Página 1 dos resultados de 470 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

O processo de reestruturação da siderurgia mundial e brasileira: o caso da Companhia Siderúrgica Nacional; The process of restructuring of the Worldwide and Brazilian ironworks industry: the case of National Ironworks Company

Poso, Antonio Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
Esta pesquisa analisa o processo de reestruturação do setor siderúrgico mundial e brasileiro após os anos da década de 1990, o mesmo está representado pela internacionalização das empresas do setor, com a formação de grupos multinacionais, via fusões e aquisições, sendo impulsionado pelo processo intenso de privatizações, além da nova divisão internacional do trabalho com o crescimento da produção de aço dos países subdesenvolvidos, principalmente os asiáticos. Nesse sentido, buscamos analisar o comportamento da siderurgia nacional e, especialmente o da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) nessa nova conjuntura mundial, assim como, as suas conseqüências para a sócio-espacial brasileira. Podendo-se observar dois cenários possíveis: A desnacionalização dos ativos internos do setor siderúrgico nacional ou a inserção ativa do país nesse processo mundial de reestruturação.; This research analyzes the process of restructuring of the Worldwide and Brazilian Worldwide and Brazilian industry sector after 90's, the same has been represented by the internationalization of companies in the sector, with the formation of multinational groups, via mergers and acquisitions, which have been pushed by the intense process of privatization...

A siderurgia brasileira e mundial: o desenvolvimento desigual recente; Brazilian and global steel industry : the uneven and combined development

Poso, Antonio Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
Essa pesquisa visa verificar o papel da siderurgia brasileira na atual divisão internacional do trabalho. Para tal, buscamos compreender a configuração atual do setor siderúrgico após a reestruturação ocorrida durante as décadas de 1990 e 2000, marcada por privatizações, concentração do capital e deslocamento geográfico da produção global. Investigamos ainda o circuito espacial da siderurgia brasileira, desde a extração de matérias primas ao produto final. Nesse sentido, examinamos a inserção internacional das empresas nacionais nessa nova conjuntura, assim como suas consequências para a formação socioespacial brasileira. Podendo-se visualizar dois cenários possíveis: a internacionalização das empresas brasileiras revelando uma inserção ativa na divisão internacional do trabalho ou a desnacionalização dos circuitos espaciais brasileiros revelando uma inserção passiva.; This research aims to determine the role of the Brazilian steel industry in the current international division of labor. For that purpose, we seek to understand the current configuration of the steel sector after the reestructuring ocurred in the decades of 1990 and 2000, marked by privatization, concentration of capital and geographic relocation of the global production. Also...

Resposta de mudas de goiabeira à aplicação de escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo

Prado, Renato de Mello; Corrêa, Márcio Cleber de Medeiros; Cintra, Antônio Carlos Oliveira; Natale, William
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 160-163
Português
Relevância na Pesquisa
27.555825%
A escória de siderurgia pode constituir-se em uma fonte alternativa de Ca e Mg, bem como corretivo de acidez do solo, melhorando o estado nutricional de mudas de goiabeira, podendo contribuir para o sucesso da implantação de um pomar. O presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da escória de siderurgia nas alterações dos atributos químicos do solo, na nutrição das plantas e no crescimento de mudas de goiabeira. Para tanto, instalou-se um experimento em Taquaritinga-SP, em condições de vasos, com doses crescentes de escória de siderurgia: zero; metade; uma vez; uma vez e meia; duas vezes e duas vezes e meia a dose para elevar a saturação por bases para 70%. Após 90 dias da incubação da escória no solo, procedeu-se o plantio das mudas de goiabeira (cv. Paluma), propagadas vegetativamente por estaquia, em substrato de um Argissolo Vermelho-Amarelo ácido (vaso com 2,8 dm³), cultivando-as por 105 dias. A aplicação de escória de siderurgia elevou os valores de pH, SB, V%, e as concentrações de Ca, Mg e P, diminuindo H+Al do solo. Nas mudas de goiabeira, houve aumento significativo na altura, no número de folhas, na área foliar, nas concentrações de Ca, Mg e P da parte aérea e das raízes das plantas e, conseqüentemente...

