolvimento embrionário de oócitos submetidos à ativação partenogenética e transferência de núcleo; Effect of pre-maturation on embryo development of oocytes submitted to parthenogenetic activation and nuclear transfer

De Bem, Tiago Henrique Camara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.642327%
As taxas de produção embrionária tanto da FIV (30-40%) como da TN (23%) ainda estão aquém do esperado. Desta forma, a pré-maturação com inibidores do ciclo celular é uma das alternativas que vem sendo estudada para aumentar a competência dos oócitos utilizados na PIV, na tentativa de otimizar o sucesso das biotécnicas. Sabe-se que neurotrofinas desempenham funções no sistema reprodutor. O BDNF é um exemplo de neurotrofina que parece estar relacionada com a maturação dos oócitos. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi de aperfeiçoar a pré-maturação e a maturação in vitro de oócitos bovinos submetidos posteriormente à ativação partenogenética, visando seu uso na biotécnica de transferência de núcleo. Oócitos bovinos foram submetidos à maturação na presença (MIV/BD) ou ausência (MIV) de BDNF ou pré-maturados com BLI e suplementados (BL/BD) ou não (BL) com a neurotrofina. Posteriormente foram avaliados quanto à taxa de maturação (metáfase II), ativação (formação de prónúcleo) e desenvolvimento embrionário (produção e qualidade dos blastocistos). Não houve diferença (P>0,05) entre taxas de MII após a maturação com ou sem BDNF. Porém, o grupo pré-maturado e suplementado (BL/BD n=73; 91...

Efeito da tensão de oxigênio e do meio na maturação oocitária in vitro e sua influência no desenvolvimento embrionário em suínos; Effect of oxygen tension and media on in vitro oocyte maturation and its influence in the porcine embryonic development

Marques, Mariana Groke
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.68052%
O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência da baixa tensão de oxigênio (5% de CO2; 5% de O2 e 90% de N2) na maturação oocitária in vitro em meio quimicamente definido (0,1% de PVA) ou suplementado com 10 % de PFF. Foram avaliados a migração dos grânulos corticais, a quantificação e distribuição da proteína HSP70, a maturação nuclear, as concentrações intracelulares da glutationa reduzida, a avaliação dos índices de penetração espermática e o desenvolvimento e qualidade de embriões fecundados in vitro em oócitos antes da maturação (0 hora) e após a maturação in vitro nos diferentes tratamentos (atmosfera = 5 ou 20% de O2 e suplementação do meio de maturação = 0,1% de PVA ou 10% de PFF). Para verificar a influência da atmosfera e da suplementação do meio no sistema de maturação foram avaliados o ciclo celular das células do cumulus, o número de células do cumulus por oócitos, as concentrações intracelulares de glutationa reduzida (GSH) das células do cumulus, as concentrações de TBARS no meio de maturação e a resistência das células do cumulus ao estresse oxidativo. Avaliações quanto às concentrações de GSH e HSP70 foram realizadas em oócitos in vivo, visando comparar a eficiência do sistema in vitro. Para a maioria dos parâmetros avaliados não houve interação entre a atmosfera e a suplementação do meio de maturação...

Influência de diferentes isoformas de fosfodiesterases no controle da maturação de oócitos bovinos; Influence of different phosphodiesterase isoforms on the control of bovine oocyte maturation

Zaffalon, Fabiane Gilli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.613%
A maturação in vitro do oócito é um dos fatores limitantes na produção in vitro de embriões. In vivo, esta maturação é um processo altamente orquestrado no qual a meiose é retomada pela onda de gonadotrofina que antecede a ovulação e que induz à queda dos níveis de AMPc no oócito. No entanto, os oócitos aspirados ao serem retirados dos folículos ovarianos retomam espontaneamente a maturação comprometendo a competência de seu desenvolvimento. O AMPc é sintetizado pela adenilato ciclase (AC) e degradado pelas fosfodiesterases (PDE), existindo algumas relacionadas à degradação do AMPc e outras do GMPc. Sendo assim, a proposição deste trabalho foi averiguar a contribuição de diferentes isoformas de fosfodiesterases na retomada da meiose e nos níveis de GMPc, AMPc e ainda, determinar quando há manutenção de AMPc em níveis elevados observando sua influência na competência oocitária e ativação da MAPK. Para isso, os complexos cumulus-oócito (CCOs) foram maturados in vitro na ausência, presença ou associação de inibidores de PDEs-AMPc e GMPc específicas e FSHr. As amostras foram avaliadas em relação a: 1) taxa de maturação; 2) níveis intracelulares de AMPc e GMPc nos CCOs; 3) taxa de desenvolvimento de blastocistos ; 4) ativação da MAPK em oócitos e células do cumulus. Os resultados obtidos no primeiro experimento indiaram que o inibidor da PDE3 foi o mais eficaz (p<0...

