Página 1 dos resultados de 1948 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Valor energético total e contribuição percentual de calorias por macronutrientes da alimentação de idosos domiciliados em Fortaleza - CE; Total energy value and percentage contribuition of calories from macronutrients in the diet of elderly individuals from Fortaleza, state of Ceará, Brazil

Menezes, Tarciana Nobre de; Marucci, Maria de Fatima Nunes
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
OBJETIVO: Descrever o valor energético total e contribuição percentual de calorias por macronutrientes da alimentação de idosos domiciliados em Fortaleza/CE. MÉTODOS: Este estudo é populacional, transversal e domiciliar. Participaram deste estudo 458 idosos (66,6% mulheres). As variáveis avaliadas foram: valor energético total (VET) da alimentação e contribuição percentual de calorias por proteínas, carboidratos e lipídios. Os resultados são apresentados sob a forma de médias, desvios-padrão e distribuição percentilar (P5, P10, P25, P50, P75, P90, P95). Os testes t-Student e análise de variância (ANOVA de uma via) com o teste Post Hoc LSD foram utilizados para verificar a diferença estatística das médias entre dois grupos e entre três grupos ou mais, respectivamente. RESULTADOS: Ao comparar os valores médios do VET entre as categorias das variáveis socioeconômico-demográficas foi encontrada diferença estatisticamente significativa entre as mulheres para cor, anos de estudo e nível socioeconômico. Entre os homens foram encontradas diferenças para anos de estudo e nível socioeconômico. O valor energético médio da alimentação dos homens foi significativamente superior ao das mulheres. Entre as mulheres o valor médio foi 1.236...

Crescimento, acúmulo de macronutrientes e produção de chicória em função do período de proteção com polipropileno

Feltrim, Anderson Luiz
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 63 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; O experimento foi realizado na UNESP - Campus de Jaboticabal, SP, com o objetivo de avaliar diferentes períodos de cobertura de plantas de chicória com tecido de polipropileno (TP), branco, de 20 g m-2 sobre o crescimento, acúmulo de macronutrientes e produção de chicória crespa. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 2x4, com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de duas cultivares de chicória (Chicória Crespa e AF-218) e sistemas de cultivo, os quais distinguiram-se quanto a cobertura ou não com polipropileno e o tempo de permanência da cobertura, ou seja: 1- não cobertura da chicória com polipropileno; 2- 15 dias após o transplantio (DAT) coberto, 3- 30 DAT coberto e 4- 42 DAT coberto, o que correspondeu a todo o período de crescimento da chicória no campo. Para a avaliação do crescimento e acúmulo de macronutrientes, o delineamento experimental adotado foi o de parcelas subdivididas, com 4 repetições. Na parcela, os quatro tratamentos constituíram-se duas cultivares e dois sistemas de cultivo (com e sem polipropileno) e na subparcela a idade da planta (7...

Efeitos da adubação NPK nos teores de macronutrientes das folhas de cana-de-açúcar (cana-soca)

Espironelo,Ademar; Gallo,José Romano; Lavorenti,Arquimedes; Igue,Toshio; Hiroce,Ruter
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1986 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
Foram utilizados oito ensaios de adubação NPK, em cana-soca do cultivar CB41-76, conduzidos em diversos solos do Estado de São Paulo, sendo quatro em Latossolo Roxo, um em Latossolo Vermelho-Amarelo textura argilosa, um em Latossolo Vermelho-Amarelo textura média, um em solos Podzolizados de Lins e Marília variação Manilha e outro em variação Lins. Aos quatro meses de idade da cana-soca, amostras de folhas + 3 foram coletadas para fins de análise de macronutrientes. As variações dos teores de macronutrientes foram mais acentuadas entre localidades do que entre doses dos respectivos adubos. Correlações positivas e significativas foram obtidas somente entre os teores de potássio nas folhas e as produções de cana. Devido às variações acentuadas dos teores de macronutrientes nas folhas de cana-soca em relação a diferentes localidades, as seguintes faixas de teores de nutrientes poderão ser, provisoriamente, consideradas como adequadas: N - 1,53 a 2,22%; P-0,14 a 0,20%; K - 1,24 a 1,59%; Ca-0,38 a 0,71%; Mg - 0,11 a 0,20% e S-0,11 a 0,31%.