Efeito residual da escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo na soqueira de cana-de-açúcar

Prado, R. M.; Fernandes, Francisco Maximino; Natale, W.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 287-296
Português
Relevância na Pesquisa
27.618164%
A escória de siderurgia, como material corretivo e efeito residual prolongado, pode beneficiar culturas de ciclo longo, a exemplo da cana-de-açúcar, minimizando a queda de produção ao longo do ciclo produtivo. Este trabalho objetivou avaliar diferentes níveis de saturação por bases, utilizando, como corretivo do solo, a escória de siderurgia, comparando-a com calcário calcítico, nas alterações de alguns atributos químicos do solo, bem como na resposta da soqueira da cana-de-açúcar. Para isto, realizou-se um experimento com a variedade SP 80-1842, durante o terceiro e o quarto corte, nos anos agrícolas 2000/01 e 2001/02. Os tratamentos, dispostos em blocos casualizados, em esquema fatorial com quatro repetições, constaram de duas fontes de corretivos, calcário calcítico e escória de siderurgia, e quatro níveis de correção, estimados pelo método da saturação por bases (V %): testemunha (sem correção) e com correção para V % de 50; 75 e 100, tendo sido tais corretivos aplicados na época do plantio da cana-de-açúcar. O calcário calcítico e a escória de siderurgia promoveram efeito residual benéfico, após 48 meses da aplicação, na correção da acidez do solo e na elevação do valor da saturação por bases; a maior dose de calcário causou efeito depressivo no perfilhamento...

Avaliação agronômica da escória de siderurgia na cana-de-açúcar durante cinco ciclos de produção

Brassioli, Fabiano Barbiere; Prado, Renato de Mello; Fernandes, Francisco Maximino
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 381-387
Português
Relevância na Pesquisa
27.555825%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); A escória de siderurgia, como material corretivo de acidez com reação mais lenta que o calcário, poderá beneficiar culturas de ciclo longo como a cana-de-açúcar. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a resposta da cultura da cana-de-açúcar durante cinco ciclos de produção, decorrente da aplicação da escória de siderurgia. O trabalho foi realizado no município de Ituverava (SP), em Latossolo Vermelho-Amarelo (V=26%). Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições. Os fatores constituíram-se de dois materiais corretivos (escória de siderurgia e calcário calcítico) e quatro doses: 0; 1,23, 2,52 e 3,8 t ha-1 equivalente a CaCO3. Avaliou-se ao longo de cinco ciclos de cultivo, a produção de colmos (safras 1998/1999 até 2002/2003); nos quatro primeiros ciclos realizou-se a amostragem do solo (camada de 0-20 cm de profundidade) e determinou-se a saturação por bases. A escória de siderurgia e o calcário calcítico foram semelhantes na correção da acidez do solo, ao longo dos ciclos de cultivo da cana-de-açúcar. A maior produção acumulada de colmos está associada à saturação por bases no solo próxima a 60% e 70% para uso do calcário e da escória de siderurgia...

A escória de siderurgia como material corretivo e a interação com a adubação nitrogenada em cana-de-açúcar

Bastos, Joani Cristina Hungaro Aires da Gama
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 58 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV; Dentre os elementos não essenciais absorvidos pela planta de cana-deaçúcar, o silício é um dos que pode aumentar o rendimento da cana-de-açúcar, sobretudo em condições de altas doses de nitrogênio. Entretanto, considerando o elevado grau de intemperização em que se encontram os solos tropicais, os teores de silício disponíveis nestes solos são baixos. Nesse contexto o objetivo deste trabalho foi avaliar, em cana-de-açúcar sob condição de casa de vegetação, a escória de siderurgia como corretivo da acidez do solo e como fonte de silício e a sua interação com a adubação nitrogenada na produção de matéria seca, no teor de N e nos teores de silício no solo. Os tratamentos foram constituídos por duas fontes de corretivos (calcário e escória de siderurgia) em três doses (a metade, uma vez e duas vezes a dose recomendada), duas doses de N (uma vez e duas vezes a dose indicada), um tratamento controle (sem corretivo e sem nitrogênio). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com esquema fatorial 2x3x2 +1, com quatro repetições. A matéria seca, a altura de plantas e o ângulo foliar não foram influenciados pelas doses de N. Houve interação C X N...