Relações e comparações entre nível maturacional, desempenho e coordenação no nado borboleta em nadadores de 10 a 12 anos; Maturation, performance and coordination in young swimmers: relationships and effects on 10-12 years old butterfly stroke technique

Tosta, Joanna de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.570923%
A idade cronológica de um indivíduo e o seu desenvolvimento maturacional nem sempre estão em sincronia. Na mesma faixa etária é possível haver jovens com maturação sexual mais acelerada ou atrasada, afetando diretamente o desempenho nas competições esportivas, visto que a definição das categorias competitivas é baseada na idade cronológica. Na natação, o nado borboleta apresenta uma coordenação que é caracterizada por uma ação de membros superiores para duas de inferiores, o que eleva o nível de dificuldade, principalmente para as categorias de base. Desta forma, o objetivo deste estudo foi relacionar e comparar as variáveis coordenativas do nado borboleta com o nível maturacional e o desempenho de nadadores com idades correspondentes à categoria Petiz (10 a 12 anos). A amostra foi composta por 25 atletas de 10 a 12 anos. Para determinação da maturação foi aplicado a cada atleta, separadamente e acompanhado de um responsável a Tabela de Tanner. Já para determinar as variáveis coordenativas do nado borboleta foram realizadas duas repetições de 25 m em duas intensidades (máxima e aquecimento de competição). Para cada repetição foram obtidos os valores de duração das fases de braçada e tempos relativos da coordenação braçada-pernada. Os resultados indicaram não haver diferenças de coordenação entre os níveis maturacionas...

The use of transmission electron microscopy and oocyte transfer to evaluate in vitro maturation of equine oocytes in different culture conditions

Fernandes, C. B.; Peres, K. R.; Alvarenga, M. A.; Landim-Alvarenga, F. C.
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 159-167
Português
Relevância na Pesquisa
36.594023%
The current study evaluates the ability of equine oocytes matured in different conditions to undergo nuclear and cytoplasmic maturation.. After oocyte transfer, embryonic development was diagnosed at 1.5 and 90 days of gestation. For each group, immature oocytes obtained from slaughterhouse ovaries were matured in vitro (5 replicates). In experiment I, three different media were tested. HTF:BME, SOFaa, and TCM 199. In experiment 11, the HTF:BME was chosen as maturation medium containing pFSH, eFSH, or eFSH + eGH. Nuclear maturation was estimated after stripping the oocytes and staining with Hoechst 33342. The evaluation of cytoplasmic maturation was performed by transmission electron microscopy. For oocyte transfer, six non-cycling recipient mares were used, and 8 to 15 oocytes were transferred in each mare. In experiment I, the results showed no differences (P > .05) in nuclear maturation (MII) among experimental groups. The percentage of MII was 29.3 ( +/- 9.6), 23.4 ( +/- 8.4), and 13.5 ( +/- 12.4) for HTF:BME, SOF, and TCM, respectively. In experiment II, all media tested were efficient in inducing metaphase II. Also, no statistical differences (P > .05) were observed in percentages of nuclear maturation rates when porcine (37.1 +/- 22.4) or equine (25.8 +/- 8.2) FSH were used...

