Página 1 dos resultados de 293 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Stability Testing of Spray- and Spouted Bed-Dried Extracts of Passiflora alata

BOTT, R. F.; LABUZA, T. P.; OLIVEIRA, W. P.
Fonte: TAYLOR & FRANCIS INC Publicador: TAYLOR & FRANCIS INC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
69.03832%
The aim of this research was to perform a stability testing of spray- and spouted bed-dried extracts of Passiflora alata Dryander (Passion flower) under stress storage conditions. Spouted bed- and spray-dried extracts were characterized by determination of the average particle diameter (dP), apparent moisture content (XP), total flavonoid content (TF), and vitexin content. Smaller and more irregular particles were generated by the spouted bed system due to a higher attrition rate (surface erosion) inside the dryer. The SB dryer resulted in an end product with higher concentration of flavonoids (approximate to 10%) and lower moisture content (1.6%, dry basis) than the spray dryer, even with both dryers working at similar inlet drying air temperature and ratio between the extract feed flow rate to drying air flow rate (Ws/Wg). Samples of the spouted bed- and spray-dried extracts were stored at two different temperatures (34 and 45 degrees C) and two different relative humidities (52 and 63% RH for 34 degrees C; 52 and 60% RH for 45 degrees C) in order to perform the stability testing. The dried extracts were stored for 28 days and were analyzed every 4 days. The flavonoid vitexin served as the marker compound, which was assayed during the storage period. Results revealed shelf lives ranging from 9 to 184 days...

Transformação genética de maracujazeiro (Passiflora alata Curtis) para resistência ao Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV); Genetic transformation of passionflower (Passiflora alata Curtis) for resistance to Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV)

Pinto, Ana Paula Chiaverini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
69.81814%
Uma das espécies que atualmente vem despertando interesse econômico por seu elevado valor de mercado é o maracuzajeiro doce (Passiflora alata Curtis). Entretanto, a cultura é afetada por diferentes doenças que prejudicam a produtividade e a qualidade dos frutos, sendo a doença causada pelo Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) a que mais afeta a cultura do maracujazeiro no Brasil. O presente trabalho teve como objetivo a obtenção de plantas transgênicas de P. alata visando resistência ao CABMV. O processo de transformação genética utilizado foi via Agrobacterium tumefaciens, estirpe EHA105, contendo o cassete de expressão com um fragmento do gene da proteína capsidial do CABMV, numa construção tipo hairpin e o gene de seleção nptII que confere resistência ao antibiótico canamicina. Para os experimentos de transformação genética foram utilizados como explantes segmentos de hipocótilo e segmentos internodais. Após 2 a 3 dias de co-cultivo em meio de cultura MS (MURASHIGE; SKOOG, 1962) contendo acetosseringona (100 mM), os explantes foram transferidos para meio de cultura de seleção e regeneração constituído de sais minerais e vitaminas de MS, suplementado com benzilaminopurina (BAP - 1mg/L) + thidiazuron (TDZ - 0...

Estudo de alcaloides dos frutos de Passiflora alata e de Passiflora edulis por SBSE, CLAE-Flu e identificação por CLUE-EM; Alkaloids studies from Passiflora alata and Passiflora edulis fruits analyzed by SBSE, CLAE-Flu, and identified by CLUE-EM.

Silva, Gabriela Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
70.232153%
O maracujá, nome popular atribuído ao fruto das diversas espécies do gênero Passiflora, da família Passifloraceae, é amplamente comercializado e consumido no mundo, sendo o Brasil um dos maiores produtores do fruto. Alguns estudos apontam possível toxicidade relacionada às espécies de Passiflora, principalmente P. incarnata. No entanto, há pouco conhecimento acerca das espécies P. edulis e P. alata, sobretudo em relação à polpa e sementes. Os extratos da polpa e das sementes dos frutos dessas duas espécies de "maracujá", Passiflora alata e Passiflora edulis, foram estudados com o objetivo de identificar alcaloides harmânicos, pelo preparo das amostras por extração por sorção em barra magnética recoberta com polidimetilsiloxano (SBSE-PDMS) e SBSE recoberta com polietilenoglicol silicone (SBSE-EG Silicone) e análise por cromatografia líquida de alta eficiência com detector por fluorescência (CLAE-Flu) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (CLUE-EM/EM). A análise dos alcaloides harmana e harmina nos extratos da polpa de P. alata foi feita por meio do método de adição de padrão e mostrou menor quantidade destes alcaloides, em comparação com os resultados da análise dos extratos da polpa dos frutos de P. edulis...

