Página 1 dos resultados de 184 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

O jardim de infância na promoção da literacia

Albuquerque, Ana Maria Fernandes Lopes Frederico de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
38.125684%
Os problemas de literacia (associados às dificuldades da leitura e da escrita) são apontados, cada vez com maior frequência, como uma das explicações causais do insucesso escolar dos alunos, com repercussões em todas as áreas disciplinares. As investigações realizadas nos últimos anos neste âmbito têm revelado que estas são, inequivocamente, competências essenciais ao sucesso escolar e profissional de qualquer indivíduo. As investigações têm igualmente mostrado que o processo de aprendizagem da leitura e da escrita tem o seu início muito antes da entrada na escolaridade formal, o que vem evidenciar a importância das experiências precoces vivenciadas pelas crianças neste domínio. Neste contexto, o Jardim de Infância e o Educador, pelas práticas estimulantes e enriquecedoras que podem proporcionar às crianças, assumem um papel crucial na promoção das competências de literacia. O Ministério da Educação, consciente de tal realidade e da importância que a prática da literacia desde os primeiros anos assume junto das crianças, já que lhes proporciona um conjunto de conhecimentos, capacidades e atitudes que vão ao encontro das exigências que a aprendizagem da leitura e da escrita colocam, tem procurado promover e incentivar junto dos Educadores...

Promoção da literacia matemática no pré-escolar com o apoio da tecnologia educativa

Sares, Ana Sofia Tenil
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
38.37968%
O projeto “Promoção da Literacia Matemática no Pré-Escolar com o apoio da Tecnologia Educativa” traduz a investigação realizada junto de um grupo de crianças do pré-escolar com 3/4 anos e dos seus pais e encarregados de educação, numa instituição educacional privada, em Lisboa. Objetiva-se a promoção de competências matemáticas na educação pré-escolar, seguindo as orientações científicas nacionais e internacionais, de que a matemática é a ciência do padrões. O segundo grande objetivo do projeto visa promover a colaboração dos pais na educação pré-escolar dos seus filhos. O Programme for International Student Assessment [PISA] refere que todo e qualquer indíviduo deve ter a possibilidade de adquirir uma literacia matemática crítica ao longo da sua vida, por forma a aplicá-la na sua vida pessoal, social e profissional. A Literacia Matemática vem contrariar a associação da matemática à manipulação arcaica dos símbolos matemáticos sem conexão e relação entre si. Mais do que dominar um conteúdo, a Literacia Matemática Crítica traduz-se nas competências que um aluno desenvolve na resolução de problemas, no relacionamento de conceitos e conteúdos, na identificação de estratégias de resolução ou na comunicação com os demais numa linguagem matemática escrita/oral. O segundo ponto do projeto objetiva promover e estimular a colaboração dos pais e encarregados de educação com a escola. Pretende-se que ambas as entidades mediadoras da construção de conhecimeto da criança possam comunicar e estabelecer estratégias de ação relativamente à educação da criança...

Ler e escrever para ajudar o meu filho a crescer : apresentação de um programa de literacia familiar

Cruz, Joana; Ribeiro, Iolanda da Silva; Viana, Fernanda Leopoldina
Fonte: Escola Superior de Educação Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação Paula Frassinetti
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
38.04862%
A família influencia de modo decisivo o desenvolvimento literácito das crianças. As práticas de literacia familiar são, no entanto, heterogéneas e contribuem de modos diferenciados para a promoção de hábitos de leitura, para o desenvolvimento da literacia emergente e para o sucesso na posterior aprendizagem formal da leitura e da escrita. Reconhecendo a importância das rotinas e dinâmicas familiares das crianças em idade pré-escolar, têm vindo a ser desenvolvidos variados programas de literacia familiar visando promover o treino de competências parentais, tendo em vista o desenvolvimento da literacia dos filhos, e ajudar as famílias a tornarem-se mais conscientes do seu papel na promoção da literacia emergente e na criação de hábitos de leitura, que tendem a perpetuar-se ao longo da vida. O programa Ler e escrever para ajudar o meu filho a crescer foi elaborado visando um triplo objetivo: a) promover as práticas de literacia familiar; b) promover a qualidade das interações durante a leitura de livros e; c) desenvolver as competências de literacia emergente e a motivação para a leitura e para a escrita. O treino parental constituiu a estratégia adotada para facilitar o desenvolvimento literácito das crianças...