Efeito do treinamento e maturação sexual sobre o crescimento, composição corporal e desempenho motor em adolescentes do sexo masculino; Effect of training and sexual maturation on growth, body composition and motor performance in male adolescents

Arnaldo Luis Mortatti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.628865%
O presente estudo tem como objetivo compreender a influência que o estágio maturacional e do treinamento sistemático pode exercer no crescimento, na composição corporal e no desempenho motor de jovens jogadores de futebol, em comparação com indivíduos de mesmo estágio maturacional, porém, não participantes de nenhum tipo de treinamento físico regular. Foi analisada uma amostra de 39 indivíduos divididos em dois grupos: 22 no grupo treinado (GT) e 17 no grupo não treinado (GNT). Em seguida, os indivíduos foram divididos e categorizados de acordo com o estágio da maturação sexual, proposta por Tanner (1962). Após essa divisão, os indivíduos foram submetidos à aferição das medidas antropométricas de estatura e de massa corporal para determinar o índice de massa corporal (IMC), enquanto que essas duas variáveis, juntamente com a espessura de dobras cutâneas, as circunferências dos segmentos corporais e o diâmetro ósseo foram utilizados para estabelecer o somatotipo. Foi selecionada uma bateria de testes motores com o objetivo de determinar o nível do desempenho motor por meio dos indicadores de potência aeróbia, potência e capacidade anaeróbia e de flexibilidade. A partir dos valores obtidos em cada uma das variáveis analisadas...

Avaliação do crescimento físico e maturação somática de escolares da rede de ensino fundamental de Campinas, SP; Evaluation of physical growth and somatic maturation school network of elementary school in Campinas, SP

Rossana Anelice Gómez Campos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.570923%
Objetivo: O estudo teve por objetivo geral avaliar o crescimento físico e a maturação somática de crianças e adolescentes da Rede de Ensino Fundamental de Campinas. Os objetivos específicos foram: a) comparar o crescimento físico com a referência internacional do CDC-2012 e construir os valores referenciais para as crianças e adolescentes; e b) validar a técnica de predição da maturação somática (Mirwald) e desenvolver uma equação para determinar o Pico de velocidade de crescimento de forma transversal. Metodologia: Foi realizado um estudo descritivo transversal. A amostra foi constituída por 6531 indivíduos, sendo selecionados de forma probabilística (estratificado) 3315 meninos e 3216 meninas entre 6 a 17 anos de idade (IC=95%). Foram avaliadas as variáveis de idade decimal, peso corporal, estatura e estatura tronco-cefálica. Calculou-se o Índice de Massa Corporal (IMC) e Pico de velocidade de crescimento (anos de velocidade) para ambos os sexos. O tratamento estatístico utilizado consistiu em analisar a média, desvio padrão, rango, coeficiente de Pearson (r), regressão múltipla (R2), Plotagem de Bland-Altman, Teste t, com um nível significante de 5%, e para construir as curvas utilizou-se o método LMS. Resultados: Em relação ao crescimento físico os meninos de Campinas apresentam menor peso e estatura em relação aos da referência (9-17 anos)...

INFLUENCE OF HORMONES AND FOLLICULAR FLUID ON MATURATION OF PIG OOCYTES

Dode,Margot Alves Nunes; Graves,Charles
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.653892%
To evaluate the effect of follicular fluid on in vitro maturation, pig oocytes were cultured in the presence of hormones where 10% of fetal calf serum (FCS), 10% of follicular fluid from large follicles (l-pFF), 10% of follicular fluid from medium follicles (m-pFF) or no supplement were added. When oocytes where matured in medium containing the hormones the addition of different supplements did not affect (P<0.05) nuclear maturation. However, changing the supplement altered the cytoplasmic maturation, with higher rate (P<0.05) observed in the l-pFF group. To determine the effect of the presence of hormone and/or supplement during maturation, the oocytes were cultured either in presence of TCM-199 alone, with hormones, with 10% l-pFF or with hormones and 10% l-pFF. The highest proportion of oocytes undergoing nuclear and cytoplasmic maturation was obtained when both hormones and follicular fluid were present. Cumulus expansion had a significant (P<0.05) effect on cytoplasmic maturation with the non-expanded groups showing a lower percentage of maturation in all groups. When the adequacy of gonadotropins levels were evaluated by adding higher or lower concentrations into the maturation medium neither beneficial nor detrimental effects were observed in either nuclear or cytoplasmic maturation. These results suggest that changes in the composition of the medium can alter the percentage of oocytes completing maturation. Follicular fluid combined with hormones was found to give better conditions for pig oocyte maturation in vitro.