Propriedades antioxidantes de extratos de Passiflora alata Dryander e de Passiflora edulis Sims

Rudnicki, Martina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.87316%
O presente estudo investigou as atividades antioxidantes in vitro, ex vivo e in vivo dos extratos de folhas Passiflora alata e Passiflora edulis, plantas usadas na medicina popular e ricas em polifenóis, compostos com reconhecida atividade antioxidante. No modelo experimental in vitro, ambos os extratos demonstraram atividade antioxidante e proteção contra dano protéico induzido por glicose. Fatias de fígado de ratos foram utilizadas como modelo ex vivo. Tanto o extrato de P. alata quanto o extrato de P. edulis protegeram de forma significativa o dano protéico e a morte celular induzidos por FeSO4. Como a P. alata é uma droga oficial da Farmacopéia Brasileira, os efeitos antioxidantes deste extrato foram investigados in vivo. Ratos machos Wistar receberam tratamento intragástrico de extrato de folhas de P. alata (1 e 5 mg/kg), trolox (0,18 mg/kg) ou água (controle) durante 30 dias, seguido de uma dose de CCl4 (3 ml/kg, i.p.) no 30º dia. O dano hepático e os efeitos antioxidantes do pré-tratamento com extrato de P. alata foram avaliados em vários órgãos. Quando comparados ao grupo controle, os ratos pré-tratados com o extrato demonstraram dano hepático menor, evidenciado por um grau menor de necrose, níveis menores de lipoperoxidação e maior atividade das enzimas superóxido dismutase e catalase. Adicionalmente...

Avaliação do efeito hipnótico/sedativo e ansiolítico de um extrato seco nebulizado de passiflora alata curtis (passifloraceae); Evaluation of hypnotic/sedative and anxiolytic effects of a spray-dried extract from Passiflora alata Curtis (PASSIFLORACEAE)

Fenner, Raquel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.855825%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a toxicidade e ação hipnótico/sedativa e ansiolítica de um extrato seco nebulizado de Passiflora alata (PA) (2,6 % flavonóides totais), administrado pela via oral, nos testes de potenciação do sono barbitúrico, locomoção espontânea, coordenação motora, indução de catatonia, labirinto em cruz elevado, convulsões induzidas por pentilenotetrazol e temperatura corporal. PA foi administrado agudamente nas doses de 300, 600 e 900 mg/kg e por 14 dias, 300 mg/kg. Para avaliação da toxicidade aguda, foram empregadas doses de 600 a 4800 mg/kg. A genotoxicidade foi avaliada em camundongos (150, 300 e 600 mg/kg), pelo ensaio cometa alcalino. PA 300 mg/kg reduziu a latência e potenciou o tempo de sono barbitúrico. Em nenhuma das doses testadas, PA causou redução na locomoção espontânea, efeito catatônico ou prejuízos no desempenho em aparelho de rota-rod. O extrato (300 e 600 mg/kg) apresentou efeito hipotérmico. A administração aguda de PA não foi ativa no labirinto em cruz elevado e a administração repetida (300 mg/kg) provocou efeito ansiogênico. A administração aguda (300 e 600 mg/kg) ou repetida (300 mg/kg) de PA não alterou o número e a severidade das convulsões induzidas por pentilenotetrazol. Na avaliação da toxicidade aguda...

Investigação da atividade ansiolítica de passiflora alata curtis (passifloraceae); Anti-anxiety studies on passiflora alata Curtis (PASSIFLORACEAE)

