Página 1 dos resultados de 184 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Procedimentos de análise em magnetometria: estimativa de magnetização remanente visando inversões para exploração mineral; Analysis Procedures in Magnetics: Estimative of Remanent Magnetization Aiming for Inversions for Mineral Exploration

Louro, Vinicius Hector Abud
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Neste estudo é apresentado um procedimento de análise de dados magnéticos em casos de presença de magnetização remanente para, ao final do processo, a realização de uma inversão mais rápida e fiel ao comportamento do alvo em sub-superfície. O procedimento é composto por seis passos: (1) Delimitação lateral do alvo; (2) Estimativa de suas profundidades; (3) Estimativa das direções de inclinação e declinação aparentes de seu vetor de magnetização total; (4) Modelagem inicial com inferência de valores de susceptibilidades oriundos de estudos geológicos anteriores sobre o alvo e/ou sua região; (5) Inversão dos dados magnéticos utilizando o modelo inicial; e (6) atribuição das características magnéticas do passo (3) sobre o modelo de contraste de susceptibilidade magnética obtido com a inversão para a modelagem final do alvo, conhecendo-se seus vetores de magnetização induzida, total e, por subtração vetorial de ambos, remanente. Este procedimento foi aplicado a 108 casos sintéticos e a 8 casos reais pertencentes às províncias ígneas do Alto do Paranaíba e Rondoniana-San-Ignácio. Os resultados do uso deste procedimento indicaram uma recuperação das direções das componentes de magnetização com erro menor que 10%...

Aplicação de técnicas estatísticas à integração de dados geológicos, geofísicos na região do município de Santa Maria, RS, Brasil

Pereira, João Eduardo da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
O presente trabalho foi realizado na região de Santa Maria, no Estado do Rio Grande do Sul, extremo Sul do Brasil. Tem o objetivo de avaliar o comportamento de variáveis geofísicas de gamaespectrometria e magnetometria, oriundos do Projeto Camaquã (Área 1) do Serviço Geológico do Brasil, em função dos diferentes materiais geológicos da região. Com o emprego do suporte computacional Statistica 7.1, licenciado para o Departamento de Estatística da UFSM, foram efetuadas análises estatatísticas uni e multivariadas dos dados geofísicos associados a distintos grupamentos de rochas sedimentares, pertencentes à Depressão Central do Estado do Rio Grande do Sul, e também às rochas vulcânicas (básicas e ácidas) pertencentes à Formação Serra Geral. A área do estudo situa-se na borda da Bacia do Paraná. Dentro desse contexto, foi possível definir valores característicos de média, erro padrão e intervalos de confiança para cada uma das variáveis em estudo, em cada uma das formações geológicas, proporcionando, através de comparação de médias, mostrar que se podem distinguir diferentes unidades geológicas por meio da análise estatística de dados aerogeofísicos. O comportamento das variáveis, quando avaliadas em função das coordenadas geográficas...

Análise gravimétrica e magnetométrica da Região Sul da Província Costeira do Rio Grande do Sul, setor sudoeste da Bacia de Pelotas

Rosa, Maria Luiza Correa da Camara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
A composição do embasamento e as principais estruturas presentes na porção sudoeste, emersa, da Bacia de Pelotas foram investigadas através dos métodos geofísicos potenciais de gravimetria e magnetometria. A área de estudo, situada na porção sul da Planície Costeira do Rio Grande do Sul, é formada por fácies sedimentares quaternárias pertencentes a sistemas deposicionais do tipo laguna-barreira e leques aluviais. Na região conhecida como Banhado do Taim, as barreiras pleistocênicas encontram-se segmentadas. Essa segmentação foi caracterizada, em trabalhos anteriores, como sendo resultado da ocorrência, no local, de um paleovale inciso. Por este motivo, essa área foi selecionada como alvo para um melhor detalhamento. A aquisição dos dados foi realizada em duas escalas, uma de reconhecimento regional, com estações a cada 5 km, e um detalhamento na região do Banhado do Taim, com estações a cada 1 km. Os dados foram processados e interpretados em um sistema de informações geográficas. No contexto regional foram identificadas três grandes anomalias gravimétricas e magnéticas (Lagoa Mirim, Rio Grande e Lineamento Jaguarão). Essas anomalias representam feições do embasamento geradas e/ou reativadas no rifteamento que deu origem à Bacia de Pelotas.Além disso...