Escória de siderurgia na cultura da cana-planta: efeitos no solo, na nutrição e na produtividade

Avalhães, Cíntia Carla
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iii, 98 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
27.555825%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV; Pesquisas têm sido desenvolvidas com intuito de se constatar os benefícios da aplicação da escória de siderurgia em cana-de-açúcar. Em vista disso, com o presente trabalho, buscou-se avaliar o potencial agrícola da escória de siderurgia como corretivo da acidez do solo e fonte de silício, em sistema de colheita sem despalha a fogo, por meio de análises químicas do solo, das plantas e de variáveis biológicas de desenvolvimento, qualidade e produção da cana-de-açúcar, em um Latossolo Vermelho distrófico. O trabalho foi conduzido na Fazenda Experimental da FCAV/UNESP – Campus de Jaboticabal. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 2x4, sendo que os tratamentos foram constituídos por duas fontes de material corretivo (calcário e escória de siderurgia), quatro doses (zero; metade; uma vez; duas vezes a dose recomendada para elevar o V% a 60), totalizando 32 parcelas. O estado nutricional das plantas foi determinado por meio de amostragens das folhas +1 e +3 aos 4 e aos 9 meses. No solo...

Energia renovavel na siderurgia : analise socio-economica e ambiental da produção de carvão vegetal para os altos fornos de Minas Gerais (no inicio da decada de 1990)

Josemar Xavier de Medeiros
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/1995 Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
Este trabalho analisa a questão da energia na siderurgia. Em particular, faz uma análise das principais questões de natureza sócio-econômica e ambiental envolvidas com o sistema de produção e utilização do carvão vegetal. Ao longo do trabalho procurou-se exercitar a análise não apenas técnica, mas também econômica, social e ambiental relacionada com o suprimento de carvão vegetal ao setor siderúrgico. Apesar do setor siderúrgico ser o maior consumidor desse combustível, entretanto não deve ser colocado como o principal responsável pelo desmatamento das florestas nativas. De igual modo procurou-se estabelecer a compreensão de que a dinâmica dos problemas envolvidos com o sistema de suprimento de uma fonte de energia - neste caso, o carvão vegeta 1, envolve causas e efeitos, localizados nas diversas esferas das atividades humanas: a da organização social, a dos modos de produção; e a das relações ambientais. Por fim, analisa as implicações da atual legislação ambiental relacionada com a atividade de carvoejamento e procura investigar quais as principais estratégias adotadas pelos grandes consumidores de carvão vegeta 1 para um cenário muito próximo de redução na oferta dessa forma de energia "renovável"; This study analyses the question of the energy and siderurgy. Particularly is focussed the mains social...

Reestruturação industrial e siderurgia : uma analise do setor siderurgico brasileiro : o caso da CST

Angela Maria Morandi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/1996 Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
o objetivo desta pesquisa é analisar os determinantes da decisão de investimento da Companhia Siderúrgica de Tubarão - CST -, produtora de placas, a forma particular de sua inserção na indústria siderúrgica e o seu desempenho produtivo. Para isso foram elaborados dois capítulos precedentes. O primeiro trata das transformações recentes verificadas na siderurgia em nível mundial, destacando-se sua reestrutu ração produtiva e tecnológica, bem como as principais tendências mercadológicas e tecnológicas. No segundo se recuperam os principais momentos do desenvolvimento da siderurgia brasileira, enfocando-se a atuação estatal no segmento de aços planos e a posterior privatização completa do parque siderúrgico nacional. Finalmente, o terceiro capítulo trata particularmente dó caso da CST, destacando as estratégias de vendas, de custos e de crescimento e comparando-se os dois períodos pré e pós-privatização; Not informed

Caracterização das escórias do forno de arco eléctrico da Siderurgia Nacional da Maia

Marinho, Eduardo Miguel de Gil
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Relatório Formato: 49f., 30 cm; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.359224%
Estágio realizado na Siderurgia Nacional da Maia; Relatório do Estágio Curricular da LEMM 1999/2000

O varão de aço anti-sísmico produzido na Siderurgia da Maia

Guedes, Isabel Rute Barbosa de Castro Figueiredo
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Relatório Formato: pag. var., 30 cm; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
Estágio realizado na Siderurgia da Maia; Relatório do Estágio Curricular da LEMM 2000/2001

Siderurgia Nacional : empresa e projecto industrial durante o ciclo de vida do alto forno do Seixal (1961-2001)

Guimarães, Paulo Eduardo
Fonte: Dom Quixote Publicador: Dom Quixote
Tipo: Parte de Livro
Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
Este texto, baseado fundamentalmente em investigação no arquivo e centro de documentação da empresa em Paio Pires, traça as linhas de força da evolução do projecto siderúrgico levado a cabo pela empresa Siderurgia Nacional desde a sua fase de arranque até à privatização e reestruturação do sector como consequência da integração europeia e da alteração do quadro económico e tecnológico.