Provensi, Gustavo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.886777%
Passiflora alata Curtis (PASSIFLORACEAE) é utilizada como tranqüilizante, seja popularmente ou pela indústria farmacêutica na produção de fitoterápicos. O objetivo desse trabalho foi avaliar, em camundongos, a atividade geral sobre o Sistema Nervoso Central e o efeito ansiolítico de um extrato hidroetanólico (70%) (EXT) e de duas frações enriquecidas (fração de saponinas - SAP e fração de flavonóides - FLA) obtidos das folhas de P. alata e, também, investigar o envolvimento do complexo receptor GABAA nos efeitos observados. O extrato e as frações foram administrados agudamente, pela via oral, e avaliados nos seguintes modelos: labirinto em cruz elevado, tempo de sono barbitúrico, avaliação da atividade locomotora espontânea, avaliação da coordenação motora em aparelho rota-rod e proteção às convulsões induzidas por pentilenotetrazol. FLA 300 mg/kg e SAP 600 e 900 mg/kg provocaram um efeito do tipo ansiolítico no labirinto em cruz elevado. FLA (CI50= 181,2 μg/mL) e SAP (CI50= 23,4 μg/mL) deslocaram a ligação específica de [3H]-TBOB em membranas sinaptossomais de córtex de ratos adicionadas de GABA (0,3 μM), indicando uma modulação positiva do canal de cloreto ativado por GABA, porém esse efeito não é mediado pelo sítio benzodiazepínico uma vez que ambas as frações não deslocaram a ligação de [3H]-flunitrazepam em concentrações até 300 μg/mL. O extrato hidroetanólico (EXT) provocou efeitodo tipo ansiolítico (300 mg/kg) no labirinto em cruz elevado...

Ecological-evolutionary relationships in Passiflora alata from Rio Grande do Sul, Brazil; Relações ecológico-evolutivas em Passiflora alata do Rio Grande do Sul, Brasil

Santos, Patrícia Koehler dos; Lorenz-Lemke, Aline Pedroso; Salzano, Francisco Mauro; Freitas, Loreta Brandao de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.81814%
A distribuição geográfica, as características ecológicas, as épocas de florescimento e frutificação, e os agentes polinizadores de Passiflora alata são considerados e relacionados a estudos genético-moleculares desenvolvidos simultaneamente. O primeiro registro da espécie no Rio Grande do Sul foi feito em 1934, apenas em área cultivada. Cerca de 20 anos depois, no entanto, a espécie já era classificada como efferata (selvagem) nos subúrbios de Porto Alegre. Os dados aqui apresentados, junto com as investigações de DNA, indicam que P. alata está colonizando ativamente áreas previamente não ocupadas desta região.; The geographical distribution, ecological characteristics, flowering and fruiting times, and pollinating agents of Passiflora alata are considered and related to molecular genetic data gathered simultaneously. The first report on this species in Rio Grande do Sul was made in 1934, only in cultivated gardens. Approximately 20 years later, however, the species was already classified as efferata (wild) in Porto Alegre’s suburbs. The data presented here, together with the DNA investigations, indicate that P. alata is actively colonizing previously unoccupied areas of this region.

Steroidal and triterpenoidal glucosides from passiflora alata

Reginatto, Flavio Henrique; Kauffmann, Carla; Schripsema, Jan; Guillaume, Dominique; Gosmann, Grace; Schenkel, Eloir Paulo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.771265%
Cinco glicosídeos foram isolados a partir das folhas de P. alata. Após extensivas análises espectroscópicas, as estruturas 1-5 foram identificadas como sendo o 3-O-B-D-glicopiranosilestigmasterol (1), o ácido 3-O-B-D-glicopiranosil-oleanólico (2), o ácido 3-O-B-D-glicopiranosil- (13)-B-D-glicopiranosil-oleanólico (3), o ácido 3-O-B-D- glicopiranosil-(12)-B-D-glicopiranosiloleanólico (4) e 9,19-ciclolanost-24Z-en-3B,21,26-tri-hidróxi-3,26-di-O-gentiobiose (5). Adicionalmente, foram analisados, através de CCD, extratos hidroetanólicos de espécies de Passiflora existentes no sul do Brasil (P. actinia, P. caerulea, P. edulis var. flavicarpa, P. elegans, P. foetida, P. misera e P. tenuifila). A acumulação de saponinas foi verificada somente em Passiflora alata. .; Five glycosides were isolated from leaves of P. alata. The structures 1-5 were obtained through extensive spectral analyses as 3-O-B-D-glucopyranosyl-stigmasterol (1), 3-O-B-D-glucopyranosyloleanolic acid (2), 3-O-B-D-glucopyranosyl-(1®3)-B-D-glucopyranosyl-oleanolic acid (3), 3-O- B-D-glucopyranosyl-(1®2)-B-D-glucopyranosyl-oleanolic acid (4) and 9,19-cyclolanost-24Z-en- 3b,21,26-trihydroxy-3,26-di-O-gentiobiose (5). Comparison of the TLC profiles of the hydroethanolic extracts from leaves of other Passiflora species found in the south of Brazil (P. actinia...