Acúmulo de macronutrientes pela bananeira cv. prata em diferentes estádios de desenvolvimento

Gomes,J.A.; Haag,H.P.; Nóbrega,A.C.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1989 Português
Relevância na Pesquisa
37.339548%
Visando estabelecer a marcha de absorção, quantidade exportada e reciclada de nitrogênio, fósforo, potássio e cálcio na bananeira cultivar Prata, instalou-se um ensaio no Estado do Espírito Santo, em janeiro de 1980, em terreno com declividade média de 40% e solo cambissólico distrófico. Sorteou-se três plantas matrizes do plantio até 465 dias após (colheita),sendo bimensal até 300 dias e mensal até o final, totalizando doze estádios de desenvolvimento, e três plantas rebento, mensalmente, da emissão até 300 dias após, atingindo nove estádios. Cada bananeira foi dividida em folha, pecíolo, pseudocaule, rizoma, engaço, botão floral e fruto para se analisar os macronutrientes. A partir dos dados coletados ajustou-se um programa de regressão e obteve-se as curvas de absorção de macronutrientes, cujos resultados permitiram concluir que, as plantas matriz e rebento: necessitam de expressivas quantidades de macronutrientes para desenvolver e produzir; apresentam uma absorção de macronutrientes que acompanha a matéria seca acumulada pelos órgãos, exceto para o potássio no período; absorvem mais de setenta e cinco por cento de nitrogênio, fósforo e potássio após o estádio de 180 dias e acima de setenta por cento do cálcio e magnésio...

Exportação de macronutrientes pela castanha e pseudofruto de dois clones de cajueiro anão-precoce

Fragoso,H. A.; Bezerra,F. C.; Melo,F. I. O.; Hernadez,F. F. F.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1999 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
Foi avaliada a exportação de macronutrientes pela castanha e pelo pseudofruto de plantas de dois clones de cajueiro anão-precoce. O trabalho foi realizado em regime de sequeiro e sem adubação em Podzólico Vermelho-Amarelo distrófico, no campo experimental de Pacajus do Centro Nacional de Pesquisa de Agroindústria Tropical (CNPAT/EMBRAPA), em Pacajus, Ceará, no período de março/94 a abril/95. Não houve diferença entre os dois clones quanto ao número de castanhas por planta, produção de castanhas e pseudofrutos por área Não houve diferença entre os clones CCP-76 e CCP-09 quanto à quantidade de macronutrientes por eles exportada, com exceção do Ca. Este foi exportado em maior quantidade pelo pseudofruto do CCP-76. Em ambos os clones, a ordem de exportação de macronutrientes pela castanha e pseudofruto foi de N > K > Mg > P > S > Ca e K > N > Mg > P > S > Ca, respectivamente.

Crescimento de mudas de angico-vermelho (Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan) sob diferentes doses de macronutrientes

Gonçalves,Elzimar de Oliveira; Paiva,Haroldo Nogueira de; Neves,Julio Cesar Lima; Gomes,José Mauro
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
Neste trabalho, objetivou-se avaliar, por meio de características morfológicas, o efeito de doses de macronutrientes no crescimento e desenvolvimento de mudas de angico- vermelho (Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan) produzidas em amostras de três classes de solo (Argissolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Vermelho-Amarelo álico e Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico). As mudas foram plantadas em vasos com capacidade para 2,1 dm³. O experimento foi conduzido no período de dezembro de 2004 a maio de 2005. Os tratamentos foram delimitados segundo uma matriz baconiana, em que se variaram os macronutrientes em três doses diferentes, mais dois tratamentos adicionais (zero e base), com quatro repetições. As fontes de N, K e S foram parceladas em quatro vezes (0-30-60-90 dias). Em termos gerais, o maior crescimento das plantas ocorreu no Latossolo Vermelho-Amarelo álico. O nutriente que mais surtiu efeitos significativos foi o P, sendo recomendadas doses de 150 a 250 mg dm-3. Para a aplicação de N, recomendam-se doses mínimas de 50 mg/dm³. A aplicação de S deve ser de 20 a 80 mg dm-3. As respostas à aplicação dos demais nutrientes (Ca, Mg e K), em muitos casos, não ocorreu, evidenciando-se que a espécie tem baixo requerimento por eles. Entretanto...