Magnetometria aplicada ao mapeamento geológico da Sequência Metavulcano-Sedimentar Marmeleiro, sul de Ibaré

Renner, Leonardo Cardoso; Dias, Kayo Delorenzo Nardi; Pulz, Genova Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%

Integração de métodos potenciais (gravimetria e magnetometrial) na caracterização do embasamento da região sudoeste da bacia de Pelotas, sul do Brasil

Rosa, Maria Luiza Correa da Camara; Tomazelli, Luiz Jose; Costa, Antonio Flavio Uberti; Barboza, Eduardo Guimaraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Por meio da aplicação integrada dos métodos potenciais de gravimetria e magnetometria, visou-se contribuir com a caracterização do arcabouço estrutural e composicional do embasamento da Bacia de Pelotas. A área selecionada para este estudo é a região sul da Província Costeira do Rio Grande do Sul, entre as latitudes 31◦ 45’ e 34◦ S e as longitudes 52◦ e 53◦ 30’ W. A interpretação integrada dos mapas gerados através dos métodos potenciais, em um Sistema de Informações Geográficas (SIG), permitiu verificar uma complexa estruturação e a heterogeneidade composicional do embasamento. Essa estruturação está relacionada com a evolução do Escudo Uruguaio-Sul-Rio-Grandense e com a abertura do Oceano Atlântico Sul. Uma anomalia gravimétrica negativa, na região do Banhado do Taim, foi interpretada como uma calha no embasamento. Nessa região, trabalhos anteriores identificaram uma segmentação nos sistemas deposicionais pleistocênicos da Palnície Costeira do Rio Grande do Sul. A presença desta calha na mesma posição da segmentação identificada indica que o registro estratigráfico da região foi condicionado pelo embasamento, sugerindo a existência de um controle da herança geológica na área. Esse controle é possivelmente relacionado com a reativação de falhas e com a subsidência diferencial devido à heterogeneidade das litologias presentes no embasamento. Estudos futuros com a aquisição de novos dados em regiões onde não foram realizadas medidas (lagoas e banhados) e a integração com outros métodos possibilitarão melhorar e testar as interpretações realizadas.; Through the integrated application of gravity and magnetic methods...

Modelamento geofísico da mina San Gregorio (Uruguai) com base em dados de magnetometria terrestre

Buffon, Sergio Alfredo; Carlos, Marcos P.C.; Quadros, Telmo Fernando Perez de; Strieder, Adelir Jose
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%

Estruturação da seqüência vulcano-sedimentar Rio Mata Cavalo (Morro do Pilar, MG, Brasil) baseada na análise qualitativa de dados geofísicos

Machado, Sérgio Augusto Morais; Penha, Ulisses Cyrino
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 145-152
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Geofísica terrestre (magnetometria e radiometria) foi utilizada como ferramenta de apoio ao mapeamento geológico em uma área de pesquisa mineral da Companhia Mineradora de Minas Gerais (COMIG), denominada Alvo Bueiro, localizada a sudeste da cidade de Morro do Pilar, na Serra do Espinhaço, Estado de Minas Gerais. A integração de informações de geologia de superfície com os dados geofísicos correspondentes permitiu definir quatro zonas: A, B, C e D. A Zona A, caracterizada por altos valores de susceptibilidade magnética e baixos valores de radiometria, é composta por itabiritos do Grupo Serra da Serpentina. A Zona B, pertencente ao mesmo grupo, é constituída por filitos cinza e metassiltitos e mostra baixa susceptibilidade magnética; interrupções nas linhas de contorno foram interpretadas como decorrentes de falhas de empurrão. A Zona C, relacionada à Seqüência Vulcano-Sedimentar Rio Mata Cavalo, é caracterizada por uma expressiva anomalia do campo magnético total em xistos máficos e ultramáficos com lentes de formações ferríferas e filitos carbonosos negros; esta zona hospeda as mais importantes anomalias geoquímicas de ouro conhecidas na área em estudo. A Zona D, correspondente a ortognaisses cisalhados do Complexo Dona Rita...