Oxygen concentration during mouse oocyte in vitro maturation affects embryo and fetal development

Banwell, K.; Lane, M.; Russell, D.; Kind, K.; Thompson, J.
Fonte: Oxford Univ Press Publicador: Oxford Univ Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.613%
BACKGROUND: Little is known of how the oxygen environment in the ovarian follicle affects oocyte and embryo development, but this has an important impact on the conditions used for in vitro maturation (IVM) of oocytes. We investigated the effect of varying oxygen concentrations during IVM on subsequent pre and post-implantation development. METHODS: IVM of mouse cumulus-oocyte complexes (COCs) was performed under 2, 5, 10 or 20% O(2) (6% CO(2), balance N(2)). In vivo-matured COCs were collected post ovulation. Embryos were generated by IVF and culture. Blastocyst development, cell number and apoptosis were assessed, and fetal and placental outcomes analysed following embryo transfer at day 18 of pregnancy. RESULTS: Oxygen concentration during IVM did not affect oocyte maturation or subsequent fertilization, cleavage and blastocyst development rates. Maturation of oocytes under 2% O(2) increased blastocyst trophectoderm cell number compared with all groups and numbers at 5% were higher than 20% (both P < 0.05). Percentage of apoptotic cells was increased in blastocysts developed from 2% O(2)-matured oocytes, compared with maturation at 5% O(2) or in vivo (P < 0.05). Rates of embryo implantation and development into a viable fetus were not altered by IVM oxygen. However...

Functional characterisation of the cumulus oocyte matrix during maturation of oocytes.

Dunning, Kylie Renee
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.642327%
Female gametes, or oocytes grow and mature in a niche environment maintained by the somatic cells of the ovarian follicle. At ovulation ovarian follicle cells respond to the luteinising hormone (LH) surge coordinating the final maturation, meiotic resumption and release of oocytes. Simultaneously, production of a unique “mucified” extracellular matrix surrounding the oocyte through synthesis of Hyaluronan (HA) and HA cross-linking proteins produces an “expanded” and stabilised cumulus oocyte matrix with a specific composition, structure and function. In vitro maturation (IVM) of oocytes is a procedure by which cumulus oocyte complexes (COCs) are stimulated to produce cumulus matrix and undergo oocyte maturation ex vivo. In vitro maturation is a useful procedure for studying oocyte competence as well as offering health benefits for patients undergoing assisted reproduction. Oocytes derived from IVM have much lower developmental competence than in vivo matured oocytes, likely as a result of altered environmental conditions and gene expression leading to suboptimal maturation and/or inappropriate metabolic control in oocytes. Cumulus matrix expansion is widely used as an indicator of good oocyte developmental potential, however...

Simulated physiological oocyte maturation (SPOM): a novel in vitro maturation system that substantially improves embryo yield and pregnancy outcomes

Albuz, F.; Sasseville, M.; Lane, M.; Armstrong, D.; Thompson, J.; Gilchrist, R.
Fonte: Oxford Univ Press Publicador: Oxford Univ Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.594023%
Background: Oocyte in vitro maturation (IVM) reduces the need for gonadotrophin-induced ovarian hyperstimulation and its associated health risks but the unacceptably low conception/pregnancy rates have limited its clinical uptake.We report the development of a novel in vitro simulated physiological oocyte maturation (SPOM) system. Methods and Results: Bovine or mouse cumulus–oocyte complexes (COCs) were treated with cAMP modulators for the first 1–2 h in vitro (pre-IVM), increasing COC cAMP levels ~100-fold. To maintain oocyte cAMP levels and prevent precocious oocyte maturation, COCs were treated during IVM with an oocyte-specific phosphodiesterase inhibitor and simultaneously induced to mature with FSH. Using SPOM, the pre-IVM and IVM treatments synergized to increase bovine COC gap-junctional communication and slow meiotic progression (both P , 0.05 versus control), extending the normal IVM interval by 6 h in bovine and 4 h in mouse. FSH was required to complete maturation and this required epidermal growth factor signalling. These effects on COC had profound consequences for oocyte developmental potential. In serum-free conditions, SPOM increased bovine blastocyst yield (69 versus 27%) and improved blastocyst quality (184 versus 132 blastomeres; both P ...