Uso da fertirrigação e teores de macronutrientes em planta de pimentão

Marcussi,Francisco F. N.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
Este estudo teve o objetivo de determinar os teores de macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg e S) nos diferentes órgãos do híbrido de pimentão Elisa, sob fertirrigação e ambiente protegido, por meio de coletas de plantas durante o ciclo. Ao final do experimento, obtiveram-se os teores dos macronutrientes no fruto, folha, caule, raiz e na planta como um todo, em cada etapa de crescimento. A fertilização no ciclo estudado, 140 dias, foi feita via irrigação localizada (gotejamento). O experimento foi desenvolvido nas dependências do Departamento de Recursos Naturais - Ciência do Solo, FCA-UNESP, Câmpus de Botucatu - SP, e constou de oito tratamentos (épocas de coleta de planta: 0; 20; 40; 60; 80; 100; 120 e 140 dias após o transplante das mudas) e quatro repetições, sendo cada repetição formada por quatro plantas. Os resultados mostram que os teores de macronutrientes encontrados na planta de pimentão seguem, na média, a seguinte ordem decrescente: K (39,9 g kg-1) > N (28,3 g kg-1) > Ca (12,8 g kg-1) > Mg (5,9 g kg-1) > S (4,1 g kg-1) > P (3,7 g kg-1).

Efeitos de herbicidas nos teores de macronutrientes e nas características tecnológicas da cana-de-açúcar (Saccharum spp.). I - Misturas de herbicidas em pós-emergência

Victoria Filho,R.; Camargo,P.N. de
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1980 Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
A presente pesquisa foi conduzida em um Latossol Roxo, com 3,9% de matéria orgânica, na Usina São Carlos, município de Jaboticabal - SP com o objetivo de verificar o comportamento das principais misturas de herbicidas aplicadas em pós-emergência e suas possíveis interferências nos teores de macronutrientes, e no desenvolvimento da variedade CB 41-14. Os tratamentos utilizados com as respectivas doses do ingrediente ativo em kg/ha foram: ametryne + 2,4 - D (formulação comercial) a 1,47 - 2,03, diuron + 2,4 -D a 1,60 + 2,16; ametryne + 2,4-D a 1,60 + 2,16; alachlor + 2,4-D a 1,09 + 1,80; asulam + ioxynil - 2,4-D a 2,80 + 1,75; MCPA + 2,4-D a 0,83 + 0,83; oxadiazon + 2,4 -D a 0,50 + 2,16; ametryne + simazine + 2,4-D a 1,25 + 1,25 + 2,16; ametryne + secbumetone + 2,4-D a 2,00 + 2,00 + 2,16; diuron + hexazinone + surfatante a 0,80 + 0,45 + 0,5% e MCPA + 2,3,6-TBA + pendimethalin + surfatante a 1,50 + 0,48 + 0,66 + 0,5%. O controle das plantas daninhas foi avaliado através de contagens por espécie botânica e por avaliações visuais . Sobre a cultura os efeitos foram constatados pela contagem da brotação inicial, avaliações visuais dos efeitos fitotóxicos, análise dos teores de macronutrientes aos 5 e 8 meses, medidas do comprimento dos colmos...