Avaliação de populações de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis) obtidas de polinização aberta

Martins, Moisés Rodrigues; Oliveira, João Carlos de; Di Mauro, Antonio Orlando; Silva, Paulo César da
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 111-114
Português
Relevância na Pesquisa
69.55939%
Catorze características agronômicas de cinco populações de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis) foram avaliadas em Jaboticabal-SP, no período de abril de 2000 a março de 2001. Número de frutos por planta (NF), número de sementes/fruto (NS), massa do fruto (MF) e produção (PRO) foram caracteres que apresentaram os mais elevados índices de variabilidade entre plantas, possibilitando, assim, a seleção de plantas superiores quanto a estes caracteres. Médias dos caracteres produção (PRO), número de frutos/planta (NF), espessura da casca (EC), número de sementes/fruto (NS) e rendimento em polpa (%P), analisadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade, não apresentaram diferença significativa entre as populações. Observou-se considerável variabilidade entre plantas e baixa variabilidade entre as populações nestes caracteres.; Fourteen horticultural characteristics of five sweet passion fruit (Passiflora alata Curtis) populations were evaluated in Jaboticabal-SP, from April 2000 to March 2001. A considerably high variability among plants and low among populations was observed for these characters. The number of fruits per plant (NF), number of seeds/fruit (NS), fruit mass (MF) and production (PRO) were the characters with the highest levels of variability among plants...

Chemical investigation and effects of the tea of Passiflora alata on biochemical parameters in rats

Doyama, J. T.; Rodrigues, H. G.; Novelli, ELB; Cereda, E.; Vilegas, Wagner
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 371-374
Português
Relevância na Pesquisa
69.71137%
Passiflora alata (Passifloraceae) is a native plant from the South-America tropical forest that provides a much apreciated fruit known as maracuja-doce. Although tea of the leaves of Passiflora alata is used in folk medicine as a sedative and tranquilizer, there are no investigations about its effects on biochemical parameters in blood or from its major chemical composition. The purpose of this study was to evaluate the effects of the tea of the leaves of Passiflora alata on biochemical parameters (antioxidant system, glucose and cholesterol levels) and to perform a phytochemical investigation of the tea. We isolated and identified two saponins and five C-glycosylflavones derived from apigenin, luteolin and chrysoeriol. Three of them are new in this species. Passiflora alata extract was administrated orally in rats at dose of 1000 mg/kg and it was observed an increase in high-density lipoprotein level (HDL-cholesterol). (C) 2004 Elsevier B.V.. All rights reserved.

Avaliação da potencialidade fisiológica de sementes de maracujá-doce (Passiflora alata Dryander) submetidas ao armazenamento

Osipi, Elisete Aparecida Fernandes; Nakagawa, João
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 52-54
Português
Relevância na Pesquisa
69.55939%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Averiguou-se a influência de três condições ambientais na capacidade de armazenamento da semente do maracujá-doce (Passiflora alata Dryander): ambiente não controlado (embaladas em saco de papel), câmara seca (embaladas em saco de papel) e câmara fria (embaladas em saco de polietileno). Nesses tratamentos, avaliaram-se o teor de água e as porcentagens de germinação, de plântulas anormais, de sementes dormentes e a de mortas, no decorrer de seis meses e após um ano. A germinação não diferiu entre os ambientes de conservação durante os seis meses iniciais de armazenamento. Após doze meses, contudo, a conservação favoreceu as sementes com grau de umidade próximo a 10%, embaladas em sacos de polietileno e mantidas a 10 º C.; It was studied the influence of three environment conditions on storage capacity of sweet passion-fruit (Passiflora alata Dryander) seeds: not controled ambient (in paper bags), dry chamber ( in paper bags) and cold chamber (in plastic bags). It was evaluated water contents and germination percentage, abnormal seedlings, dormancy and died seeds, during six months and after one year. Germination has no difference among conservation ambients during the initial six months of storage. After twelve months...