Literacia em saúde mental e o papel do género : follow-up do projecto abrir espaço á saúde mental

Luís, Marta Sofia Afonso
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.325676%
A adolescência é uma fase crucial para promover a saúde mental e o bem-estar psicológico (Graham & Power, 2004) caracterizando-se pela exposição ao stress e risco que pode, potencialmente, conduzir ao desenvolvimento de problemas de saúde mental (Schulze, Richter-Werling, Mastschinger & Angermeyer, 2003). A promoção da literacia em saúde mental e o combate ao estigma devem ser realizados o mais cedo possível, já que idades precoces estão mais predispostas à aprendizagem e à mudança e as atitudes ainda são maleáveis e podendo ser alteradas mais facilmente (Corrigan & Watson, 2007; Hinshaw, 2005; Jorm, 2000). O presente estudo insere-se no projeto “Abrir Espaço à Saúde Mental”, e tem como objetivo geral avaliar o impacto da intervenção de promoção de literacia em saúde mental, realizada em contexto escolar. A amostra foi constituída por 160 jovens, entre os 11 e os 15 anos de idade, a frequentar o 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, provenientes de seis escolas públicas e duas privadas na zona norte de Portugal e que participaram nas sessões de intervenção. Para a realização da recolha de dados foi utilizado o LSMq - Questionário de literacia em saúde mental (Campos & Dias, 2014; Campos, Palha...

A importância dos estímulos visuais em crianças com atraso fonológico

Pedro, Cassandra Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
48.45154%
O presente trabalho teve como principal objetivo o estudo da influência dos estímulos visuais em crianças com atraso fonológico. Neste sentido, procedeu-se ao desenvolvimento e à validação de conteúdo de materiais de avaliação/intervenção em Terapia da Fala, especificamente, uma Prova de Avaliação de Competências de Pré-Literacia e um conjunto de 50 cartões com estímulos visuais (cartões L&S). A Prova de Avaliação de Competências de Pré-Literacia possibilita a avaliação da identificação/nomeação do nome/som dos grafemas. Os cartões L&S estimulam o desenvolvimento das correspondências grafema-fonema e a melhoria da produção dos sons da fala. Um painel de peritos constituído por 6 terapeutas da fala realizou a avalição dos materiais supracitados com base num conjunto de critérios previamente definidos. A Prova de Avaliação de Competências de Pré-Literacia foi analisada com base nos critérios de clareza, simplicidade, precisão e relevância. Os cartões L&S foram analisados com base nos critérios de clareza e pertinência prática. Em ambos os casos, o método gráfico de Bland- Altman modificado permitiu concluir que existiu boa concordância entre os avaliadores, uma vez que a maioria dos valores correspondentes aos vários itens analisados se encontrava dentro dos limites esperados de concordância e a grandeza do limite superior não era muito elevada. A Prova de Avaliação de Competências de Pré-Literacia foi ainda sujeita a um estudo piloto realizado com 64 crianças em idade pré-escolar com idades compreendidas entre os 5;0 e os 6;3 e com desenvolvimento típico ao nível da fala e da linguagem. Tendencialmente...

Concepções e práticas dos educadores de infância sobre o desenvolvimento da literacia

Marques, Liliana Gonçalves Fernandes
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.373926%
Mestrado em Ciências da Educação na especialidade de Desenvolvimento Curricular e Avaliação; Este estudo teve como principal objectivo caracterizar as concepções de um grupo de educadores de infância sobre o desenvolvimento da linguagem escrita e de que modo estas se relacionam com as práticas pedagógicas. As crenças e as concepções que os educadores desenvolvem são importantes porque influenciam não só a forma como vão agir, mas também como vão apreender, processar e interpretar a informação dos contextos educativos onde desenvolvem a sua prática. Em Portugal, em 1997, foram publicadas as Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar (Ministério da Educação, 1997), com alguma tomada de posição sobre o papel da linguagem escrita no jardim-de-infância associada a perspectivas de literacia emergente (Holísticas). Contudo, não é clara a forma como estas ideias têm sido transpostas para as práticas pedagógicas em contextos de jardim-de-infância. Através de um questionário passado a 91 educadores, verificou-se que estes divergiam nas suas concepções, evidenciando uns concepções bastante mais Holísticas (associadas a perspectivas de Literacia Emergente) enquanto outros concepções mais aproximadas de perspectivas Tecnicistas. Os dados mostraram também algumas associações entre o tipo de concepções tanto com o tipo de objectivos que estabelecem numa abordagem à literacia...