Expression et effets des WNTs sur l’expansion du cumulus et la maturation de l’ovocyte chez la vache

Diaw, Mouhamadou
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.663936%
Les WNTs sont une famille de glycoprotéines qui, secrétées dans le milieu extracellulaire, jouent un rôle important dans l’embryogenèse. Chez l’adulte, leur dérégulation va entrainer diverses affections incluant des troubles du développement accompagnés ou non de malformations mais aussi des cancers. Au niveau de l’ovaire, le rôle des WNTs demeure peu défini même si des études chez l’humain et la souris prouvent l’implication de certains membres de cette famille dans le développement ovarien ainsi que dans les processus de maturation folliculaire et d’ovulation. Dans ce contexte, nous avons voulu évaluer l’expression de quelques membres de la famille des WNTs (-2, -2b, -4, -5a et -5b) durant l’expansion des cellules du cumulus et évaluer l’effet de certains d’entre eux sur le COC ainsi que la maturation de l’ovocyte chez la vache. Les COCs bovins étaient placés dans une solution de maturation in vitro pendant 0, 6, 12 et 22h et les niveaux d’ARNm mesurés par PCR en temps réel. L’abondance de l’ARNm pour WNT-2b était significativement plus élevée après 6h de maturation comparée aux COCs immatures (à 0h), alors que l’ARNm codant pour WNT-2, -4, -5a et -5b n’augmentait qu’en fin de culture. L’addition d’EGF provoquait l’expansion du COC et la progression de l’ovocyte vers la métaphase II (MII) comme nous l’espérions mais...

Effect of Hormonal Supplementation Periods and In Vitro Maturation Media on Developmental Competence of Pig Oocytes

LIMA, Alecssandra Sobreira de; MARQUES, Mariana Groke; NASCIMENTO, Anibal Ballarotti; ASSUMPCAO, Mayra Elena Ortiz D'Avila; VISITIN, Jose Antonio
Fonte: UNIV FED RIO GRANDE DO SUL Publicador: UNIV FED RIO GRANDE DO SUL
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.69365%
Background: The oocyte ability to undergo successful fertilization, cleavage and embryonic development depends on meiotic maturation and developmental competence acquisition. In vitro maturation (IVM) protocols currently use eCG, hCG or a combination of both, the effect of these gonadotrophins during IVM and subsequent embryonic development is still controversial. Several media have been used for IVM of porcine oocytes: TCM199, Whitten's and NCSU23 have also been shown to support pig oocyte IVM. This study was designed to determine the effect of hormonal supplementation period and maturation media during in vitro maturation of pig oocytes (1) and subsequent embryonic development (2). Materials, Methods & Results: Oocytes with intact cumulus oophurus layers and homogeneous cytoplasm were collected from prebubertal gilts. IVM was subjected in NCSU23, TCM199 or Whitten's media supplemented with 10 IU/mL eCG and 10 IU/mL hCG for the first 24 or 48 h of IVM. In each replicate the oocytes were fixed every 4 h from 32 to 48 h IVM or the past 48 h after IVM, oocytes were fertilized in vitro in mTBM medium for six hours and cultured in NCSU23 medium for nine days. Cleavage, blastocyst and hatching rates were evaluated at 48 h (day 2), 168 h (day 7) and 216 h (day 9)...

Fisiologia pós-colheita de goiabas 'Pedro Sato': estádios de maturação e padrão respiratório.; Postharvest physiology of guava 'Pedro Sato': stages of maturation and respiratory pattern.