Efeito da temperatura na avaliação da qualidade fisiológica de sementes do maracujá-doce (Passiflora alata Dryander)

Osipi, Elisete Aparecida Fernandes; Nakagawa, João
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 179-181
Português
Relevância na Pesquisa
69.55939%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Com o objetivo de verificar condições favoráveis de temperatura para a germinação das sementes do maracujá-doce (Passiflora alata Dryander), utilizou-se como tratamento de cinco plantas fornecedoras de sementes e duas temperaturas de germinação, na ausência de luz: 25ºC constante e 20-30ºC alternada. Os arilos das sementes provenientes de frutos maduros, completamente amarelos, foram extraídos com a utilização de liquidificador em baixa rotação. As características avaliadas nas sementes foram: peso, conteúdo de matéria seca, teor de água, porcentagem de germinação (plântulas normais), de plântulas anormais, de sementes dormentes e mortas. Concluiu-se que a temperatura alternada 20-30ºC atuou significativamente na obtenção de maior porcentagem de germinação e reduzida porcentagem de sementes dormentes. Estas últimas, para as sementes de todas as plantas, foi elevada sob temperatura de 25ºC, evidenciando grande influência do fator temperatura na superação de dormência.; With the purpose to study favorable conditions of temperature for seeds germination of sweet passion-fruit (Passiflora alata Dryander)...

Estruturas secretoras em órgãos vegetativos aéreos de Passiflora alata Curtis e P.edulis Sims (Passifloraceae) com ênfase na localização in situ de compostoa bioativos; Secrectory structures in the aerial vegetative organs of Passiflora alata Curtis and P.edulis Sims (passifloraceae) with emphasis on in situ localization of bioactive compounds

Poliana Ramos Cardoso
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
70.179453%
Esta tese tem como principal objetivo contribuir para o conhecimento morfológico das glândulas dos órgãos vegetativos aéreos de Passiflora alata Curtis e P. edulis Sims e localização dos compostos bioativos responsáveis pela reconhecida importância farmacológica apresentada por estas espécies. Técnicas em microscopias fotônica e eletrônica de varredura são utilizadas na observação da morfologia das glândulas, visualização dos compostos fenólicos presentes no interior destas estruturas e exame da micromorfologia dos cristais; a espectrometria por energia dispersiva de raios-x é empregada na identificação dos átomos constituintes dos cristais. Testes histoquímicos convencionais e de fluorescência são aplicados nas glândulas para a caracterização in situ do exsudato; estes procedimentos são acoplados à análise do exsudato em espectrometria de massas (MS). Os principais pontos abordados na tese são: a validação das glândulas presentes nos pecíolos e lâminas foliares de ambas as espécies como nectários extraflorais (NEF); identificação das glândulas estipulares de P. alata como coléteres; a localização de alcalóides e flavonóides no interior dos idioblastos dispersos nos tecidos vasculares...

Avaliação da atividade antioxidante e dos efeitos do consumo crônico do extrato aquoso de Passiflora alata Curtis na expressão do diabetes mellitus tipo 1 em camundongos NOD (non obese diabetic); Evaluation of antioxidant activity and the effects of chronic consumption of aqueous Passiflora alata Curti extract in the expression of type 1 diabetes in NOD (non obese diabetic)

Talita Cristina Colomeu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
69.87316%
A linhagem NOD (non obese diabetic) é utilizada como modelo experimental de DM-1, pois desenvolve espontaneamente a doença com marcante similaridade ao observado em humanos. Vários são os mecanismos propostos para ruptura da tolerância imunológica no DM-1, como a predisposição genética do indivíduo, juntamente com fatores ambientais, tais como estresse e alimentação, parecem favorecer o desencadeamento de mecanismos auto imunes. Nos últimos anos o interesse por alimentos fitoterápicos pelos órgãos governamentais, com a finalidade de auxiliar no tratamento de doenças vem aumentando. A espécie Passiflora sp., é descrita pela farmacopeia Brasileira como fitoterápico e seu uso na medicina popular está relacionado ao tratamento de diversas doenças. Estudos sobre as propriedades das folhas do Passiflora alata Curtis no diabetes mellitus são escassos. Neste contexto, investigamos quais os melhores solventes (água, etanol e metanol/acetona) para extração de compostos bioativos da folha de P.alata, a atividade antioxidante dos solventes pelas técnicas DPPH, FRAP, ABTS e ORAC, fenóis totais, composição centesimal e investigação de quatro compostos fenólicos (vitexina, isovitexina e isoorientina) nas folhas. Além disso...