Literacia Familiar – Crenças de pais de crianças em idade pré-escolar e características das práticas de literacia na família

Pacheco, Patrícia; Mata, Maria de Lourdes Estorninho Neves
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.48704%
Na realização deste trabalho tivemos presentes dois grandes objectivos: compreender e caracterizar as crenças dos pais sobre o processo de aprendizagem da linguagem escrita e sobre o seu papel nesse processo; analisar as relações entre os vários tipos de crenças dos pais e também entre estas e as práticas e ambientes de literacia familiar. Para isso trabalhámos com 198 pais de crianças a frequentar o último ano do pré-escolar. Para a recolha de dados utilizámos um questionário que contemplava a caracterização de quatro componentes diferentes: (1) práticas de literacia familiar; (2) crenças sobre a aprendizagem da literacia; (3) crenças sobre o papel dos pais nesta aprendizagem; (4) ambientes de literacia. Os resultados permitiram-nos a identificar diferentes frequências de ocorrência consoante os tipos de actividades: as práticas de Ensino e Treino foram as referidas como mais regulares, seguidas das práticas de Entretenimento e, por último, as do Dia-a-dia. No que se refere às crenças, constatámos que os pais valorizavam bastante o seu papel em várias vertentes (leitura de histórias, práticas contextualizadas e ensino). Uma análise de clusters permitiu a identificação de três grupos de pais...

Conhecimentos emergentes de literacia em crianças de idade pré-escolar

Pais, Telma Rosário Vital Pais
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
38.083267%
Alguns trabalhos na área da literacia emergente têm vindo a evidenciar que as crianças que apresentam conhecimentos precoces acerca da funcionalidade e das conceptualizações da linguagem escrita, decorrentes do contacto com a linguagem escrita em diversas actividades informais, são influenciadas de forma positiva no processo de aprendizagem da leitura e da escrita. Neste sentido, procuraram caracterizar-se os conhecimentos emergentes de literacia, ao nível da funcionalidade e conceptualizações da linguagem escrita, em crianças de 3, 4 e 5 anos, e a forma como estes se relacionam entre si. Procurou-se ainda estudar se a variável idade influencia o conhecimento que as crianças têm acerca de histórias infantis e possíveis associações entre essa prática informal e conhecimentos emergentes de literacia. Assim, verificou-se que, no grupo em estudo, as crianças mais velhas foram aquelas que apresentaram mais conhecimentos sobre a funcionalidade e conceptualizações mais avançadas e que houve uma tendência para que as crianças com mais conhecimentos acerca de histórias infantis apresentassem mais conhecimentos emergentes de literacia.; ABSTRACT: Some essays on emergent literacy show that children presenting early competences on function and on conceptualizations of written language...

Nursery Rhymes: Contributos para o Desenvolvimento da Literacia e Aquisição de uma Segunda Língua (Inglês) na Educação Pré-Escolar

Ferreirinha, Sónia Cristina
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.143633%
Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Didática do Inglês; A introdução de uma segunda língua na educação pré-escolar é uma matéria que tem suscitado algum debate nos últimos anos entre a comunidade educativa e instituições europeias. Assumindo os benefícios defendidos por alguns investigadores nesta área, este trabalho de projecto tem como objectivo explorar os contributos e benefícios das tradicionais Nursery Rhymes anglo-saxónicas para o desenvolvimento da literacia e aquisição da segunda língua (Inglês) na educação pré-escolar, justificando, assim, o ensino da mesma nesta faixa etária e, indo ao encontro da ideia de que a introdução de uma segunda língua, especialmente através de Nursery Rhymes, beneficia a longo prazo alguns aspectos da língua, tais como pronúncia, ritmo e entoação. Algumas das Nursery Rhymes mais conhecidas foram introduzidas ao longo do ano letivo 2012/13, em contexto de sala de aula, numa turma de alunos de cinco anos, de uma escola portuguesa, seguindo a metodologia de Investigação-ação. As conclusões apresentadas corroboram e apoiam a integração de rimas e das tradicionais Nursery Rhymes anglo-saxónicas num eventual programa de Inglês...