Avaliação agronômica da escória de siderurgia na cana-de-açúcar durante cinco ciclos de produção

Brassioli,Fabiano Barbiere; Prado,Renato de Mello; Fernandes,Francisco Maximino
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.555825%
A escória de siderurgia, como material corretivo de acidez com reação mais lenta que o calcário, poderá beneficiar culturas de ciclo longo como a cana-de-açúcar. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a resposta da cultura da cana-de-açúcar durante cinco ciclos de produção, decorrente da aplicação da escória de siderurgia. O trabalho foi realizado no município de Ituverava (SP), em Latossolo Vermelho-Amarelo (V=26%). Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições. Os fatores constituíram-se de dois materiais corretivos (escória de siderurgia e calcário calcítico) e quatro doses: 0; 1,23, 2,52 e 3,8 t ha-1 equivalente a CaCO3. Avaliou-se ao longo de cinco ciclos de cultivo, a produção de colmos (safras 1998/1999 até 2002/2003); nos quatro primeiros ciclos realizou-se a amostragem do solo (camada de 0-20 cm de profundidade) e determinou-se a saturação por bases. A escória de siderurgia e o calcário calcítico foram semelhantes na correção da acidez do solo, ao longo dos ciclos de cultivo da cana-de-açúcar. A maior produção acumulada de colmos está associada à saturação por bases no solo próxima a 60% e 70% para uso do calcário e da escória de siderurgia...

Efeito residual da escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo na soqueira de cana-de-açúcar

Prado,R. M.; Fernandes,F. M.; Natale,W.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.618164%
A escória de siderurgia, como material corretivo e efeito residual prolongado, pode beneficiar culturas de ciclo longo, a exemplo da cana-de-açúcar, minimizando a queda de produção ao longo do ciclo produtivo. Este trabalho objetivou avaliar diferentes níveis de saturação por bases, utilizando, como corretivo do solo, a escória de siderurgia, comparando-a com calcário calcítico, nas alterações de alguns atributos químicos do solo, bem como na resposta da soqueira da cana-de-açúcar. Para isto, realizou-se um experimento com a variedade SP 80-1842, durante o terceiro e o quarto corte, nos anos agrícolas 2000/01 e 2001/02. Os tratamentos, dispostos em blocos casualizados, em esquema fatorial com quatro repetições, constaram de duas fontes de corretivos, calcário calcítico e escória de siderurgia, e quatro níveis de correção, estimados pelo método da saturação por bases (V %): testemunha (sem correção) e com correção para V % de 50; 75 e 100, tendo sido tais corretivos aplicados na época do plantio da cana-de-açúcar. O calcário calcítico e a escória de siderurgia promoveram efeito residual benéfico, após 48 meses da aplicação, na correção da acidez do solo e na elevação do valor da saturação por bases; a maior dose de calcário causou efeito depressivo no perfilhamento...

Resposta de mudas de goiabeira à aplicação de escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo

Prado,Renato de Mello; Corrêa,Márcio Cleber de Medeiros; Cintra,Antônio Carlos Oliveira; Natale,William
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.555825%
A escória de siderurgia pode constituir-se em uma fonte alternativa de Ca e Mg, bem como corretivo de acidez do solo, melhorando o estado nutricional de mudas de goiabeira, podendo contribuir para o sucesso da implantação de um pomar. O presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da escória de siderurgia nas alterações dos atributos químicos do solo, na nutrição das plantas e no crescimento de mudas de goiabeira. Para tanto, instalou-se um experimento em Taquaritinga-SP, em condições de vasos, com doses crescentes de escória de siderurgia: zero; metade; uma vez; uma vez e meia; duas vezes e duas vezes e meia a dose para elevar a saturação por bases para 70%. Após 90 dias da incubação da escória no solo, procedeu-se o plantio das mudas de goiabeira (cv. Paluma), propagadas vegetativamente por estaquia, em substrato de um Argissolo Vermelho-Amarelo ácido (vaso com 2,8 dm³), cultivando-as por 105 dias. A aplicação de escória de siderurgia elevou os valores de pH, SB, V%, e as concentrações de Ca, Mg e P, diminuindo H+Al do solo. Nas mudas de goiabeira, houve aumento significativo na altura, no número de folhas, na área foliar, nas concentrações de Ca, Mg e P da parte aérea e das raízes das plantas e, conseqüentemente...