Azzolini, Marisa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.613%
A goiaba apresenta elevado grau de perecibilidade necessitando de um manejo pós-colheita eficiente capaz de reduzir os processos de senescência. Para tanto, o conhecimento do padrão respiratório e dos processos envolvidos no amadurecimento é fundamental. O presente trabalho foi realizado com os objetivos de determinar os índices de maturação, a influência dos estádios de maturação na qualidade pós-colheita e o padrão respiratório de goiabas 'Pedro Sato' e avaliar as respostas dos frutos à aplicação do etileno exógeno e ao bloqueador da ação de etileno 1-MCP (1-metilciclopropeno). Na primeira fase determinaram-se os índices de maturação e a influência de três estádios de maturação na qualidade pós-colheita dos frutos. Os frutos foram selecionados em três estádios de maturação segundo a cor da casca: Estádio 1: cor da casca verde-escura; Estádio 2: cor da casca verde-clara; Estádio 3: cor da casca verde-amarela. Os frutos foram armazenados em câmara com temperatura controlada de 23 + 1 o C e 85 + 5 %UR e analisados quanto às mudanças físico-químicas e qualidade sensorial. Na segunda fase do trabalho foi determinado o padrão respiratório dos frutos analisando-se a atividade respiratória, a produção de etileno e as mudanças físico-químicas após a colheita. Analisou-se também a resposta dos frutos à aplicação de etileno (1000ml.l -1 ) e de 1- metilciclopropeno (300nl.l -1 ) também foi avaliada. A cor da casca e a firmeza da polpa foram considerados os melhores índices de maturação. As variáveis físico-químicas apresentaram pouca variação entre os estádios de maturação durante o amadurecimento Porém...

Índices de maturação, ponto de colheita e padrão respiratório de goiabas 'Kumagai' e 'Paluma'. ; Maturation rates, harvest point and respiratory standard of the ‘kumagai’ and ‘paluma’ guavas.

Cavalini, Flavia Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.628865%
A goiaba é uma fruta altamente perecível, e o conhecimento de sua fisiologia pós-colheita é fundamental para o emprego adequado de tecnologias, visando aumentar o período de conservação. O presente trabalho foi realizado com os objetivos de determinar índices de maturação; verificar a influência dos estádios de maturação na qualidade pós-colheita e determinar o padrão respiratório para goiabas ‘Kumagai’ e ‘Paluma’. Primeiramente determinaram-se os índices de maturação e a influência de cinco estádios de maturação na qualidade pós-colheita dos frutos. Os frutos foram selecionados em cinco estádios de maturação segundo a cor da casca: Estádio 1: cor da casca verde-escura; Estádio 2: quebra da cor verde; Estádio 3: início da coloração amarela da casca; Estádio 4: cor da casca parcialmente amarela; Estádio 5: frutos com cor da casca totalmente amarela, em seguida, foram armazenados em câmara a 25 + 2ºC e 80-90% UR e avaliados quanto às mudanças físico-químicas e qualidade sensorial. Posteriormente determinou-se o padrão respiratório dos frutos, analisando-se a atividade respiratória, a produção de etileno e as mudanças físico-químicas após a colheita para os estádios 1, 2 e 3. A cor da casca e a firmeza foram consideradas os melhores índices de maturação para ambas as variedades. A variedade Paluma também apresentou o ratio como um bom índice de maturação. As variáveis físico-químicas apresentaram pouca variação entre os estádios de maturação após o amadurecimento...

Effect of conditioned medium of mesenchymal stem cells on the in vitro maturation and subsequent development of mouse oocyte

Ling,B.; Feng,D.Q.; Zhou,Y.; Gao,T.; Wei,H.M.; Tian,Z.G.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.594023%
Mesenchymal stem cells (MSCs) secrete a variety of cytokines and growth factors in addition to self-renewal and multiple forms of differentiation. Some of these secreted bioactive factors could improve meiotic maturation in vitro and subsequent embryo developmental potential. The aim of the present study was to determine whether in vitro maturation (IVM) of mouse oocyte with or without cumulus cells could be improved by contact with conditioned medium (CM) of MSCs as well as the efficiency of CM to support follicular growth and oocyte maturation in the ovarian organ of mice cultured on soft agar. The developmental potential of matured oocyte was assessed by blastocyst formation after in vitro fertilization (IVF). Germinal vesicle stage oocytes with or without cumulus cells were subjected to IVM in either CM, Dulbecco's modified Eagle's medium (DMEM), α-minimum essential medium (α-MEM) or human tubal fluid (HTF). Approximately 120 oocytes were studied for each medium. CM produced a higher maturation rate (91.2%) than DMEM (54.7%), α-MEM (63.5%) and HTF (27.1%). Moreover, CM improved embryo development to blastocyst stage significantly more than DMEM and HTF (85 vs 7% and 41.7%, respectively) but there was no significant difference compared with α-MEM (85 vs 80.3%). The behavior of cortical granules of IVM oocytes cultured in CM revealed cytoplasmic maturation. Moreover...