Adequação do consumo energético e de macronutrientes de crianças menores de seis anos

Bonotto,Gabriel Missaggia; Schneider,Bruna Celestino; Santos,Iná Silva; Gigante,Denise Petrucci; Assunção,Maria Cecília F.
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.18358%
OBJETIVO: Conhecer a adequação do consumo energético e de macronutrientes da alimentação de crianças menores de seis anos de idade da zona urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul. MÉTODOS: Recorte de um estudo transversal que compõe a quarta avaliação de uma pesquisa de série temporal realizada na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, em 2008. A amostra foi constituída por 799 crianças menores de seis anos de idade. Para avaliação da ingestão calórica e da contribuição percentual de macronutrientes no total de calorias da dieta, foram utilizadas as ingestões dietéticas de referência do Instituto de Medicina. As análises incluíram a descrição da amostra e o teste do qui-quadrado para avaliação das associações, considerando-se um nível de significância de 5%. RESULTADOS: A ingestão calórica deficiente foi maior nos meninos (58,0%) e meninas (63,0%) com idade igual ou menor do que seis meses. Foi observada ingestão calórica excessiva nas idades entre 7 e 12 meses e um e dois anos: 61,3 e 73,5% nos meninos e 56,0 e 74,1% nas meninas, respectivamente. A maioria das crianças com três anos de idade ou mais (meninos com 44,9% e meninas com 47,4%) apresentou ingestão calórica adequada para a idade. A ingestão energética de macronutrientes apresentou-se adequada para carboidratos e proteínas e apontou que 54...

ABSORÇÃO E ACUMULAÇÃO DE NUTRIENTES EM ESTÉVIA Stevia rebaudiana (Bert.) Bertoni: I. MACRONUTRIENTES

Lima Filho,O.F. de; Malavolta,E; Sena,J.O.A. de; Carneiro,J.W.P
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1997 Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
Estudou-se a absorção e o acúmulo de macronutrientes pela estévia, em condições de cultivo comercial no campo. Foram avaliados dois índices nutricionais: Taxa de Absorção Relativa do Nutriente e Taxa de Acumulação Líquida Organogênica do Nutriente. Foram realizadas 7 coletas a cada 15 dias a partir do transplante. Pouco antes ou no início do florescimento, a produção de 1 tonelada de folhas secas exigiu, em kg: N-64,6; P-7,6; K-56,1; Ca-15,8; Mg-3,6 e S-3,6. Para a produção de sementes, correspondente a 1 tonelada de folhas secas, a extração de macronutrientes, em kg, foi: N-130; P-18,8; K-131,5; Ca-43,7; Mg-8,3 e S-9,7.

Valor energético total e contribuição percentual de calorias por macronutrientes da alimentação de idosos domiciliados em Fortaleza - CE

Menezes,Tarciana Nobre de; Marucci,Maria de Fátima Nunes
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
OBJETIVO: Descrever o valor energético total e contribuição percentual de calorias por macronutrientes da alimentação de idosos domiciliados em Fortaleza/CE. MÉTODOS: Este estudo é populacional, transversal e domiciliar. Participaram deste estudo 458 idosos (66,6% mulheres). As variáveis avaliadas foram: valor energético total (VET) da alimentação e contribuição percentual de calorias por proteínas, carboidratos e lipídios. Os resultados são apresentados sob a forma de médias, desvios-padrão e distribuição percentilar (P5, P10, P25, P50, P75, P90, P95). Os testes t-Student e análise de variância (ANOVA de uma via) com o teste Post Hoc LSD foram utilizados para verificar a diferença estatística das médias entre dois grupos e entre três grupos ou mais, respectivamente. RESULTADOS: Ao comparar os valores médios do VET entre as categorias das variáveis socioeconômico-demográficas foi encontrada diferença estatisticamente significativa entre as mulheres para cor, anos de estudo e nível socioeconômico. Entre os homens foram encontradas diferenças para anos de estudo e nível socioeconômico. O valor energético médio da alimentação dos homens foi significativamente superior ao das mulheres. Entre as mulheres o valor médio foi 1.236...