Caracterização magnetométrica de Sill de diabásio na região de Limeira - SP

Seixas, Adriano da Rosa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 79 f. : gráfs., il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.58586%
Pós-graduação em Geologia Regional - IGCE; The magnetometry is an important tool in geological mapping, especially in studies of basic rocks in the context of sedimentary basin. There are few geophysical works directly related to Sills, therefore, the purpose of this study is to characterize the geological subsurface structure of the Sill diabase in the Paraná Magmatic Province exposed beneath sandstones in the Itararé group, located near the city of Limeira, in the east-central region of São Paulo state. In this study, we present maps illustrating the results of ground magnetometry as well as corrections, stages processing, and interpretation of geophysical data. The magnetometric method served as an important tool in the characterization of physical properties of the contrast generated between the Sill diabase and the sandstone rocks (Itararé group). According to previous works, the bodies of the Sill diabase in Limeira should present a subsurface lateral continuity. However, the magnetometric method performed in this study allowed us to define that the area of the Limeira Sill comprises several independent diabase bodies, in the shape of Sills, which do not exhibit subsurface lateral continuity. The average radial power spectrum allowed determines the wave number cut-off value suitable for the components separation in shallow and deep sources. Spectral analysis showed that the structures with depths exceeding 100 m were related to the structure of the diabase bodies...

Caracterização magnética de filmes de ZnO dopados com Fe

Martins, Joana de Sousa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
27.401157%
O ZnO é um dos promissores candidatos a semicondutor magnético diluído e tem vindo a despertar um elevado interesse na comunidade científica, particularmente para aplicações na área da spintrónica. Este projecto teve como objecto de estudo, filmes finos de ZnO crescidos sobre a safira e dopados com Fe. As amostras estudadas apresentam concentrações nominais de Fe de 5%, 10%, 20%, 25% e 35%. As amostras foram caracterizadas estruturalmente por difracção de raios-X, a qual revelou a boa qualidade cristalina dos filmes finos dopados com concentrações baixas de Fe. À medida que a concentração de Fe aumenta, os picos do ZnO alargam e desaparecem. Foram identificados picos de difracção correspondentes à safira (substrato), ao ZnO e à espinela ZnFe2O4. Na caracterização magnética das amostras foram utilizadas as técnicas de ressonância magnética e magnetometria por dispositivo supercondutor de interferência quântica. A magnetometria por dispositivo supercondutor de interferência quântica forneceu informações quanto ao tipo de ordenamento magnético presente nos filmes finos. Constatou-se a existência de um ordenamento ferromagnético para temperaturas superiores à temperatura ambiente. Para temperaturas muito baixas foi observado um comportamento do momento magnético que é compatível com a existência da espinela ZnFe2O4 antiferromagnética. A ressonância magnética demonstrou que as amostras revelam comportamento ferromagnético pelo menos até à temperatura ambiente...

Estruturação da seqüência vulcano-sedimentar Rio Mata Cavalo (Morro do Pilar, MG, Brasil) baseada na análise qualitativa de dados geofísicos