Expressão de quinases dependentes de ciclinas (Cdks 1, 2, 4 e 6) em ilhotas pancreáticas de camundongos NOD (non-obese diabetic) tratados com extrato aquoso das folhas de Passiflora alata; Cyclin-dependent kinase expression (Cdks 1, 2, 4 e 6) in pancreatic islets of NOD mice (non-obese diabetic) treated with Passiflora alata leaves aqueous extract

Daniella de Figueiredo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
69.886777%
A procura por novos fármacos a partir de plantas medicinais tem motivado a busca alternativa de substâncias com potencial antiinflamatório que possam auxiliar no tratamento das doenças inflamatórias, como no caso do diabetes mellitus tipo1. Como ferramenta para estudar essas substâncias que modulam a inflamação, é comum o uso de animais com propensão a desenvolver a doença, como os camundongos NOD (diabéticos não obesos). Dentre os constituintes das folhas de Passiflora alata Curtis, conhecido popularmente por maracujá doce, os flavonóides são compostos que podem atuar como antioxidantes e antiproliferativos, podendo modular a expressão de substâncias reguladoras do ciclo celular promovendo, desta forma, a sua interrupção em células em proliferação. Como resultados, nós obtivemos no grupo tratado com extrato aquoso das folhas de P. alata, redução na incidência do diabetes, aumento da expressão de insulina e diminuição do infiltrado inflamatório, estresse oxidativo e células CDK6+ em ilhotas pancreáticas. Como neste modelo animal a expressão de CDK6 está presente no infiltrado inflamatório, a sua diminuição no grupo tratado sugere que componentes nas folhas de P. alata possam atuar na inibição do ciclo celular de células inflamatórias ativadas promovendo efeito antiinflamatório e...

Maracujá-doce: o autor, a obra e a data da publicação de Passiflora alata (Passifloraceae)

Bernacci,Luís Carlos; Meletti,Laura Maria Molina; Soares-Scott,Marta Dias
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
69.34896%
O maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis) é uma espécie nativa da América do Sul, especialmente do Brasil, cujo cultivo tem se expandido em função do preço alcançado pelos frutos. Vários trabalhos de pesquisa foram realizados com esta espécie, quase todos com imprecisões na citação do nome científico. Com o objetivo de avaliar a extensão desses equívocos e identificar a forma cientificamente correta de citar a espécie, foram investigados o autor e a data de publicação do nome científico do maracujá-doce, em estudos taxonômicos. Concluiu-se que a espécie deve ser citada como Passiflora alata Curtis, conforme publicado originalmente em 1788, no periódico Botanical Magazine.

Influência do processo de secagem e condição de armazenamento de extratos secos de Bauhinia forficata e Passiflora alata sobre seu perfil de dissolução

SOUZA,C.R.F.; FERNANDES,L.P.; BOTT,R.F.; OLIVEIRA,W.P.
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
69.458643%
No Brasil, os produtos fitoterápicos são considerados medicamentos, sendo necessário o estabelecimento de estudos que assegurem a manutenção dos requisitos de qualidade durante o processamento e o armazenamento. Testes de dissolução podem ser empregados para se estimar a biodisponibilidade de um fármaco, sendo uma análise rotineira no desenvolvimento e controle de qualidade de medicamentos alopáticos. A determinação do perfil de dissolução de fitoterápicos também pode ser um importante critério para avaliação da sua qualidade lote-a-lote, bem como para os estudos de desenvolvimento e de estabilidade. O objetivo deste trabalho foi investigar a influência dos métodos de secagem e da condição de armazenagem sobre os perfis de dissolução dos flavonoides totais de extratos secos de duas plantas medicinais bastante difundidas no Brasil, a Bauhinia forficata e a Passiflora alata. Os extratos secos foram produzidos pelo processo de secagem em leito de jorro e em spray drying, sendo submetidos a condições de armazenagem aceleradas (temperatura de 40 ± 2ºC e umidade relativa de 75 ± 5%, por um período de 90 dias). Os perfis de dissolução foram obtidos para amostras de extratos secos antes e após o período de armazenamento. O teor de flavonoides totais foi quantificado por espectrofotometria. Os extratos secos de B. forficata e P. alata apresentaram adequada liberação de flavonoides nos ensaios de dissolução. Os extratos secos de Passiflora alata apresentaram completa dissolução dos flavonoides...