Literacia Familiar – Crenças de pais de crianças em idade pré-escolar e características das práticas de literacia na família.

Pacheco, Patrícia; ESE Torres Novas UIPCDE; Mata, Lourdes; ISPA - Instituto Universitário UIPCDE
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.403945%
Na realização deste trabalho tivemos presentes dois grandes objectivos: compreender e caracterizar as crenças dos pais sobre o processo de aprendizagem da linguagem escrita e sobre o seu papel nesse processo; analisar as relações entre os vários tipos de crenças dos pais e também entre estas e as práticas e ambientes de literacia familiar. Para isso trabalhámos com 198 pais de crianças a frequentar o último ano do pré-escolar. Para a recolha de dados utilizámos um questionário que contemplava a caracterização de quatro componentes diferentes: (1) práticas de literacia familiar; (2) crenças sobre a aprendizagem da literacia; (3) crenças sobre o papel dos pais nesta aprendizagem; (4) ambientes de literacia. Os resultados permitiram-nos a identificar diferentes frequências de ocorrência consoante os tipos de actividades: as práticas de Ensino e Treino foram as referidas como mais regulares, seguidas das práticas de Entretenimento e, por último, as do Dia-a-dia. No que se refere às crenças, constatámos que os pais valorizavam bastante o seu papel em várias vertentes (leitura de histórias, práticas contextualizadas e ensino). Uma análise de clusters permitiu a identificação de três grupos de pais, com características distintas quer nas práticas de literacia quer nas suas crenças. Pudemos concluir sobre a não existência de uma associação linear entre crenças e práticas pois...

Análise da influência reciproca entre competências matemáticas e competências de literacia emergente na educação Pré-escolar

Santos, Vera Cristiana Carrasquinho Mira dos
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
38.318486%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para a obtenção do grau de mestre em Psicologia, ramo de Psicologia da Educação e Intervenção Comunitária; A literatura tem vindo a evidenciar a importância das competências de literacia emergente na aprendizagem da leitura e da escrita (Leal, Peixoto, Silva & Cadima, 2006). As competências de leitura e de matemática encontram-se relacionadas, por isso, crianças com dificuldades numa das áreas apresentam uma elevada probabilidade de indicar dificuldades na outra (Barberisi, Katusic, Colligan, Weaver & Jacobsen, 2005; Duncan et al., 2007). Esta influência entre ambas as competências surge ainda no período pré-escolar (Hooper, Roberts, Sideris, Burchinal & Zeisel, 2010). No presente estudo o objetivo principal é analisar a relação entre as competências matemáticas e as competências de literacia emergente em crianças na educação pré-escolar. Esta investigação encontra-se inserida em dois amplos projetos, designados “A Ler Vamos…” e “Matiga – Matemática Amiga”, que estão a ser implementados pela Câmara Municipal de Matosinhos, em colaboração com diferentes agrupamentos de escolas do concelho. Participam nestes projetos crianças em idade pré-escolar. Neste caso os participantes abrangem idades entre os 3 anos e 11 meses e os 4 anos e os 11 meses de idade. Deste modo...

Avaliação do impacto do programa "Falar, ler e escrever no jardim-de-infância" no desenvolvimento das competências de literacia emergente