Machado,Sérgio Augusto Morais; Penha,Ulisses Cyrino
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1997 Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Geofísica terrestre (magnetometria e radiometria) foi utilizada como ferramenta de apoio ao mapeamento geológico em uma área de pesquisa mineral da Companhia Mineradora de Minas Gerais (COMIG), denominada Alvo Bueiro, localizada a sudeste da cidade de Morro do Pilar, na Serra do Espinhaço, Estado de Minas Gerais. A integração de informações de geologia de superfície com os dados geofísicos correspondentes permitiu definir quatro zonas: A, B, C e D. A Zona A, caracterizada por altos valores de susceptibilidade magnética e baixos valores de radiometria, é composta por itabiritos do Grupo Serra da Serpentina. A Zona B, pertencente ao mesmo grupo, é constituída por filitos cinza e metassiltitos e mostra baixa susceptibilidade magnética; interrupções nas linhas de contorno foram interpretadas como decorrentes de falhas de empurrão. A Zona C, relacionada à Seqüência Vulcano-Sedimentar Rio Mata Cavalo, é caracterizada por uma expressiva anomalia do campo magnético total em xistos máficos e ultramáficos com lentes de formações ferríferas e filitos carbonosos negros; esta zona hospeda as mais importantes anomalias geoquímicas de ouro conhecidas na área em estudo. A Zona D, correspondente a ortognaisses cisalhados do Complexo Dona Rita...

Uso do campo potencial na exploração dos recursos minerais marinhos

Dias,Marcelo S.; Braga,Luiz F. S.
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Os métodos potenciais têm sido amplamente utilizados para geofísica de exploração desde o início do último século. Suas aplicações, em geral, foram empregadas no mapeamento regional de grandes estruturas relacionadas a recursos minerais como: falhas de borda da bacia, grabens e horsts, diápiros de sal, profundidade do embasamento e estimativa de fluxo de calor. No entanto, durante a última década, equipamentos de alta resolução (altimetria de satélite, gradiômetros gravimétricos e magnetométricos, magnetômetro de césio, DGPS e computadores potentes) tornaram disponíveis um enorme volume de dados para exploração de recursos minerais marinhos. Atualmente, estes dados têm sido usados para calibração de pequenos contrates de densidade e de susceptibilidade magnética, fundamentais para várias pesquisas em exploração, tais quais: i) correção de velocidade para a sísmica de reflexão 3D e 4D; ii) micro-gravimetria e micro-magnetometria para a geofísica de poço; iii) mapeamento de densidade e porosidade em alta resolução para fluído em poros; iv) mapeamento de estruturas de riscos geotécnicos e v) sulfetos e nódulos polimetálicos em crosta oceânica. Atualmente, uma nova visão dessas aplicações esta sendo utilizada pela indústria de exploração mineral. O objetivo principal deste artigo é o de fazer uma breve revisão sobre o tema e também dar algum suporte teórico para essas aplicações.

Implicações geológicas e tectônicas da interpretação magnetométricada região de Oliveira, Minas Gerais

Carneiro,Maurício Antônio; Barbosa,Maria Sílvia Carvalho
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Apresenta-se neste trabalho o resultado do processamento dos dados aeromagnetométricos da região de Oliveira (escala 1:100.000), situada na porção meridional do Cráton São Francisco, em Minas Gerais. A geologia dessa folha compreende rochas ígneas e metamórficas arqueanas, atribuídas ao Complexo Metamórfico Campo Belo, seqüências supracrustais (arqueanas e proterozóicas) e um enxame de diques máficos do Proterozóico. Em função de seu avançado manto intempérico a região carece de afloramentos rochosos e, nesse particular, a magnetometria auxilia o mapeamento geológico. A interpretação realizada permitiu a caracterização de 5 grandes famílias de lineamentos estruturais, ora denominados de L, M, N, O e P, existentes no substrato siálico regional. O mapeamento geológico, realizado a seguir, reconheceu que os lineamentos no campo estão relacionados, predominantemente, a duas famílias de diques máficos (gabronoríticos e gabróicos), metaultramafitos, formações ferríferas e falhas.