A interação universidade-empresa na siderurgia de Minas Gerais

Santos,Ulisses Pereira dos; Diniz,Clélio Campolina
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
Verifica-se em Minas Gerais a presença de um aparato de apoio à inovação regionalmente identificado e alinhado a uma das principais atividades econômicas locais, a siderurgia. Esse sistema regional de inovação foi constituído a partir do século XIX, sendo caracterizado pelo intenso fluxo de informações entre as instituições de ensino e pesquisa, principalmente o Departamento de Metalurgia da UFMG e o setor produtivo. Observou-se que a parceria entre a universidade e o setor produtivo na qualificação profissional e na busca por soluções para a melhoria de processos e produtos representa a materialização desse fluxo informacional, historicamente constituído, viabilizando a inovação tecnológica na siderurgia mineira.

Siderurgia e carvoejamento na Amaz?nia: drenagem energ?tico-material e pauperiza??o regional

MONTEIRO, Maur?lio de Abreu
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
O trabalho analisa a implanta??o, no ?ltimo quartel do s?culo XX, na Amaz?nia oriental brasileira, de ind?stria voltada ? produ??o de ferro-gusa destinado ao mercado internacional de insumos sider?rgicos. Demonstra que, nos anos 1980, o discurso estatal anunciou as plantas industriais deste segmento como elemento estrat?gico de moderniza??o econ?mica da regi?o. Tal postura justificou a concess?o de benef?cios fiscais, credit?cios e de infraestrutura a 22 empresas de siderurgia e metalurgia. No ?mbito da dimens?o ambiental, o estudo demonstra que a produ??o de ferro-gusa recorre a processos marcados por baixa efici?ncia energ?tica e que deles resultou o acesso, sem prud?ncia ecol?gica, a estoque de biomassa da floresta amaz?nica, com amplia??o da press?o antr?pica sobre ela. O estudo evidencia que o plantio de grandes ?reas de floresta para produzir carv?o vegetal n?o se concretizou, manteve-se t?o-somente como ret?rica desprovida de base realista. Quanto ? dimens?o econ?mica, o estudo indica que as limita??es de a ind?stria de ferro-gusa impulsionar processos de moderniza??o vinculam-se, dentre outros aspectos, ao fato de ela ter na demanda de carv?o vegetal o principal elo de articula??o com a sociedade e com a economia da regi?o. Tal demanda ? suprida por centenas de fornecedores e...

Contribuição para a história da Siderurgia Nacional

Guimarães, Paulo Eduardo
Fonte: História Publicador: História
Tipo: Parte de Livro
Português
Relevância na Pesquisa
37.190708%
Este texto traça a evolução da empresa Siderurgia Nacional, descrevendo as vicissitudes do projecto industrial desde finais dos anos '50 do século XX até ao fim do ciclo do Alto Forno de Paio Pires. O texto mostra como as relações com o Estado e, em particular, as opções governamentais foram determinantes nessa evolução, marcada pela abertura aos mercados europeus e mundiais, privatização e reestruturação dos processos técnicos.

Desempenho exportador, regulamentação internacional e privatização: o caso da siderurgia brasileira; Texto para Discussão (TD) 287: Desempenho exportador, regulamentação internacional e privatização: o caso da siderurgia brasileira; Export performance, international regulation and privatization: the case of Brazilian steel industry

Mesquita, Mário M. C.; Naidim, Leane C.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
Analisa o desempenho exportador da siderurgia brasileira diante de dois eventos recentes de grande importância, a privatização, no campo doméstico, e o fim do regime de restrições "voluntárias" às exportações (Voluntary Restraint Agreements - VRA). Apresenta também as principais características do setor siderúrgico brasileiro relevantes para a análise proposta e analisa o comércio exterior siderúrgico brasileiro e seu desempenho recente e a competitividade das exportações siderúrgicas brasileiras. Ao final, avalia as perspectivas comerciais do setor, no contexto do corrente processo de privatização.; 51 p. : il.

A interação universidade-empresa na siderurgia de Minas Gerais

Santos, Ulisses Pereira dos; Cedeplar - UFMG; Diniz, Clélio Campolina
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.359224%
Verifica-se em Minas Gerais a presença de um aparato de apoio à inovação regionalmente identificado e alinhado a uma das principais atividades econômicas locais, a siderurgia. Esse sistema regional de inovação foi constituído a partir do século XIX, sendo caracterizado pelo intenso fluxo de informações entre as instituições de ensino e pesquisa, principalmente o Departamento de Metalurgia da UFMG e o setor produtivo. Observou-se que a parceria entre a universidade e o setor produtivo na qualificação profissional e na busca por soluções para a melhoria de processos e produtos representa a materialização desse fluxo informacional, historicamente constituído, viabilizando a inovação tecnológica na siderurgia mineira.