Costa, Helena Isabel Araújo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.125684%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Escolar e da Educação); O conceito de literacia emergente surgiu nas últimas décadas introduzindo uma nova perspectiva sobre os factores preditores da aprendizagem da leitura e da escrita, implicando uma nova estruturação no ensino pré-escolar. Compreende que a criança desenvolve, desde muito cedo, um conjunto de competências que contribuem para a aquisição da leitura e da escrita. São destacados quatro aspectos fundamentais de literacia emergente que devem ser desenvolvidos: a linguagem oral, os conhecimentos acerca do impresso, a consciência fonológica e a motivação para a leitura. Assim, as actividades promovidas no jardim-de-infância devem ser organizadas de forma a fomentar estes conhecimentos e competências. O contacto com o livro, com diferentes suportes de material escrito e a exploração de histórias são algumas das actividades sugeridas pela investigação como facilitadoras. O programa “Falar, ler e escrever no jardim-de-infância” foi desenvolvido com os seguintes objectivos incrementar as competências relativas à organização do acto de leitura; desenvolver a linguagem oral; potenciar as conceptualizações sobre o código escrito; aprofundar as questões relacionadas com a consciência fonológica. Foi aplicado a todas as crianças de 5 anos de um agrupamento de escolas do concelho de Guimarães. Foi seleccionada uma amostra aleatória (n=26) com o objectivo de avaliar as trajectórias de mudança nas competências de literacia emergente do grupo de crianças; analisar em que medida os ganhos obtidos foram condicionados pelos desempenhos iniciais; analisar a estabilidade da mudança. Recorreu-se a um planeamento com medidas repetidas no tempo. Os resultados apontam para uma alteração significativa no desempenho das crianças ao longo do tempo...

Literacia empreendedora : impacto da implementação de um programa de empreendedorismo na escola

Lopes, Ana Rita Pereira Simões
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.083267%
A presente investigação tem como objetivo fundamental analisar e avaliar o impacto produzido pela implementação, junto de jovens do ensino secundário, de um programa de promoção de competências empreendedoras desenvolvido em contexto escolar – programa “Empreendedorismo e capacitação de jovens” –, nomeadamente no que concerne às dimensões de literacia empreendedora e da construção de significados acerca do empreendedorismo. No estudo participaram 346 jovens do ensino secundário, integrados em turmas do 10ºano, de ensino regular e profissional, de quatro escolas do Distrito do Porto. Foi utilizada uma metodologia quasi-experimental, com grupo experimental e grupo de controlo, avaliados antes e depois da implementação do programa. Os resultados revelam que a aplicação do programa tem efeitos muito significativos no nível de literacia empreendedora dos jovens, atuando o mesmo também ao nível da construção de significados do empreendedorismo mais elaborados e associados a caraterísticas pessoais e sociais. Destaca-se ainda a existência de diferenças significativas entre a literacia empreendedora dos jovens e a gestão de um negócio por parte dos pais, no pré-teste, e o género e a existência de conta bancária...

Aquisição de competências pré-literacia

Pereira, Rita Alexandra Guimarães
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.94551%
No presente trabalho pretendeu-se obter medidas de consistência interna, fidelidade inter-observador, fidelidade intra-observador, validade de construto e dados normativos da Prova de Avaliação de Competências Pré-Literacia (PACPL). Após a recolha dos dados normativos procedeu-se à compreensão da hierarquia de conhecimento do nome e som das letras, assim como os grafemas e fonemas mais difíceis e mais fáceis de nomear. De modo a analisar as características psicométricas da PACPL, recolheu-se os dados com 216 crianças com idades compreendias entre os 5 anos e os 6 anos e 12 meses. Através do cálculo do Alpha de Cronbach procedeu-se à análise da consistência interna, que relevou um valor de 0.982, que é considerado como muito bom. A concordância e a percentagem de acordo inter-observador e intra-observador foram calculadas com base na versão áudio da aplicação da prova de 22 crianças (aproximadamente 20% da amostra), selecionadas aleatoriamente. A percentagem de acordo inter-avaliador foi de 96,18% e o valor do Kappa de Cohen’s (k) foi de 0.92. No que diz respeito à percentagem de acordo intra-observador, esta foi de 95,6% e o k foi de 0.91. Estes valores de fidelidade remetem para um forte acordo. A validade de construto da PACPL foi suportada pelos resultados obtidos nos dados normativos...