Absorção de nutrientes pelo cafeeiro Conilon (Coffea canephora Pierre ex Froenher) aos 3,6 anos de idade: macronutrientes.

BRAGANÇA, M. S.; COSTA, A. N. da; LANI, J. A.
Fonte: In: SIMPOSIO DE PESQUISA DOS CAFES DO BRASIL, 1., 2000, Pocos de Caldas. Resumos expandidos. Brasilia: Embrapa Cafe/MINASPLAN, 2000. Publicador: In: SIMPOSIO DE PESQUISA DOS CAFES DO BRASIL, 1., 2000, Pocos de Caldas. Resumos expandidos. Brasilia: Embrapa Cafe/MINASPLAN, 2000.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
O objetivo deste trabalho é estudar a absorção de nutrientes pelo cafeeiro Conilon (Coffea canephora). Para a execução do trabalho foi plantado, em 31 de outubro de 1995, um talhão com mudas clonais de café Conilon (Coffea canephora), na fazenda experimental de Marilândia, de propriedade da EMCAPER. O talhão constituiu-se de 300 plantas úteis com um clone (clone 02) de ciclo de maturação precoce. Este clone foi disposto em 05 linhas de 60 plantas cada e, para garantir polinização, circundados com a variedade clonal EMCAPA 8111 (10 clones). Foram utilizadas 1200 plantas. O espaçamento utilizado foi de 3,0 m entre linhas e de 1,5 m entre plantas. As amostragens são sistematizadas por linha de cultivo, procurando com isto explorar o máximo a área experimental e garantir representatividade das plantas amostradas. De 3 em 3 meses é feito o arranquio de uma planta, em 3 repetições, que são separadas em raiz, folha, frutos, ramos ortotrópicos e plagiotrópicos, para a determinação do peso seco. A seguir o material é preparado para análise dos macronutrientes. Até os 3,6 anos verificou-se que a absorção de macronutrientes pelo cafeeiro Conilon é alta. Na primeira e segunda colheitas, aos 2,6 anos (30 meses) e 3...

Ingesta de macronutrientes y prevalencia de malnutrición por exceso en escolares de 5o y 6o básico de distinto nivel socioeconómico de la región metropolitana

Liberona Z., Yéssica; Engler T., Valerie; Castillo V., Oscar; Villarroel del P., Luis; Rozowski N., Jaime
Fonte: Sociedad Chilena de Nutrición, Bromatología y Toxicología Publicador: Sociedad Chilena de Nutrición, Bromatología y Toxicología
Tipo: Artículo de revista
Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
Obesity in childhood has become an important publie health problem in Chile. Objetive: to study macronutrient intake and nutritional status in school-age children attending5th andóth grade inprimary schoolsfrom different socioeconomic status located in 6 counties in Santiago, Chile. Methods: A total of 1,732 children between 9 and 12 years oldjrom both sexes were studied. Anthropometric evaluation included weight, height, and tricipital and subescapular thickness. Macronutrient intake was determined using a 24-hours recall survey. Socioeconomic status was estimated using the ESOMAR survey. Results: In this sample overweight and obesity prevalence reached 40%. Prevalence was higher in boys and in the lower socio-economic groups. A higher consumption ofproteins andfat wasfound in the wealthier groups, while a higher intake of carbohydrates was present in the poorer ones. Comparison with the daily recommended allowancesfound that both males andfemales hada 75% ofadequacy of all ofmacronutrients with the exception offiber. Conclusión: The study revealeda highprevalence ofmalnutrition in both sexes with a better nutrition standard among children in higher socioeconomic status.; El sobrepeso y la obesidad infantil se han transformado en un importante problema en salud pública. Objetivo: evaluar la ingesta de macronutrientes y determinar la prevalencia de malnutrición en escolares de 5° y 6o año básico de distintos niveles socioeconómicos de 6 comunas de la Región Metropolitana. Sujetos y método: se evaluaron 1732 niños de ambos sexos de 9 a 12 años de edad. La evaluación antropométrica incluyo peso...