Associação entre composição corporal e desempenho físico em jovens atletas de acordo com a maturação biológica; Association between body composition and physical performance in young athletes according to the biological maturation

Daniel Leite Portella
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.594023%
OBJETIVOS: Os objetivos do presente estudo foram: 1) verificar se há diferenças nas variáveis de força, velocidade e potência aeróbia nos diferentes estágios de maturação biológica; 2) identificar quais as associações entre os componentes de composição corporal e desempenho físico ao longo do processo maturacional; 3) averiguar qual o comportamento do desempenho físico e composição corporal ao longo da maturação biológica em jovens atletas; 4) Demonstrar a utilidade do Indicador Somático como ferramenta para identificação da maturação biológica. MATERIAL E MÉTODO: 206 atletas do sexo masculino (14,69anos ± 2,31anos) praticantes de futebol de um clube de primeira divisão do estado de São Paulo, Brasil. Como variáveis antropométricas foram coletadas estatura total(EST), estatura tronco-cefálica(ETC), comprimento de membros inferiores(CMMII) e massa corporal total(MCT). Para a força foram coletadas as variáveis Taxa de Desenvolvimento de Força(TDF) e Força Máxima(FM). Quanto à velocidade de deslocamento cíclica as variáveis coletadas foram velocidade em 10m(V10) e velocidade em 40m(V40). Em relação ao aspecto aeróbio foi mensurada a Potência Aeróbia(PAER). Para a mensuração da composição corporal foi utilizado o método de Absormetria por Duplo Raio X(DEXA). As variáveis mensuradas foram Área Mineral Óssea de MMII(AMOMMII)...

Maturação e desenvolvimento embrionário in vitro de oócitos bovinos após bloqueio da meiose com inibidores de MPF; In vitro maturation and embryo development of bovine oocytes after meiosis blockage with MPF inhibitors

Marques, Mariana Groke; Mello, Marco Roberto Bourg de; Tavares, Liliam Mara Trevisan; Nicacio, Alessandra Corallo; Assumpção, Mayra Elena Ortiz D'Avila; Visintin, José Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.68052%
O objetivo deste estudo foi avaliar a maturação e o desenvolvimento embrionário após a fecundação in vitro de oócitos bovinos que tiveram a maturação bloqueada com Butirolactona I e Roscovitina em meio de pré-maturação suplementado com soro fetal bovino (SFB). Oócitos foram divididos em 4 grupos: Controle 0 hora, Controle (maturação por 24 horas), Butirolactona I (bloqueio da maturação com 150µM de Butirolactona I por 24 horas, seguido de 24 horas de maturação) e Roscovitina (bloqueio da maturação com 50µM de Roscovitina por 24 horas, seguido de 24 horas de maturação). Para avaliar a maturação nuclear, os oócitos foram fixados e corados em aceto orceína. Parte dos oócitos dos grupos Controle 24 horas, Roscovitina e Butirolactona I após o período de maturação, foi fecundado in vitro. O desenvolvimento embrionário foi avaliado pelos índices de clivagem (D3) e formação de blastocistos (D7). Oócitos do grupo Butirolactona I apresentaram índices de Vesícula Germinativa após o bloqueio e de Metáfase 2 após a maturação semelhantes ao dos grupos Controle 0 hora e Controle, respectivamente. Por outro lado, a Roscovitina apresentou menores índices de Vesícula Germinativa e Metáfase 2. Os grupos Controle e Butirolactona I apresentaram maiores índices de clivagens. O grupo Controle apresentou maior produção de blastocistos que o Roscovitina e não diferiu do grupo Butirolactona I. Conclui-se que a Butiroloactona I pode ser utilizada no sistema de pré-maturação em meio contendo SFB...