Mapeamento litológico por correlação entre dados de aeromagnetometria e aerogradiometria gravimétrica 3D-FTG no quadrilátero ferrífero, Minas Gerais, Brasil

Braga,Marco Antonio; Carlos,Dionísio Uendro; Almeida,Tiago de; Dayan,Henrique; Sousa,Rodrigo Rocha; Braga,Carlos A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.401157%
O presente trabalho de pesquisa apresenta uma aplicação da relação de Poisson que pode ser utilizada em dados de magnetometria e gradiometria gravimétrica utilizando o exemplo na mesma região. A razão entre o contraste de suscetibilidade e o contraste de densidade (mapa litogeofísico) pode ser calculada. Como um teste destas técnicas, aplicamos esta relação nos dados de magnetometria e gradiometria gravimétrica 3D-FTG coletados na área do Baú-Gandarela no Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brasil. A idéia principal foi estabelecer prioridades para prospecção de hematita na região supracitada. O mapa litogeofísico produzido mostra as regiões onde já existe uma mina de hematita e estabelece áreas para prospecção do minério.

Interpretação sísmica e modelamento magnetométricoe gravimétrico 2D e 3D de corpos vulcânicos localizadosna sub-bacia do Platô de Pernambuco : uma contribuição àsua evolução tectono-estratigráfica

Pereira da Silva, Edlene; de Barros Correia, Paulo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
A Sub-bacia do Platô de Pernambuco é uma das últimas porções sedimentares percebidas e descritas na literatura, e certamente uma das últimas a ser formada durante a separação das placas Sul-Americana e Africana. Ela corresponde à sub-bacia offshore da Bacia de Pernambuco e é marcada por grande proporção de derrames vulcânicos ocasionados provavelmente por essa estar assentada sobre porção de crosta continental distendida, o que favorece a ascensão do material magmático em pulsos tectônicos relacionados à fase de abertura do Atlântico, quando se deu a formação da Bacia de Pernambuco. Estudos Geofísicos envolvendo Magnetometria e Gravimetria posicionam estratigraficamente e estruturalmente os corpos magmáticos que ocorrem na área, sugerindo formas e proporções atingidas pelos mesmos, através de análise de mapas confeccionados e dos modelos gerados (2D e 3D). Após criteriosa seleção das linhas sísmicas mais interessantes do ponto de vista dos corpos magmáticos, foco desta pesquisa, estas foram testadas também por modelos gravimétricos e magnéticos. Os métodos foram trabalhados separadamente, integrando-se inicialmente os resultados dos métodos potenciais e, depois, obteve-se a integração final dos três métodos estudados...

Estudo do deslocamento Zeeman em ressonâncias de transparência eletromagneticamente induzida em vapor de césio: aplicação à magnetometria

José Ribeiro Neto, Plínio; Wellington Rocha Tabosa, Jose (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Neste trabalho propomos e demonstramos o uso do efeito de transparência eletromagneticamente induzida num vapor atômico como uma ferramenta para medir campos magnéticos com alta precisão. O princípio da técnica reside na ressonância muito estreita associada com este efeito coerente e no deslocamento Zeeman desta ressonância quando um campo magnético externo longitudinal é aplicado. Este campo magnético define também a direção de quantização. O esquema proposto, empregamos feixes contra-propagantes o que permitiu a observação simultânea da dupla ressonância de transparência eletromagneticamente induzida, cuja separação em frequência está diretamente relacionada à componente do campo magnético paralelo à direção de propagação dos feixes incidentes. A técnica foi demonstrada usando um sistema de dois níveis degenerados dos átomos de césio a temperatura ambiente. Em particular ela foi também explorada para medida de deslocamento de frequência dos subníveis Zeeman do estado fundamental hiperfino do césio 6S1/2, F = 3. Também calculamos o espectro da transparência eletromagneticamente induzida num meio inomogeneamente pelo efeito Doppler e estudamos sua dependência com o campo magnético aplicado assim como também com a intensidade do feixe de bombeamento. Estes cálculos se comparam rasoavelmente bem com os resultados observados; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Dinâmica da magnetização em filmes finos de PY/SI e FE/MGO observada com laser de pulsos ultracurtos