PRODUÇÃO DE MATÉRIA SECA E ACÚMULO DE MACRONUTRIENTES NA PARTE AÉREA DAS PLANTAS DE NIGER

Mauad,Munir; Garcia,Rodrigo Arroyo; Silva,Rosilda Mara Mussury Franco; Silva,Thiago Alexandre Freire da; Schroeder,Igor Miguel; Knudsen,Carlos Henrique; Quaresma,Elias Vinicius Wanderlinde
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.01561%
O estudo da marcha de absorção de nutrientes e da produção de matéria seca em razão do estádio de desenvolvimento das culturas é de fundamental importância para subsidiar estratégias de adubação. Este trabalho objetivou determinar a produção de matéria seca e o acúmulo de macronutrientes na parte aérea das plantas de Guizotia abyssinica (niger), em diferentes estádios de crescimento e desenvolvimento. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com cinco repetições. Amostras da parte aérea das plantas foram coletadas aos 15, 30, 45, 60, 75 e 90 dias após a emergência (DAE). Em cada coleta, as plantas foram divididas em folha, caule + ramos, capítulo e aquênios (grãos), secas até peso constante para posterior determinação da massa de matéria seca e teor de N, P, K, Ca, Mg e S. Os teores dos macronutrientes na parte aérea das plantas de niger, seguiram a seguinte ordem de exportação de nutrientes: N > Ca > Mg > P > K > S. Em contrapartida, quanto aos teores dos nutrientes nos grãos por ocasião da colheita do experimento, a quantidade dos elementos exportados seguiu a ordem: N > P > Ca > Mg > S > K. Atenção especial deve ser dada à manutenção da adequada disponibilidade de N e P nas fases inicias por causa do ciclo curto e do rápido surgimento das estruturas reprodutivas. A exportação de nutrientes e o índice de colheita são baixos para as plantas de niger...

Acúmulo de macronutrientes pela bananeira cv. prata em diferentes estádios de desenvolvimento; Uptake of macroelements by the banana plant prata cultivar (musa AAB, subgroup Prata) at different stages of development

Gomes, J.A.; Haag, H.P.; Nóbrega, A.C.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1989 Português
Relevância na Pesquisa
37.339548%
Visando estabelecer a marcha de absorção, quantidade exportada e reciclada de nitrogênio, fósforo, potássio e cálcio na bananeira cultivar Prata, instalou-se um ensaio no Estado do Espírito Santo, em janeiro de 1980, em terreno com declividade média de 40% e solo cambissólico distrófico. Sorteou-se três plantas matrizes do plantio até 465 dias após (colheita),sendo bimensal até 300 dias e mensal até o final, totalizando doze estádios de desenvolvimento, e três plantas rebento, mensalmente, da emissão até 300 dias após, atingindo nove estádios. Cada bananeira foi dividida em folha, pecíolo, pseudocaule, rizoma, engaço, botão floral e fruto para se analisar os macronutrientes. A partir dos dados coletados ajustou-se um programa de regressão e obteve-se as curvas de absorção de macronutrientes, cujos resultados permitiram concluir que, as plantas matriz e rebento: necessitam de expressivas quantidades de macronutrientes para desenvolver e produzir; apresentam uma absorção de macronutrientes que acompanha a matéria seca acumulada pelos órgãos, exceto para o potássio no período; absorvem mais de setenta e cinco por cento de nitrogênio, fósforo e potássio após o estádio de 180 dias e acima de setenta por cento do cálcio e magnésio...