Desenvolvimento de competências de literacia de leitura e de escrita em creche e pré-escolar

Casimiro, Ana Rita Gonçalves
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
38.280007%
O presente relatório foi proposto no Mestrado em Educação Pré-Escolar e trata-se de uma investigação realizada nos dois contextos onde realizei os estágios, em creche e em pré-escolar. O estágio em creche foi realizado numa sala com crianças de idades compreendidas entre os dois e os três anos de idade. Relativamente ao estágio em pré-escolar, este foi desenvolvido numa sala com crianças de idades compreendidas entre os quatro e os seis anos de idade. A metodologia selecionada para a realização desta investigação foi a Investigação-Ação, através da qual foi minha intenção analisar uma situação problema relevante e orientar a minha intervenção no sentido de potencializar, neste caso, as competências de literacia de leitura e de escrita. Ao longo da investigação, a minha intenção foi perceber, de que forma poderiam ser desenvolvidas competências de literacia de leitura e de escrita em contexto de creche e de pré-escolar. A minha intencionalidade fundamental foi a implementação de intervenções, de forma a potencializar as competências de literacia de leitura e de escrita. O presente projeto apresenta todas as etapas da investigação realizada, incluindo as intervenções implementadas por mim de forma a colmatar a situação problema.; The present report is the final text presented to obtain the master's degree in Preschool Education. The research was performed in two different educational schools where I have been for a period of approximately three months...

Da literacia emergente à emergência da escrita no jardim de infância

Lourenço, Sandra Isabel Milhinhos
Fonte: Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.178481%
O presente relatório enquadra-se no âmbito do mestrado em Educação Pré-Escolar e mais concretamente na unidade curricular da Prática e Intervenção Supervisionada, que se realizou numa instituição pública de educação pré-escolar, e que tem como tema Da Literacia emergente à emergência da escrita no jardim de infância. Ao longo da nossa prática pedagógica, tivemos sempre em conta as diferentes áreas de conteúdo e os vários domínios contemplados nas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar e a sua articulação. Contudo, a ação retratada no presente relatório incide mais especificamente sobre o domínio da Linguagem Oral e Abordagem à Escrita. Tendo como base a pedagogia participativa da infância, tentámos desenvolver experiências de aprendizagem estimulantes e significativas em que a criança foi vista como um ser ativo e participativo nas suas aprendizagens dando grande relevância às conceções precoces de cada criança relativamente à linguagem escrita, envolvendo-as em ambientes promotores de literacia emergente. Recorremos, para esta investigação, à metodologia de investigação-ação, desenvolvendo uma atitude de pesquisa, experimentação/ação, análise e reflexão...

Os contributos da literacia para a educação pré-escolar e ensino do 1.º ciclo do ensino básico

Ventura, Cláudia Sofia da Costa
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 29/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
38.417314%
Mestrado (PES II), Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, 29 de Junho de 2015, Universidade dos Açores.; [...]. Este documento tem por base a temática da Literacia, em estreita relação com uma das fundamentais competências transversais ao currículo, a leitura. A relevância que a Literacia e o ato de ler assumem, na aprendizagem ao longo da vida, incita à promoção do gosto pela leitura. Esta promoção deve ser um princípio que qualquer profissional de ensino deve adotar. A literatura da especialidade demonstra que é imprescindível e essencial desenvolver comunidades leitoras vitalícias que gostem de ler (Castanho, 2002). Este é um processo complexo e moroso que exige motivação, esforço e prática, tanto para quem aprende, como para quem ensina. Considerando a importância desta temática, propusemo-nos desenvolver um trabalho de natureza investigativa, através da qual procuramos dar resposta aos seguintes objetivos: Descrever e refletir sobre as práticas de literacia, desenvolvidas em contexto de estágio na Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º CEB; Contribuir para o desenvolvimento do gosto, prazer e motivação pela aprendizagem da linguagem escrita na Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º CEB; Conhecer as conceções dos educadores de infância e dos professores do 1.º CEB sobre o conceito de literacia; Relatar as conceções dos educadores de infância e dos professores do 1.º CEB sobre a literacia presente nos documentos norteadores do ensino; e Conhecer as práticas de literacia dos educadores de infância e dos professores do 1.º CEB. [...].; ABSTRACT: [...]. This document is based on the theme of Literacy...