Luiz Pinto de Lacerda, Douglas; Hora Acioli, Lucio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Nesta dissertação, investigamos experimentalmente a dinâmica da magnetização em filmes finos ferromagnéticos. Fazemos uso de um laser de pulsos ultracurtos de Ti:Safira para induzir a dinâmica coerente e observar sua evolução temporal através da técnica de excitação e sonda com dupla modulação. Uma discussão detalhada da técnica e o respectivo aparato experimental é apresentada tendo em vista que esta é sua primeira implantação em nosso laboratório. Realizamos medidas de magnetometria por efeito Kerr resolvida no tempo (Time-Resolved Magneto-Optical Kerr Efect: TR-MOKE) e observamos a magnetização transiente em filmes monocristalinos de ferro sobre óxido de magnésio (Fe/MgO) e de permalloy (Ni0:8Fe0:2) sobre silício (Py/Si). Os filmes foram preparados por sputtering e caracterizados por ressonância ferromagnética (FMR) pelo Grupo de Magnetismo do DF-UFPE. A anisotropia magnética verificada nestas amostras permitiu-nos estudar o seu papel na indução da dinâmica coerente por pulsos ultracurtos de laser. Os resultados obtidos mostram uma forte dependência da dinâmica com o campo de anisotropia.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Magnetometria por efeito Hall

Fernández Pinto, Janeth; Luis de Araujo Machado, Fernando (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
27.10101%
Construímos um magnetômetro utilizando dois sensores Hall de GaAs (Toshiba- THS118) operando em um modo diferencial. Cada sensor tem um circuito préamplificador associado a ele e a diferencia de voltagem entre eles é amplificada com um ganho variável de 30 - 7000. Os sensores Hall têm dimensões típicas de 1,5 x 1,7 x 0,6 mm3 e foram montados separados um do outro de 0,71 mm, em uma configuração espacial planar. O magnetômetro foi testado usando tanto correntes dc (Idc) quanto correntes ac (Iac), variando a amplitude de 0,1 a 3 mA. Um amplificador lock-in foi utilizado para a leitura da voltagem Hall para as correntes ac. O controle e a aquisição dos dados foram feitos utilizando uma interface GPIB e o software Labview. A freqüência f das correntes Iac foram variadas de 10 Hz até 1 kHz. O magnetômetro Hall foi montado em um refrigerador de ciclo fechado do tipo Displex (Advanced Research Systems) o qual permite uma variação de temperatura no intervalo de 4 800 K, podendo, inclusive, ser facilmente colocado na presença de um campo magnético. Para aplicações de campos baixos (até 0,003T), foi utilizado um par de bobinas de Helmholtz, enquanto que para campos maiores (até 1 T) foi usado um magneto permanente (Advancing Magnetic-eletronics). A amostra a ser investigada é fixada nas vizinhanças da área ativa de um dos sensores...

Metodologia geof?sica aplicada ? pesquisa de salvamento arqueol?gico nos s?tios Bittencourt, Jambua?u e Jaburu, Estado do Par?

ARAG?O, Rigler da Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
27.401157%
Este trabalho apresenta os resultados da aplica??o de m?todos geof?sicos no salvamento arqueol?gico em tr?s s?tios no estado do Par?: Bittencourt, localizado em Abaetetuba; Jambua?u, localizado em Moju; e Jaburu, localizado em Almeirim. Os m?todos utilizados foram Magnetometria, Cintilometria e Radar de Penetra??o no Solo (GPR). As medidas magn?ticas foram utilizadas para indicar os locais para escava??o. O GPR foi usado para confirmar as anomalias detectadas pelas medidas magn?ticas e proporcionou a diminui??o de erros cometidos quando se identificam anomalias magn?ticas que n?o s?o causadas por fei??es arqueol?gicas. As medidas de cintilometria foram usadas para tentar mapear os solos de Terra Preta Arqueol?gica (TPA) atrav?s da radia??o gama natural do solo. Os locais indicados para escava??o pela magnetometria e GPR possibilitaram a descoberta de materiais arqueol?gicos como cer?mica, lou?a, l?tico e ferro. Os resultados obtidos com a cintilometria foram satisfat?rios, mostrando haver rela??o entre as medidas mais baixas de cintilometria e as ?reas com maior espessura de TPA. A metodologia geof?sica utilizada demonstrou efici?ncia e rapidez sem causar impactos destrutivos nos s?tios.; ABSTRACT: We present the results obtained in the application of geophysical methods to help the archaeological rescue of remains in the three following sites in Par?...