Search for alkaloids on callus culture of Passiflora alata

Machado,Michelli Wesz; Stern Neto,Carlos; Salgado,Juliana; Zaffari,Gilmar; Barison,Andersson; Campos,Francinete Ramos; Corilo,Yuri Eberlim de; Eberlin,Marcos Nogueira; Biavatti,Maique Weber
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
69.30991%
Preliminary work on Passiflora alata leaves failed to detect harmane alkaloids using LC. The aim of this work was to investigate the production of harmane alkaloids through the cell culture of P. alata, inducing its precursor (L-tryptophan). The leaf explants presented satisfactory results after disinfection, and the callus formation was initiated in MS media with adequate quantities of phytohormones. Sixty days after inoculation, calli were inoculated in the optimized semi-solid MS media, with and without the addition of L-tryptophan (50, 100, 200 mg/L) and kept in standard conditions for 90 days. Calli were collected on days 6, 16, 26, 36, and 90, followed by acid-base extraction, and analysed by LC. The results showed an absence of harmane, harmin, harmol, harmalol, and harmaline. With L-tryptophan feeding, two peaks were detected, collected and analysed through positive mode electrospray [ESI(+)-MS] and sequential analysis in tandem ESI(+)-MS/MS. The spectra obtained were very similar, with a repetition of the more intense ions, and consecutive loss of 68 Da units, attributed to the heterocycle pyrazole. It appeared that this transformation was not related to any enzymatic pathway previously described for the plant from L-tryptophan...

Características físicas e físico-químicas de passiflora alata com desenvolvimento e maturação na época seca.

COSTA, A. M.; FALEIRO, F. G.; FARIA, D. A.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade. Natal: SBF, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade. Natal: SBF, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
69.34896%
O mercado para alimentos saudáveis, mais nutritivos e com propriedades funcionais vem crescendo ano a ano. O gênero Passiflora conta com cerca de 150 a 200 espécies brasileiras, das quais 70 produzem frutos que podem ser aproveitados direta ou indiretamente como alimento (FALEIRO et. al. 2008). Além do grande número de espécies dentro do gênero, existe grande variabilidade intra-específica. Esta variabilidade é importante para os programas de melhoramento genético (FALEIRO et. al. 2008; COSTA, 2008). As polpas das espécies silvestres e variedades comerciais apresentam substâncias importantes na prevenção de doenças como flavanóides, minerais, carotenóides e vitamina C (COSTA; TUPINAMBÁ, 2005, COSTA, 2008; WONDRACEK, 2009). Dentre elas se destaca os maracujás doce Passiflora alata muito apreciada no consumo ?in natura?. Esta espécie apresenta antioxidantes importantes para a saúde e também pode ser fonte de minerais (COSTA, 2008, COSTA; TUPINAMBÁ, 2005). Vários fatores podem interferir na qualidade da polpa, como por exemplo, a variedade local de plantio, época de produção dos frutos, maturação dos frutos, e armazenamento (COSTA, 2008, COHEN et al, 2008). O trabalho teve por finalidade avaliar as características físicas e físico-químicas das variedades P. alata N2...

Ecological-evolutionary relationships in Passiflora alata from Rio Grande do Sul, Brazil

Koehler-Santos,P.; Lorenz-Lemke,A. P.; Salzano,F. M.; Freitas,L. B.
Fonte: Instituto Internacional de Ecologia Publicador: Instituto Internacional de Ecologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
69.20023%
The geographical distribution, ecological characteristics, flowering and fruiting times, and pollinating agents of Passiflora alata are considered and related to molecular genetic data gathered simultaneously. The first report on this species in Rio Grande do Sul was made in 1934, only in cultivated gardens. Approximately 20 years later, however, the species was already classified as efferata (wild) in Porto Alegre's suburbs. The data presented here, together with the DNA investigations, indicate that P. alata is actively colonizing previously unoccupied areas of this region.