A abordagem da leitura e da escrita na educação pré-escolar em contexto de supervisão em Angra do Heroísmo

Moniz, Maria Margarida Teves
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 07/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
38.20483%
Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica (Especialidade em Educação de Infância); A aprendizagem da leitura e da escrita é um processo contínuo, cujo sucesso é determinado em larga escala pela acção intencional dos educadores. Estes profissionais devem encorajar a emergência dos comportamentos leitores, organizando ambientes educativos onde a literacia tenha um papel relevante. O contexto e as práticas pedagógicas da sala de aula determinam fortemente a relação que as crianças estabelecem com as palavras impressas e com as actividades de leitura e escrita. No presente estudo, procurámos (1) conhecer o perfil dos Educadores Cooperantes e dos Estagiários relativamente às suas habilitações académicas e à formação recebida sobre leitura e escrita; (2) conhecer as concepções do Educador Cooperante e do Estagiário sobre a abordagem da leitura e escrita no pré-escolar; (3) caracterizar o papel do Educador Cooperante em contexto supervisivo, nomeadamente como orientador de estágio e como promotor da leitura e da escrita; (4) conhecer as actividades de leitura e escrita que os Estagiários promovem na sua prática pedagógica; e (5) averiguar a organização dos espaços, materiais e equipamentos utilizados pelos Estagiários nas actividades de leitura e escrita...

Literacia familiar: Caracterização de práticas de literacia em famílias com crianças em idade pré-escolar e estudo das suas relações com as realizações das crianças

Mata, Maria de Lourdes Estorninho Neves
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2002 Português
Relevância na Pesquisa
38.592603%
Tese de Doutoramento apresentada ao Instituto de Estudos da Criança, Universidade do Minho; Na última década, os trabalhos enquadrados dentro da perspectiva da literacia emergente, têm realçado uma dinâmica sócio-construtivista no processo de descoberta e apreensão da linguagem escrita. Assim, tem-se procurado estudar e caracterizar não só o papel da criança ao longo deste processo, mas também o papel de todos os que com ela contactam, no seu dia-a-dia, em ambientes formais, e também em ambientes informais. É neste sentido que surge este trabalho, ao debruçar-se sobre as práticas de literacia em ambiente familiar. Tivemos assim como elemento principal de estudo, a família, procurando caracterizar percepções e práticas de literacia, ao nível da sua diversidade e regularidade. Procurámos também identificar algumas associações entre as características da literacia familiar e as motivações e realizações de crianças de idade pré-escolar, oriundas dessas famílias. Trabalhámos com 421 pais, de estatuto sócio-cultural médio, médio-alto, com um filho (a) a frequentar o último ano do pré-escolar e por um grupo de 351 destas crianças cujos pais colaboraram no estudo. Com os pais utilizámos um questionário com três dimensões distintas. Uma primeira específica sobre a literacia familiar...

Literacia Familiar: Crenças de pais de crianças em idade pré-escolar e características das práticas de literacia na família

Pacheco,Patrícia; Mata,Lourdes
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.403945%
Na realização deste trabalho tivemos presentes dois grandes objectivos: compreender e caracterizar as crenças dos pais sobre o processo de aprendizagem da linguagem escrita e sobre o seu papel nesse processo; analisar as relações entre os vários tipos de crenças dos pais e também entre estas e as práticas e ambientes de literacia familiar. Para isso trabalhámos com 198 pais de crianças a frequentar o último ano do pré-escolar. Para a recolha de dados utilizámos um questionário que contemplava a caracterização de quatro componentes diferentes: (1) práticas de literacia familiar; (2) crenças sobre a aprendizagem da literacia; (3) crenças sobre o papel dos pais nesta aprendizagem; (4) ambientes de literacia. Os resultados permitiram-nos a identificar diferentes frequências de ocorrência consoante os tipos de actividades: as práticas de Ensino e Treino foram as referidas como mais regulares, seguidas das práticas de Entretenimento e, por último, as do Dia-a-dia. No que se refere às crenças, constatámos que os pais valorizavam bastante o seu papel em várias vertentes (leitura de histórias, práticas contextualizadas e ensino). Uma análise de clusters permitiu a identificação de três grupos de pais, com características distintas quer nas práticas de literacia quer nas suas crenças. Pudemos concluir sobre a não existência de uma associação linear entre crenças e práticas pois...