M?todos geof?sicos aplicados a prospec??o mineral na regi?o do Igarap? Chega Tudo, Maranh?o - Brasil

ORTEGA GONZALEZ, Mois?s
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
27.401157%
O presente trabalho de prospec??o geof?sica abrange o levantamento de uma faixa de dire??o NW-SE, desde o local denomina do Chat?o, ? margem direita do rio Gurupi, at? 5 km al?m de Chega Tudo, no estado de Maranh?o. Esse levantamento foi feito em travessas perpendiculares ?quela faixa, a qual constitui uma extensa zona de falha. Os trabalhos de geof?sica de campo, envolvendo os m?todos magn?tico (campo total), cintil?m?trico, eletro-resistivo (Schlumberger, Wenner e Half-Schlumberger) e E.M. (Slingram), foram realizados em duas etapas: a) levantamento de reconhecimento em uma ?rea de 22 km2, onde foram aplicados magnetometria e cintilometria e b) levantamento de detalhe em uma ?rea de 3,50 km2, onde foram aplicados eletro-resistividade e E.M. Os objetivos principais deste trabalho foram determinar e localizar as principais fei??es estruturais e geo-el?tricas associadas ?s zonas mineralizadas, e selecionar, entre os m?todos geof?sicos empregados, qual o de melhor poder resolutivo na indica??o de veios de quartzo em sub-superf?cie, possivelmente associados ? minera??o de ouro. O m?todo magn?tico indicou uma anomalia principal no lado NE da ?rea de reconhecimento, enquanto que o cintilom?trico apresentou somente o valor do "background" da regi?o. Por isso o m?todo cintilom?trico n?o ser? discutido nesse trabalho. Com os m?todos eletro-resistivo e E.M. foram observadas v?rias anomalias ao longo de toda a ?rea de detalhe. A interpreta??o dos dados de magnetometria e de eletro-resistividade foi realizada com t?cnicas computacionais...

Integração de métodos potenciais (gravimetria e magnetometria) na caracterização do embasamento da região sudoeste da bacia de pelotas, Sul do Brasil

Rosa,Maria Luiza Correa da Camara; Tomazelli,Luiz José; Costa,Antonio Flávio Uberti; Barboza,Eduardo Guimarães
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.401157%
Por meio da aplicação integrada dos métodos potenciais de gravimetria e magnetometria, visou-se contribuir com a caracterização do arcabouço estrutural e composicional do embasamento da Bacia de Pelotas. A área selecionada para este estudo é a região sul da Província Costeira do Rio Grande do Sul, entre as latitudes 31º45' e 34ºS e as longitudes 52º e 53º30'W. A interpretação integrada dos mapas gerados através dos métodos potenciais, em um Sistema de Informações Geográficas (SIG), permitiu verificar uma complexa estruturação e a heterogeneidade composicional do embasamento. Essa estruturação está relacionada com a evolução do Escudo Uruguaio-Sul-Rio-Grandense e com a abertura do Oceano Atlântico Sul. Uma anomalia gravimétrica negativa, na região do Banhado do Taim, foi interpretada como uma calha no embasamento. Nessa região, trabalhos anteriores identificaram uma segmentação nos sistemas deposicionais pleistocênicos da Planície Costeira do Rio Grande do Sul. A presença desta calha na mesma posição da segmentação identificada indica que o registro estratigráfico da região foi condicionado pelo embasamento, sugerindo a existência de um controle da herança geológica na área. Esse controle é possivelmente relacionado com a reativação de falhas e com a subsidência diferencial devido à heterogeneidade das litologias presentes no embasamento. Estudos futuros com a aquisição de novos dados em regiões onde não foramrealizadas medidas (lagoas e banhados) e a integração com outros métodos possibilitarão melhorar e testar as interpretações realizadas.