CONCENTRAÇÃO E CONTEÚDO DE MACRONUTRIENTES DA BIOMASSA DE Mimosa scabrella BENTHAM, EM DIFERENTES CLASSES DE SÍTIO, IDADE E DIÂMETRO; CONCENTRATION AND CONTENT OF MACRONUTRIENT IN THE Mimosa scabrella BENTHAM BIOMASS, AT DIFFERENT SITE, AGE AND DIAMETER CLASSES

TÉO, Saulo Jorge; Unoesc – Campus de Xanxerê; MACHADO, Sebastião do Amaral; Universidade Federal do Paraná; REISSMANN, Carlos Bruno; Universidade Federal do Paraná; FIGUEIREDO FILHO, Afonso; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 25/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.278516%
The aims of this work were to quantify and to evaluate macronutrient concentration and content of the Mimosa scabrella Bentham above-ground biomass under different site, age and diameter classes. Twenty five trees were sampled in several stands of the Curitiba metropolitan region, Paraná State, Brazil. In the field, the trees were measured and separated in leaves, twigs, branches, stem wood and bark. Later on, a fraction of each tree component was carried to the laboratory for the determination of dry weight and macronutrient. The site, age and diameter class effects were evaluated by completely random statistic design. The results showed that, the macronutrient concentration by compartment of biomass presented the following decreasing order: leaves > stem bark > twigs > branches > stem wood. The macronutrient content in the stem wood presented the highest quantity. According to the results, the macronutrient concentrations of the Mimosa scabrella above-ground biomass didn’t show any relationship with the age and diameter classes, on the other hand, P and K leaf concentrations increased with site quality. There was no relationship between macronutrient content of the Mimosa scabrella above-ground biomass, site and age classes. Nevertheless...

Macronutrientes em pepino enxertado em áreas com nematoides de galhas

Salata, Ariane; Bertolini, Erick Vinicius; Magro, Felipe Oliveira; Cardoso, Antonio Ismael; Wilcken, Silvia Renata S.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n2p71 A enxertia é uma técnica frequentemente recomendada para a cultura do pepino em áreas infestadas com nematoides de galhas. Este trabalho teve como objetivo avaliar o teor de macronutrientes de pepino enxertado em dois porta-enxertos em solo infestado com Meloidogyne incognita raça 2 ou Meloidogyne javanica, pois estes podem reduzir a eficiência na absorção de água e nutrientes. Foram avaliados 9 tratamentos (fatorial 3x3: pepino híbrido Tsuyataro pé-franco, enxertado na abóbora híbrida Shelper ou enxertado em abóbora híbrida Excitte Ikki x sem inoculação, inoculação com M. incognita ou M. javanica), em delineamento com blocos ao acaso, com 4 repetições e 6 plantas por parcela. As características avaliadas foram: teor de macronutrientes aos 72 dias após o transplante e teor de macronutrientes no final do ciclo (99 dias após o transplante). Os teores de nutrientes avaliados não diferem em função das espécies de nematoides (com ou sem inoculação), porém, existem diferenças em relação aos porta-enxertos, com maiores valores de fósforo e potássio nas plantas enxertadas e de magnésio, cálcio e enxofre no pé-franco ao final do ciclo.

Consumo de macronutrientes y estilo de vida en pacientes con trasplante renal que acudieron a un evento deportivo nacional

Vázquez Pulgar,E.; Ibarra-Ramírez,F.; Figueroa-Núñez,B.; Gómez Alonso,C.; Rodríguez-Orozco,A. R.
Fonte: Nutrición Hospitalaria Publicador: Nutrición Hospitalaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
El transplante renal es la opción terapeútica que más calidad de vida ofrece al enfermo con Insuficiencia renal crónica avanzada. Este trabajo se hizo con el objetivo de conocer el estilo de vida y patrones de consumo de macronutrientes en pacientes del Instituto Mexicano del Seguro Social, que recibieron transplante renal. Se obtuvo información sociodemográfica, antropométrica de 119 individuos postrasplantados de riñón que acudieron a un evento deportivo nacional y se estudió su consumo de macronutrientes a través del recordatorio de 24 hrs. Para evaluar el estilo de vida se utilizó el instrumento IMEVID, este instrumento fue previamente validado y mostró una fiabilidad de 0.681 con el alfa de Cronbach y de 0.685 con el método de Spearman-Brown. El estilo de vida predominante fue el poco favorable el cual se encontró en cerca del 70% de los casos estudiados (p < 0,05), no se encontraron diferencias de género en cuanto al estilo de vida. En los Estados Mexicanos próximos a Estados Unidos de Norteamérica el IMC promedio fue superior al 25 kg/m², se observaron diferencias entre ingesta de macronutrientes y entre ingesta real e ideal entre los sitios de procedencia de los pacientes (p < 0,05). El análisis de varianza entre los sitios de procedencia de los pacientes mostró diferencias significativas (p < 0...

Asociación entre los macronutrientes de la dieta y la obesidad en la infancia y adolescencia: un estudio de casos y controles

Martín-Calvo,Nerea; Ochoa,María Carmen; Marti,Amelia; Martínez-González,Miguel Ángel
Fonte: Nutrición Hospitalaria Publicador: Nutrición Hospitalaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.18358%
Introducción: La alta de prevalencia de obesidad infantil en España y sus posibles consecuencias hacen de esta enfermedad un problema prioritario de salud pública. Objetivo: Valorar, mediante un estudio epidemiológico analítico de casos y controles, la asociación entre la composición en macronutrientes de la dieta y la obesidad en una muestra de niños y adolescentes navarros de 5,5 a 18,8 años. Método: Se reclutaron 178 casos, niños y adolescentes obesos (índice de masa corporal > percentil 97) en Navarra. Los controles fueron emparejados individualmente según edad y sexo. Las medidas antropométricas fueron tomadas por personal entrenado utilizando métodos estandarizados. Se realizaron entrevistas individuales para recoger información sobre la frecuencia de consumo de alimentos mediante un cuestionario previamente validado a partir del que se calculó la ingesta de macronutrientes (hidratos de carbono, proteínas y grasas) y de los subtipos de grasas. Estos resultados se dividieron en quintiles de macronutrientes ajustados por ingesta energética total. Se realizó una regresión logística condicional para estimar odds ratios ajustadas de obesidad para cada uno de los cuatro quintiles superiores de consumo, usando el quintil inferior como referencia. Resultados: La composición de macronutrientes de la dieta era similar en casos y controles...

Ingesta energética y de macronutrientes en mujeres embarazadas en el noreste de México

Tijerina Sáenz,Alexandra; Ramírez López,Erik; Meneses Valderrama,Víctor Manuel; Martínez Garza,Nancy Edith
Fonte: Sociedad Latinoamericana de Nutrición Publicador: Sociedad Latinoamericana de Nutrición
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.11314%
Estudio descriptivo y transversal primero en reportar la ingesta dietética de energía y de macronutrientes en mujeres en gestación en la zona noreste de México. Muestra por conveniencia de 125 mujeres embarazadas (15-45 años) en el tercer trimestre, que acudieron a consulta prenatal del Hospital Regional Materno Infantil, Nuevo León, México. Se reportaron último nivel de estudios, estatus marital y profesional, peso, talla, e índice de masa corporal (IMC). Se evaluó la dieta mediante la técnica de recordatorio de ingesta del día anterior, en 3 días no consecutivos. Se valoró la ingesta de energía y la contribución calórica porcentual de macronutrientes según las recomendaciones de ingesta de mujeres embarazadas. La ingesta energética fue de 1683,8 Cal/ día. La contribución calórica de grasa saturada fue mayor a la recomendación en 53,6 % de las mujeres. 76,8 % de las participantes consumieron más de 55 % de la energía de hidratos de carbono, mientras que 86,4 % consumió azúcares por arriba de lo sugerido. La mediana de consumo de proteína fue de 12,0 % de la energía total. 75% de las participantes consumieron menos de 22,5 g de fibra dietética total. La importancia de conocer la ingesta de energía y de macronutrientes en mujeres embarazadas se debe a la posible influencia que la dieta tiene sobre la programación del apetito del niño y las complicaciones de la madre. Los resultados sugieren brindar recomendaciones nutricias adecuadas para cada mujer desde el primer trimestre de gestación...